Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''ps5 notícias''.

O índice de pesquisa está sendo processado. Os resultados atuais podem não estar completos.


Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Forums

  • myPSt
    • Novidades
    • Regras
    • Sugestões e Discussões sobre o Portal myPSt
    • Sugestões Aceitas
    • Bugs do Fórum e Portal myPSt
    • Dúvidas
    • Denúncias
  • Venda e Troca
  • Compro
  • Notí­cias
    • Notí­cias de PS5
    • Notí­cias de PS4
    • Notí­cias de PS3
    • Notí­cias de Vita
    • PlayStation Store
    • Notí­cias - Geral
    • Notí­cias - Outros Consoles
    • Novas Notí­cias - Público
  • Badges
    • Badges - Geral
    • Site
    • Fórum
    • Série
    • Gênero
    • Mérito
    • Hardcore
  • Troféus
    • Guia de Troféus - NOVOS GUIAS
    • Guia de Troféus - GUIAS ANTIGOS
    • Boost
    • myBook
    • Detonados
  • Grupos de Compras
  • PS4
    • Guia de Troféus PS4 - GUIAS OFICIAIS
    • Dúvidas na conquista de troféus - PS4
    • Jogos de PS4
    • Assistência
    • Periféricos PS4
    • Tutoriais
  • PS3
    • Guia de Troféus PS3 - GUIAS OFICIAIS
    • Dúvidas na conquista de troféus - PS3
    • Jogos de PS3
    • Assistência
    • Periféricos
    • Tutoriais
  • Vitrine PSN
  • Vita
    • Guia de Troféus VITA - GUIAS OFICIAIS
    • Dúvidas na conquista de troféus - VITA
    • Jogos de Vita
    • Assistência Vita
    • Periféricos Vita
    • Tutoriais VITA
  • Jogos
    • Assassin's Creed
    • Battlefield
    • Clube da Luta
    • Destiny
    • Final Fantasy XIV: A Realm Reborn
    • The Elder Scroll
    • DESAFIFA
    • Overwatch
  • Classificados 2.0
    • Grupo de Compras
    • Empréstimos
    • Encomendas/Importação
    • Promoções
    • Recomendações

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests


Nome

Encontrado 9 registros

  1. Diretor-financeiro da empresa diz que EA trabalha duro na questão A EA aproveitou a última apresentação com seus investidores para dar uma palavra oficial sobre os consoles da próxima geração. Blake Jorgensen, diretor-financeiro da empresa, diz que eles estão "mais do que prontos", já que "trabalham há muito tempo" na questão. Já não é segredo para ninguém que o PlayStation 5 e o Xbox Scarlett são os consoles da chamada "Geração 5". Portanto, companhias como a própria EA precisam de um certo planejamento para a produção de títulos para os novos videogames. Jorgensen foi aos microfones para dizer como os canadenses vêm se preparando. Obras como FIFA, Madden NFL, Need For Speed e Battlefield serão bem requisitadas neste mercado. Ele ainda deu uma pista de que as plataformas da Sony e da Microsoft chegariam já em 2020. "Estamos trabalhando duro na transição e na construção dos jogos de próxima geração para o próximo ano", afirmou o diretor. Ele ainda confirmou que obras anuais, principalmente as de esporte, devem vir rapidamente, junto dos consoles. "Acho que isso é óbvio. Todos estão o fazendo. Claro que nem todos os jogos chegam à nova geração de imediato. Por outro lado, jogos como Madden provavelmente chegarão assim que os novos consoles saírem", disse ele. Finalizando, Jorgensen não esconde a ansiedade para que os novos videogames cheguem e impactem o mercado da indústria. "Estamos muito entusiasmados e há algum tempo trabalhamos com isto", completou. Novos jogos da EA Ainda falando da EA, a empresa anunciou que seu título anual de basquete foi adiado. Nenhuma data específica foi divulgada, mas ela ainda é esperada para 2019. Já para os fãs de Need For Speed, a notícia é agradável. A EA prometeu divulgar mais detalhes do jogo nas próximas semanas. Provavelmente, eles virão na Gamescom de agosto. Fonte: meups4
