Ir para conteúdo

WhBlaze

Trophy Hunter
  • Total de itens

    4.143
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

WhBlaze venceu a última vez em Agosto 25 2019

WhBlaze had the most liked content!

Reputação

2.671 Platina

Sobre WhBlaze

  • Rank

Contatos

  • Website URL
    https://www.youtube.com/channel/UCMzX2RbUZR1oq2l-QOaCqEg

Informações Pessoais

  • Nome
    Anselm
  • Idade
    32

Tipo de Jogador

  • Casual
    Não
  • Hardcore
    Não
  • Garapeiro
    Não

Favoritos

  • PlayStation
    Super Robot Taisen: Alpha Gaiden, Resident Evil 2, Grandia
  • PlayStation 2
    Supar Robot Taisen Z, Resident Evil 4, Dragon Quest VIII
  • PlayStation Portable
    Tactics Ogre: Let Us Cling Together, Dai makai Mura, Dracula X Chronicles
  • PlayStation 3
    Valkyria Chronicles, Demon's Souls, Dai-2-jii OG2nd
  • PlayStation Vita
    Persona 4 Golden, Y's memories of Celceta, Freedom Wars
  • PlayStation 4
    Nioh, Bloodborne,Assault Suit Leynos

Últimos Visitantes

10.635 visualizações
  1. Que nada sio, esse preço tabelado é só no USA e Europa, japão lança jogo em tudo quanto é preço o tempo inteiro sem nenhuma explicação UAHUHUAAHU Brincadeiras a parte, isso não só mata minha piada de que até o pipoqueiro se ajustou a inflação e os jogos de vídeo game não, mas também pode ter um pequeno rebuliço, já que muitos estão achando que isso significa fim de DLC quando na verdade é capaz de que vejamos cada vez mais dlc, conteúdo extra, jogos planejados para existir por muito tempo e assim por diante. É difícil de se aceitar as vezes, mas a indústria de games esta seguindo os mesmos passos de implosão traçados por hollywood nesse exato momento e com orçamentos exorbitantes, bom, vem risco exorbitantes... é um modelo praticamente insustentável em um cénario de avanços tecnológicos frequentes que gradativamente acarretam a morte da criatividade para se adequar a norma ou o que pode ser pop. Vamos por assim, na geração 32 bits 100K era um sucesso, na 128bits 200K era um hit absurdo, no PS360 1 milhão não pagava o jogo... Inflação tá muito exagerada e impossível de se alcançar para desenvolvedores, ao ponto de termos vários exemplos outrora inconcebíveis de fiascos 8\
  2. A essa hora vc já deve ter visto mas vou deixar para quem passar e não souber: E otras cositas mas... Porém, yeah, pedobearismo sempre é mais inesperado e chocante...
  3. Insano seria a palavra mais apropriada ao invés de complexo. acho que o maior problema é o quanto seria esse "orçamento consideravel" e vendo pelo padrão de Skull island, parece ser acima de 100 milhões, uma quantia bem incomum mesmo no cenário pré-covid, ao ponto de termos pouquíssimos filmes desse jeito, praticamente todos de franquias com alcance maior que metal gear, se não geral, pelo menos naquele momentos, com a única exceção a regra sendo Rampage (que já é velho pra caraleo), mas estamos falando de uma licença 100% da warner com The Rock no meio... então... yeah, soa uma boa ideia já que não existem terceiros foram do típico financiamento e distribuição hollywoodiana. Dito isso, é bom alertar que se derem corda para Vogt-Roberts ele pode dar uma de Takashii Miike no ocidente, adaptando seu material oficial da forma mais fiel possível (especialmente na parte visual), independente da qualidade ou do quão inviável a ideia seria.... Logo... yeah... se ele conseguir é bom tomar cuidado pq o negocio pode ser fiel demais em uma mídia ou orçamento que não comportam sua loucura uhahuahua
  4. AVALANCHE SOFTWARE? DUDE! essa coisa ainda existe? De qualquer forma, parabéns pela oportunidade, a última vez que eles ganharam uma IP grande (não infantil) resultou em dragon ball Z sagas...
  5. Devo admitir que realmente não consigo entender todo o seu entusiasmo na jogatina singleplayer, já que mesmo com o moogle eu sempre achei a gameplay monótona, limitada e restritiva pelo maldito miasma, ao ponto do jogo soar um pouco gimmick pra mim, quase como se a nintendo tivesse convencido a Squenix a ajudar na venda do maldito cabo do gamecube que forçou muitos jogadores de pokemon a compra-lo (maldito bug do relógio de ruby e saphire...), mas devo dizer algo positivo para você que gostou tanto da experiência solo: Acredite, o multiplayer melhora o jogo consideravelmente, já que seu design é todo arquitetado nessa mecânica e com o online cobindo a função desnecessária das gimmicks.... bom, digamos que você deve encontrar ainda mais felicidade no jogo. XD Dito isso, não posso falar muito sobre os outros crystal chronicles, eu até tenho My life as a king mas nunca joguei 8X Já sobre o relançamento... não necessariamente, tem muito jogo que vendeu bem e é porcamente recebido hoje em dia, assim como existem verdadeiras icognitas de relançamento, jogos sem nenhuma expressão ou capacidade de venda que de alguma forma deu as caras de novo XD Mas falando serio por um minuto, pode ser teste de reconhecimento de marca com o intuito de testar a Fanbase e ver se Crystal Chronicles ainda tem algum tipo de vapor, vide que a franquia teve declínio constante de vendas desde o seu primeiro jogo e talvez o mais importante, Final Fantasy perdeu sua imunidade recentemente, já que até FFXIII-2 a franquia ainda era inabalável a criticas, algo que não pode ser dito hoje em dia mesmo com o ataque sensorial nostálgico de FFVII Remake. 8X
  6. Certeza que estamos falando do mesmo crystal chronicles? Pq esse ai é o do Game Cube (coincidentemente o único que tenho e joguei...), onde nos realmente passávamos boa parte do tempo carregando um vaso, responsável por criar um anel ao nosso redor, protegendo-nos de um miasma que causada dano até nos matar e limitava nosso movimento. Ou seja, todo o processo do jogo "em singleplayer" se resumia a pegar um vaso, dar dois passos com ele (Já que nosso movimento era limitado), larga-lo, brigar com inimigos dentro dessa roda, pegar o vaso, andar mais um pouquinho, largar, matar inimigos, pegar o vaso e assim por diante até transitarmos do ponto A ao B do mapa, nesse processo monótono dos infernos diante de uma gameplay limitada e remanescente de obras como Shining Force Neo, que por sua vez esta loooooooooooooooooooooonge de ser um bom jogo. Se realmente estamos falando do mesmo jogo, admito estar intrigado e adoraria ler o que você viu de tão especial e fascinante no jogo para coloca-lo acima de series como Mana, afinal, você não parece ter jogado o multiplayer (onde objetivamente, funciona melhor, ainda sofre com a gameplay monótona e a pessoa que segura o pote sempre será chamada de "vitima", mas yeah, os outros três podem tirar algum proveito do jogo apesar da limitação de mobilidade)
  7. Acredite, você não perdeu absolutamente nada... a menos que você tivesse 4 amigos com cabo gamecube-gameboy para experimentar uma das experiências mais atabalhoadas do console que normalmente resultavam em todos se questionarem pq infernos não estavam jogando Four Swords... Enfim... passo... o jogo é monótono, repetitivo e impraticável sozinho pois precisa-se de uma vitima para ficar carregando o pote anti-miasma enquanto você tenta extrair algum tipo de diversão dessas coisas a passos de lesma... sei que é fascinante para quem não teve gamecube e pra ser sincero o jogo pode extrair alguma coisa de um online mas... yeah... não vai tornar a gameplay melhor.... PS: ainda estou legitimamente confuso com esse relançamento... tanto jogo pra squenix relançar, inclusive fracassos que poderiam se beneficiar de uma segunda chance e me escolhem essa coisa? da fuck se passa na cabeça desse pessoa...