  2. Media Markt é o primeiro varejista no mundo a abrir reservas do console Uma notícia causou alvoroço entre os fãs dos consoles da Sony nessa segunda-feira (29). Isso porque a loja Media Markt, situada na Suécia, é a primeira no mundo a iniciar a pré-venda do PlayStation 5 – que sequer foi anunciado. Seu preço é de €945, o equivalente a R$3990 (na cotação de hoje (29)) sem o acréscimo de taxas e impostos. O valor extremamente alto, entretanto, não é o oficial do novo console. Vale ressaltar: a Sony, institucionalmente, ainda não se posicionou sobre isso. Apenas um dos executivos importantes da empresa confirmou que a companhia está desenvolvendo o “console da próxima geração” e deu alguns detalhes sobre o projeto. Mais nada. A própria loja admite que “as informações do PlayStation 5 são temporárias e podem mudar no lançamento”. Mesmo assim, eles já estão garantindo, aos apressadinhos de plantão, uma unidade assim que houver a estreia do console. É bom lembrar que nem mesmo o nome PS5 está confirmado. No Brasil, ainda não existe qualquer notícia de varejistas liberando pré-vendas do novo produto da Sony. Portanto, ainda não há uma maneira de garantir a unidade por aqui. Provavelmente, ele não deve custar muito menos do que esse valor de R$ 4 mil. Foi o preço do PS4 quando o console chegou às lojas brasileiras de maneira oficial. Sobre o suposto PlayStation 5, sabemos algumas informações importantes, já dadas como oficiais. O tempo de carregamento nos games promete ser quase inexistente, teremos CPU e GPU totalmente novas, armazenamento em SSD, retrocompatibilidade, Ray Tracking, 8K, entrada de disco e áudio 3D. Fonte: meups4
  3. Zen 2 CPU reduz tempo de desenvolvimento e permite maior foco em aspectos criativos A próxima geração está chegando e não é surpresa que os desenvolvedores já estejam adaptando as produções para os novos hardwares. O produtor Hemanshu Chhabra, da Tripe-I Games, destacou a importância do processador Zen 2 CPU no tempo de produção dos jogos no PS5. Chhabra explica como a desenvolvedora investe esforços na otimização de um projeto. O refinamento da produção vai desde a execução da IA até aprimoramentos de física e iluminação. Com o novo processador, é possível focar mais tempo na parte criativa do game em vez de “consertá-lo”. "Para nós, uma melhor CPU e GPU significa ter o privilégio em investir mais tempo na criação do game. Minha formação é na engenharia e embora eu goste deste trabalho de otimização, como game designer, eu gostaria de gastar mais esforços na construção e interação do jogo." O produtor disse que é sempre um grande desafio entregar uma produção em 3D com vários personagens e mundos. Além de lidar com a resolução dos gráficos, o gameplay precisa ser fluido. Por isso, a parte criativa é sacrificada a fim de garantir a execução necessária. O Zen 2 CPU deve diminuir o tamanho desse desafio na produção. Os jogos no PS5 não somente podem levar menos tempo serem lançados, como a Sony deseja aumentar a oferta de títulos. Segundo o presidente da SIE Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, os laços com as grandes desenvolvedoras são muito importantes a fim de entregar mais títulos de peso para a comunidade. Além dos jogos no PS5 O anúncio da nova geração é iminente e a Sony promete expandir os horizontes da plataforma PlayStation com o novo hardware. Um dos destaques para o console é a capacidade de reduzir drasticamente os tempos de carregamento. Além disso, o videogame utilizará da tecnologia “ray tracing” para entregar as experiências mais imersivas possíveis. Fonte: meups4
  4. No começo do ano, um AMD APU personalizado vazou do banco de dados 3DMark, chamado “Gonzalo”, supostamente seria o processador apresentado no próximo console PlayStation da Sony. Baseado no codinome e alguma ajuda de um estagiário da AMD, nós aprendemos que a APU da AMD teria 8 núcleos, com um clock de 3.2 GHz e um clock da GPU de 1,8 GHz. Usando essas informações, o DemonCleaner da NeoGaf construiu um PC com peças AMD da atual geração (um Ryzen 3700x e um Radeon 5700XT) e fez o underclock dos componentes para corresponder às velocidades reportadas de Gonzalo. Com isso, ele testou o benchmark 3DMark Fire Strike. Aqui estão os resultados: sistema tem um desempenho admirável, com aproximadamente 85% de um PC com um estoque de 3700x e 5700XT. Com resultados como esses, o PS5 merece muito entusiasmo, já que isso pode significar gráficos muito melhores na próxima geração de consoles. Podemos esperar um desempenho de nível Super RTX 2080/2070 graças às otimizações de API e outras melhorias que garantem portas de console relativamente melhores. Isso deixa bem claro que o PlayStation 5 poderá rodar a maioria dos jogos em 4K usando o equivalente médio-alto do PC com 60 FPS consistentes. Tenha em mente, porém, que isso foi apenas um experimento por diversão, já que a informação é baseada principalmente em rumores e especulações. Mesmo que não seja, é altamente improvável que as peças usadas nos consoles sejam exatamente as mesmas que as do PC. Fonte: GamesForEver
  5. Com limitações reduzidas, os desenvolvedores prometem mais criatividade Gráficos de ponta, 60 FPS, áudio em 3D e 4K nativo prometem ser alguns dos diferencias da nova geração de consoles. Mas parece a otimização dos tempos de carregamento são a “menina dos olhos” de uma boa parcela dos desenvolvedores. Alex Golebiowski, do estúdio Pixelnauts, é um destes entusiasmados. Falando ao site GamingBolt, o dev. de Lost Orbit elogiou os caminhos escolhidos por Sony e Microsoft. “Que ótima escolha tanto para a Sony quanto para a Microsoft. Os tempos de carregamento nunca mais serão os mesmos”, disse. E tanta euforia se deve aos promissores testes já mostrados. A Sony revelou há alguns meses que Marvel’s Spider-Man carrega cerca de 15x mais rápido no PS5 do que no PS4. E isso pode ser apenas o começo. Mas não são só tempos menores. A next-gen promete eliminar muitas outras barreiras. Ambos os consoles virão com processadores AMD Zen 2 (customizados), o que segundo Golebiowski será um enorme diferencial. “Eu tenho experiência com arte AAA e, embora Lost Orbit tenha sido um jogo relativamente simples, estou ansioso para ter ainda menos barreiras para fazer belos jogos sem ter que gastar o orçamento de um AAA”. Mesmo os desenvolvedores com orçamentos mais limitados poderão oferecer aos jogadores experiências diferenciadas. Isso se deve a uma arquitetura mais acessível e poderosa, com ferramentas de alto desempenho para todos. Só resta saber o quão acessíveis os novos PS5 e Scarlett serão para os consumidores. Ainda que ambas empresas prometam SSDs customizados, a viabilidade econômica ainda é uma incógnita. PS5 no final de 2020 O lançamento do PS5 deve acontecer só no final de 2020. Por enquanto a Sony se mantém concentrada em oferecer aos donos de PlayStation 4 experiências muito aguardadas como Death Stranding, The Last of Us 2 e Ghost of Tsushima. Estes três devem encerrar o ciclo de blockbusters exclusivos na oitava geração. Fonte: meups4
  6. Loja ressalta importância de oferecer várias opções e garante o espaço da mídia física A mídia física ainda vive, mesmo em uma era quase inteiramente digital. Apesar dos antigos rumores apontarem o abandono dos “jogos na caixinha”, a Sony confirmou a presença da mídia física no PS5. Assim como muitos jogadores, a GameStop celebra a continuidade do formato. Em entrevista ao GameSpot, o chefe de Customer Office da varejista, Frank Hamlim, destacou a importância das empresas oferecerem opções para os consumidores. Mesmo com a constante popularização do conteúdo digital, a comunidade ainda possui uma parcela mais “tradicional”. " Tanto a Microsoft quanto a Sony precisam oferecer opções aos consumidores. Nós queremos ser capazes de ajudar nossos clientes na venda de jogos físicos quando eles quiserem. O produto é quase um colecionável. Eles gostam de deixar à mostra na estante. Esse tipo de experiência também é importante. Acredito que, se as empresas não oferecessem algo assim, elas seriam ingênuas. " Mais sobre a mídia física no PS5 Apesar da praticidade da mídia digital, Hamlim ressaltou um ponto superior do conteúdo físico: o gerenciamento de espaço. Enquanto os jogos possuem um tamanho cada vez maior, os discos dão a possibilidade de excluir o jogo e não ter que esperar pelo download do arquivo novamente. Então, para ele, este tipo de formato ainda tem seu espaço garantido. Contudo, há também quem discorde. Segundo Yves Guillemot, o CEO da Ubisoft, os consoles serão substituídos por serviços baseados em streaming, como já acontece com música, séries e filmes. O CEO da Ubi acredita que isto pode acontecer em um futuro próximo, e as empresas já estariam investindo neste tipo de tecnologia para daqui no máximo duas gerações. No Brasil, a comunidade segue a mesma preferência pelos jogos na caixinha, como é em grande parte do mundo. Quando foi confirmada a mídia física no PS5, a Sony ressaltou justamente a importância de oferecer escolhas ao jogador. Por isso, o novo hardware apostará também em mais outros dois formatos: o digital e o streaming. Fonte: meups4