  8. Siô isso é muito hightech para alguém que viveu a internet de manivela uahuahha Na minha época a evolução era porn mesmo UAHHUAHUAHUAHUAHUA
  9. Problema é que esse dinheiro deve ir pra outras pessoas HUAHUAHUAUHA XD
  10. Lickers e Cachorros? Dude, se isso for em primeira pessoa o jogo tem que arrumar a gameplay "urgentemente" pq os controles de RE7 são um verdadeiro tanque de tão truncado, ao ponto de inimigos lerdos pra caraleo serem ruins de acertar õ_O"
  11. Que plot twist viu? Esse é aquele tipo de franquia que ninguém espera retornar após a confusão e subsequente falência do estúdio original õ-o
  12. Não vou mentir que queria mais um rpg no estilo clássico da Tecmo, mas com sorte, esse jogo recaptura a diversão de J no PS1... sem contar que é maravilhoso ver um jogo de futebol Arcade após anos de dominância do estilo mais "simulador", vamos dizer assim.
  13. ---->>>> Para liberar esse modo, você primeiro deve terminar o jogo com todas as 20 fluorites e como mencionado no roadmap acima, esse é provavelmente o troféu mais chato do jogo <<<<-----
  14. Final do passo 1: Dito isso, eu posso recomendar uma dica para ambas as zeradas, com destaque para a que você não for recuperar HP: Não se arrisque com Criticals e Deflect Criticals. Sim, eles dão mais almas amarelas, mas seu timing não é muito preciso, e a menos que esteja muito acostumado ele infelizmente pode lhe acarretar mortes desnecessárias, logo, jogue com segurança e faça o Farming mencionado acima, matando inimigos com seu especial, regenerando seu MP e assim por diante. -------> Também aproveite sua primeira zerada para pegar os troféus perdíveis, como colecionáveis e o Undying Summer, apenas por desencargo de consciência, segue abaixo todos os troféus perdíveis específicos dessa campanha e em seguida o roadmap. <-------- Eu alertei para a presença de troféus perdíveis, recomendei coletar os colecionáveis na primeira zerado (caso assim quisesse) e fiz questão de colocar uma caixa contendo todos os troféus dessa categoria com seus respectivos links, descrições, vídeos ou imagens e acredito eu que o ponto de partida dos jogadores é mais uma questão de perspectiva do que afirmação, eu particularmente acho mais adequado fazer o troféu mais inconveniente do jogo simultâneo aos seus colecionáveis com Saves precisos em momentos chave, por reduzir o numero de partidas dos speedrunners da vida, mas se você prefere jogar o jogo livremente se preocupando apenas com os colecionáveis sinta-se livre, um guia não é uma definição de como um jogo deve ser jogado, na verdade, ele está aqui apenas para facilitar sua jornada nos troféus que lhe incomodam. De qualquer forma, peço desculpas pela sua inconveniência, mas gostaria de fazer um adendo por não ter exata certeza de qual foi sua reclamação, e se por algum motivo sua frustração girar em torno da omissão de um passo a passo com descrições escrita e ilustrativas dos fluorites e documentos nesse roadmap, eu devo informa-lo de que estais confundindo Roadmaps com Walktrouhg/Detonados, que por sinal, tinham/tem uma sessão no fórum para quem quiser fazer um passo a passo detalhado de tudo do jogo. O roadmap do guia por sua vez, nada mais é que uma blueprint básica e sucinta dos troféus, o que você conseguirá em cada etapa e redirecionamento para os troféus mais complexos, evitando assim redundância e poluição do guia. Enfim, redundâncias a parte, peço mais uma vez desculpas pela sua inconveniência e se tiver algum problema, basta chamar que eu estou a disposição \o
  15. Sou só eu ou Resident evil 7 tem tanta dificuldade para parecer com Resident Evil que fica o tempo inteiro recriando momentos na esperança de nos associarmos "alhos com bugalhos" e dizer "uuh, eu conheço isso, definitivamente deve ser resident evil!"

     

    Shotgun quebrada, estufa, fundo da mansão, Lisa 2.0... Lembra um pouco a situação do último filme de Exterminador do Futuro, que no geral não é ruim por sugar retalhos de algo competente (o resto vem de filmes de terror populares como massacre da serra elétrica, inclusive as tentativas atabalhoadas de ser cinematográfico no começo & abertura), mas por ter optado por essa rota desesperada, impõe uma certa frustração natural ao apresentar algo que vai além do familiar, beirando o sem alma, credibilidade e no geral, total falta de criatividade.
    PS: E da uma vontade dos infernos de ir jogar condemned onde o controle não é tão duro e eu posso dar paulada nos outros...

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. WhBlaze

      WhBlaze

      @washsou

      Se foi pq eu tava jogando nesses últimos dias é simples, eu estava fazendo jogo e DLC pq o diabo do jogo obrigatoriamente precisa do DLC para ainda ser incompreensível, Ok U_u? HUAUHAHUAHU

       

      Mas sim, você esta certo sobre ele ser deslocado da franquia.

      Pra mim, o jogo é apenas "meh", algo que se não tivesse o logo da Capcom e o nome RE, acabaria sendo visto como uma homenagem, ou algo que tentava assimilar fragmentos de RE e os jogos de terror da Monolith (F.E.A.R. & Condemned) de uma forma bem sem vergonha, a lá Ninja Blade, por recriar cenas de forma literal independente da falta de contexto (serio, tem muita coisa de FEAR e Condemned aqui), mas por ser um Resident Evil numero, ele acabou evocando a estranha afirmação de "return to Form", algo que sempre chama minha atenção negativamente, pois muitas das criticas recentes de Resident Evil são reflexos de memórias afetiva defeituosa por parte dos fãs, afinal, poucos conheceram a Serie ainda no próximo jogo e são capazes de se desprender de nostalgia, a maioria na verdade esbarrou com ela na segunda e terceira interação na infância ou inicio da adolescência onde comportamento de alguém com DDA afeta um pouco nossa compreensão e o principal exemplo disso é o desejo incessante de dissociar Resident Evil do gênero de ação, culpando o 4 e elogiando o passado glorioso.
      Exceto que o único RE sem foco em ação é o 1 (por acidente) e muitos não levam em consideração o fato de que o 3 fez aquele exagero todo que eu sempre reclamo \8

       

      Logo, se você arrancar tudo de resident evil, criar um clone de amnesia e dizer "resident evil" é capaz de muitos falarem "sim, isso é resident evil. Fantasmas e vulnerabilidade exagerada, exatamente como Mikami havia planejado em 1996.

      É estranho e perigoso, pois a Capcom tem costumes bem mais nocivos que a Konami (já que gostam de estigmatizar ela), e se falarem que a moda da semana é exatamente o que resident evil deve ser, eles vão fazer isso e matar a franquia em um estalar de dedos \8

       

      Já o jogo: Eu achei meh... gráficos são bem desagradáveis e abaixo da media (provavelmente por culpa do VR), o modelo dos personagens não me agrada, a história além de não fazer muito sentido é contraditória, incompleta, atrapalhada e se leva a serio demais (E nunca se torna hilariantemente ruim como os antigos por estar achando que é um filme A e não um filme B), Ethan é o personagem central mais apático e inexistente da serie até então, o vilão é hediondo e parece uma piada de mal gosto, a gameplay é truncada demais (provavelmente culpa do VR... de novo....), os chefes são esquecíveis e o último deles é... uau... Me faltam palavras para descrever aquela merda...

       

      Até comecei a jogar ontem pela manhã no madhouse de novo com o intuito de platinar, mas não sei se tenho interesse em fazer o speedrun de 4 horas.
      Quando era mais novo eu gostava de ficar decorando mapa e tals, mas digamos que eu nunca rejoguei RE1 e 0 no ps3/ps4 pq mesmo conhecendo quase toda a campanha de cor, eu não tinha interesse em fazer speedrun como eu havia feito décadas atrás no GC uhahuahua

      Sei lá, to ficando velho, rabugento e preguiçoso demais para lidar com algo Arcade, em especial em um jogo cujo design não é adequado para esse tipo de coisa (diferente de Strider onde eu disse: ok, aqui faz sentido)



      Já o lockdown: Uma merda, pessoal ainda tava saindo na rua, povo coloca mascara na testa e queixo achando que ela é mágica e só por estar com você lhe torna imune ao vírus, enfim, a típica bagunça do brasileiro que ainda não entendeu a severidade da situação ou vai chegar na conclusão que nos encontramos em um cenário tão absurdo que não existe resposta adequada para nada \8

      Só para dar uma ideia, eu tive de ir no supermercado durante o Lockdown (e produziu de carro) e no caminho, eu vi uns 3 carros parados e 2 pessoas sendo mandada de volta no bloqueio por estar passeando...
       