  7. Tantas possibilidades para o novo game... Os rumores de um possível GTA 6 ambientado no Brasil chacoalharam a Internet nos últimos dias. Apesar das chances disso acontecer serem mínimas, nós do Meu PS4 (tanto a equipe quanto os leitores) pensamos em 10 coisas que queremos ver no novo game da Rockstar Games. Dublagem em PT-BR em GTA 6 Quase unanimidade no grupo do Meu PS4 no Facebook. Como a franquia é muito apelativa por aqui, a localização seria um baita diferencial. Modo cooperativo na campanha GTA V flertou um pouco com a ideia, mas de uma maneira alternativa. Era possível variar entre personagens específicos em algumas missões. Contudo, a ideia de jogar a mesma missão com um amigo simultaneamente parece divertida. As Heists do Online ainda fazem muito sucesso. Mods para os consoles Enquanto os jogadores do PC já têm esse recurso, permitir a criação dos famosos “mods” para os consoles seria incrível. Existem modificações bem criativas feitas pela comunidade, e a funcionalidade permitiria novas formas de se jogar o título. Mais cidades para exploração GTA V é gigante, mas os jogadores pedem por ainda mais áreas. A sugestão é apresentar um design parecido com a região de GTA San Andreas, que contava com três cenários:Los Santos, San Fierro e Las Venturas. Combate físico aprimorado A variedade de armas sempre foi um dos destaques da série, mas a comunidade espera por ataques físicos variados e aprimorados. Esta função parece ser a mais improvável da lista, afinal GTA não é um novo Sleeping Dogs. Os combates “mano a mano” em GTA V chegam a ser até engraçados de tão esquisitos. Protagonista feminina GTA nunca contou com uma protagonista feminina. Mas há muitas inspirações para possíveis mulheres em papeis principais. Basta olhar as histórias de algumas das chamadas “mulheres mais perigosas do mundo”, como “A Rainha do Pacífico”, Sandra Ávila Beltrán, ou Judy Moran, da Austrália. Cenário destrutível Um pouco inspirado em Battlefield, claro. Com o armamento pesado disponível e o arsenal variado dos títulos de GTA, a ideia de moldar o cenário de acordo com os tiros parece uma excelente adição. O jogo ficaria ainda mais realista – e louco. Atividades como musculação e esportes As missões paralelas em GTA são imersivas, mas a oferta de atividades não é tão variada. Seria bem interessante ver a Rockstar investir nisso. A musculação, como em GTA San Andreas, ou mini-games de futebol e basquete são exemplos de como o título poderia ter (ainda) mais tempo investido pelos jogadores. Mundo interativo e orgânico Um dos destaques de Red Dead Redemption 2 foi como o mundo construído existe independentemente do jogador. Os cenários são afetados pelas condições climáticas, a cadeia alimentar funciona muito bem, com águias caçando ratos, por exemplo. No mundo de GTA, a ideia poderia ser aplicada na interação da cidade. Expansões para a história A Rockstar tem oferecido muitos conteúdos para GTA Online, porém o single-player não recebeu expansões. Apesar da história fechadinha, explorar alguns personagens específicos poderia ser viável para aprofundar no novo universo criado. E para você? Quais seriam as melhores novidades para um eventual GTA 6? Fonte: meups4
  8. Com os novos consoles praticamente batendo as portas para entrar na briga da próxima geração, mas ainda sem informações oficiais detalhadas para o publico, muitos se perguntam: Haverá um "salto a distancia" como aconteceu com as gerações PS2 e PS3, ou será um "pula a fogueira, iaiá..." como foi as gerações PS3 e PS4? Em uma tradução livre do trecho de uma entrevista ao Telegraph, Alain Corre - diretor executivo da Ubisoft para os territórios EMEA (Europa, Oriente Médio e África), o mesmo se mostra positivo quanto a nova geração: Telegraph - Falando de consoles, no próximo ano verá o advento de uma nova geração de hardware. Você acha que essa será a última? Alain Corre - "[Pausa longa] Eu não sei! Eu realmente não sei. Nós não sabemos o que os fãs vão querer, nós não sabemos como o streaming vai aumentar... o que sabemos é que a próxima geração de consoles que foram anunciados será realmente um grande salto da geração atual, e para nós, criadores, é fantástico porque sempre nos empolgamos com o que a tecnologia de ponta que a tecnologia pode oferecer. Alain Corre - Os desenvolvedores querem surpreender o tempo todo, inovar - e a tecnologia nos permite entrar em territórios desconhecidos e trazer algo novo. Como em Watch Dogs