      E por ai? Povo criou juízo ou continua doido \8?

    3. washsou

      washsou

      Vixi, uma semana para responder.

      Mas vamos lá.

       

      Gostaria mesmo é que os novos  jogo numerados seguissem os moldes dos remakes, que apesar das críticas, corretas sobre o RES3, está muito bonito e com uma boa jogabilidade.

       

      Pra dizer a verdade eu preferiria até que a história continuasse de onde o RES6 parou, com um bom roteiro, talvez umas boas histórias poderiam sair a partir dali.

       

      Alias Sherry Birkin e Jake Muller / Jake Wesker poderiam ser ótimos novos protagonistas, cada qual com suas habilidades especiais, se bem trabalhados poderiam substituir a velha guarda dos antigos protagonista sem maiores problemas. Mas pelo que vejo, vão para o limbo, eles e suas histórias.

       

      Por aqui o povo estão todos usando máscaras, isso ajuda muito a prevenir que se espalhe a doença, mesmo assim continuam saindo muito, e agora no começo de junho, vão tentar flexibilizar a quarentena, no pico da subida de mortes e contaminação. 

      A doidera contaminou os políticos também.

    4. WhBlaze

      WhBlaze

      @washsou

      Também 8\

      Eu tenho meus problemas com o Remake de RE2 (ainda não joguei o 3), e já vocalizei algumas vezes que me incomodo com o fato dele ser basicamente um retrocesso de uma obra com mais de 20 anos, mas o jogo estava longe de ser ruim e seguia um bom caminho, evoluindo a base de seus antecessores propriamente, da mesma forma que Code Veronica e o 4 fizeram (E de certa forma o 6, mas falar isso causa revolta...)

       

      Já sobre seguir com a história... eu até concordo com você sobre Sherry e Jake, serem personagens com potencial enorme para substituir a velha guarda mas... Sei lá... Eu defendo a um tempo que Resident Evil tem de ter um final, sumir por alguns anos e voltar com um reboot ou uma sequencia inesperada em um futuro não muito distante com o elenco já envelhecido por acreditar veemente que a franquia cruzou o ponto do não retorno a um bom tempo, mais precisamente no 5. 8\

       

      A história não tinha motivo para continuar, mas de alguma forma eles continuaram, colocaram o mundo em um estado cataclísmico no 6 e na base da teimosia forçam a barra e agem como se nada tivesse acontecido o tempo inteiro apesar de seus excessos de incidentes.

       

      É uma situação familiar para fãs de horror cinematográficos (E filmes de ação B), que tem frequentemente de lidar com sequencias para VHS, que ao invés de simplesmente se despedir de forma gloriosa ou honrosa, suga cada fragmento de lealdade de sua fanbase, tratando-nos como uma besta ignorante desesperada por lançamentos cretinos na locadora mais próxima, apesar de sabermos que existe um limite para o numero de vezes que Freddy krueger pode matar adolescentes e mudar sua origem antes nada mais fazer sentido e a personificação desse atabalhoamento é ironicamente o 7, não pela reciclagem, muito menos por não ter sido concebido como RE7, mas pelo seu desespero que conseguiu transformar a umbrela em herói.

      Isso é tão genérico, preguiçoso e digno de um facepalm que faz você se perguntar o que diabos se passa na cabeça do pessoal da capcom \8.

       

       

       

      Já sobre a situação... Yeah, mesma coisa aqui... Tive de ir hoje no supermercado e banco (a contragosto) e a cidade parecia em um dia normal pré-pandemia, graças a alguns comércios já abertos (Não que mandar fechar tenha funcionado).
      Pra piorar, aqui tb deve abrir coisas pouco antes do inicio do pico e se não falha memória, shoppings da capital deve abrir as portas na segunda -___-"

      Única coisa boa que eu tenho a dizer foi que o o supermercado que eu fui tirou todas as cadeiras, mesas e fechou a praça de alimentação para ninguém se sentar e lanchar lá, já que tinha gente indo se encontrar no supermercado e ficavam lá por horas.... \8

×
×
  • Criar Novo...