por exemplo. Graças à IA que eles estão dominando agora, somos capazes de trazer uma nova jogabilidade. E se os fabricantes deste mundo continuarem inovando e ultrapassando as fronteiras das tecnologias, poderemos criar melhores jogos e convencer mais fãs e a indústria continuará crescendo". Telegraph: ... Qual será próxima mudança de paradigma no design de jogos em sua opinião? "Eu acho que o aspecto social nos jogos é algo que é cada vez mais importante. As novas tecnologias fornecerão novas maneiras para os fãs trocarem dados. E há muitos outros novos elementos para melhorar a qualidade dos jogos. A Microsoft falou sobre SSD [discos rígidos super rápidos] e o fato de que eles querem reduzir o tempo de carregamento - o que nós gostamos muito porque somos jogadores também! É um tópico muito importante e é uma revolução. No lado gráfico, ainda está melhorando porque você verá uma diferença de 4k a 8k. Há coisas que eles estão propondo que tornarão essas máquinas excitantes para os fãs aguardarem. Por outro lado, Atsushi Inaba, o diretor de estúdio da Platinum, diz achar difícil ficar empolgado com os planos da Microsoft e da Sony para os consoles da próxima geração, afirmando que o próximo hardware parece "mais do mesmo". Abaixo um trecho da entrevista na E3 que Inaba fez ao VGC: "Questionado sobre sua reação aos planos dos detentores da plataforma, Inaba disse: 'Tudo bem. E com isso quero dizer, tenho certeza de que as coisas vão se mover mais rápido, os gráficos serão melhores e talvez seja mais fácil com menos tempo de espera ... isso é bom para o consumidor. Mas é mais do mesmo, francamente, comparado às gerações anteriores. Não é nada que seja disruptivo ou super inovador, se você me perguntar. Ele acrescentou: 'O hardware de jogos costumava ser sobre chips personalizados que você não conseguia fazer em PCs. Agora você olha e eles estão apenas pegando coisas que já existem.' 'O Switch, por exemplo, é um Tegra que já existia e os outros consoles estão usando chips e placas gráficas muito semelhantes ao que você vê nos PCs, mas talvez um pouco atualizados. Nada disso parece mais exclusivo para esse hardware.' O chefe da Platinum disse que está mais empolgado com a "inovação" apresentada por plataformas de nuvem, como a Stadia, do Google. 'É difícil ficar empolgado com coisas que já existem, mas foram reaproveitadas até certo ponto', disse ele. 'É por isso que, para mim, coisas como plataformas na nuvem representam inovação e algo muito, muito diferente - elas são plataformas que me empolgam e onde eu sinto que há muito mais inovação acontecendo'. " E você? Acha que teremos mudanças realmente inovadoras e surpreendentes com os lançamentos das novas gerações ou será apenas uma geração mais rápida, bonita, mas sem grandes surpresas? Fontes: Telegraph, VGC
  9. Diretor destaca que objetivo é entregar um título mais atraente aos jogadores para a próxima geração No início do mês, a Square Enix afirmou que o próximo Dragon Quest estava na fase de planejamento. Ao que parece, chegou a hora de “colocar a mão na massa”. A empresa, recentemente, abriu vagas para trabalhar em um título da franquia “para a próxima geração. Estas são para as áreas de planejamento, designer e artistas técnicos. A notícia veio do diretor Takeshi Uchikawa, adicionando que “a etapa de preparativos terminou”. Ele destaca que a equipe de desenvolvimento do décimo primeiro jogo já está inserida no novo projeto. Com isso, ideia de uma sequência ganha força. O objetivo, aponta o diretor, é “entregar um Dragon Quest mais atrativo aos fãs ao redor do mundo”. Ainda não há quaisquer informações oficiais. No entanto, por se tratar de um projeto para o possível PlayStation 5, esse novo game pode demorar bastante a chegar. Vale lembrar que o último da franquia a ser lançado foi Dragon Quest Builders 2, em 18 de dezembro no Japão, e que chegará ao resto do mundo em 12 de julho. Contudo, Dragon Quest é uma franquia de RPG que tem anos e anos de mercado. O seu primeiro título é do fim da década de 80. Por isso, atinge fãs de todas as idades. É uma das séries de maior sucesso da história dos games no mercado japonês. Portanto, dá para entender bem a expectativa em torno de um novo capítulo para sua saga principal. Fonte: meups4 Por Hugo Bastos - 28 de junho de 2019
×
×
  • Criar Novo...