Ir para conteúdo

Marcao_vap_2

Trophy Hunter
  • Total de itens

    839
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Marcao_vap_2 venceu a última vez em Junho 28

Marcao_vap_2 had the most liked content!

Reputação

862 Platina

6 Seguidores

Sobre Marcao_vap_2

  • Rank
    Silver Hunter

Informações Pessoais

  • Nome
    Marcus Alves
  • Idade
    0

Tipo de Jogador

  • Casual
    Sim
  • Hardcore
    Não
  • Garapeiro
    Não

Últimos Visitantes

12.060 visualizações
  1. Dei uma chance: Achei o Crash 4 maçante e chato, meu Deus, que coisa enjoada. Vou dropar da platina com orgulho. Mais alguém teve essa sensação? Olhando agora em retrospectiva no PS1, não sei como tive paciência de jogar os Crash 1 a 3, realmente o que salva na série pra mim é o Crash Bash e o CTR também. Mas esse de fases... putz, que porre. Eu não me importo com dificuldade, acabei de platinar o Curse of the Dead Gods, mas jogo que além de difícil é ruim também, aí não cola. Desculpas a todos que gostaram, mas eu passo longe...

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. hidra13

      hidra13

      Vou confessar: eu não joguei pq acho difícil mesmo, rs. Platinei sofrendo o segundo e o terceiro, o primeiro dropei e o CTR, apesar de adorar jogos de kart racing, não gostei daquela mecânica de sair driftando feito um doido. O 4 está lá, engavetado. Eu adoraria que voltassem com jogos de plataforma que fizeram sucesso no passado como Pandemonium e Sly Cooper, mas, claro, que não fugissem muito daquela jogabilidade clássica.

    3. Yuri_SGA

      Yuri_SGA

      kkkkk o segredo pra mim é intercalando Crash com outro jogo para dar uma relaxada. Tô atrás do 106% no jogo, e já obtive mais da metade das relíquias insanamente perfeitas. Se eu não jogasse outros jogos ao mesmo tempo já teria tacado o console pela janela hahaha

    4. gabricj

      gabricj

      @Marcao_vap_2 esse Crash 4 teve evolução sim. São 4 máscaras que dão poderes que mudam a gameplay de uma forma até que divertida e criativa. Uma delas faz o tempo andar devagar por alguns segundos e outra inverte a gravidade fazendo o teto ser o chão, por exemplo.

       

      Mas claro, o jogo é bem difícil e ficar repetindo infinitamente as difíceis e logas fases é chato mesmo. Eu joguei ele com meu filho pequeno, isso acho que fez ficar mais divertido. Zeramos o game e de vez em quando tento pegar as relíquias insanamente perfeitas (que precisa pegar todas caixas sem morrer). Das 38 fases, já pegamos 10. Mas é óbvio que não vou pegar todas. É realmente muuuito complicado e estressante. Diversas vezes tive vontade de jogar o controle na parede. Me controlo porque estou com o pequeno ao meu lado. É um bom exercício de paciência. O pior seria quando chegasse o momento de ir atrás das relíquias no modo tempo. Cara, isso eu não vou fazer.

       

      Meu filho tem achado divertido liberar as diversas skins. E isso não tem troféu, mas é algo que se conquista indiretamente ao platinar o game, pois precisa das 6 joias de cada fase, ou mais, conforme o jogo avança.

       

      Como já falei, não vou pegar a platina desse jogo pois é muito difícil e passa do meu limite de paciência e tempo disponível para me dedicar.

       

      Porém, eu curti o jogo. E também gostei muito dos 3 primeiros, tanto no PS1, quanto no remaster. Tenho a trilogia platinada e confesso que não achei eles tão difíceis (esse 4 sim é difícil). Sempre que alguém fala que eles são difíceis, eu faço o papel do chato que defende os games e sempre coloco os argumentos de como a trilogia ficou bem mais fácil do que comparado ao PS1. kkkkkk

  2. Dúvida sobre cross-save e cross-play (PS5): Eu tenho o save game desse Crash 4 que veio na plus e tenho também alguns jogos instalados no PS4 (que jogo regularmente), como toda a biblioteca da plus ao longo dos anos. Eu consigo acessar tudo no PS5? Mesmo aqueles que não têm upgrade pra PS5?

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. RafoleteBabalu47

      RafoleteBabalu47

      @Marcao_vap_2 mano, essa sua foto não é do desenho "Total Drama"? curtia demais hehe

      Bom, sobre sua pergunta, sim vc consegue jogar, os jogos que não tem upgrade para o PS5, vc jogará como estivesse em um PS4 Pro, outra, o PS5 só não consegue rodar adequadamente menos de 1% do catalogo do PS4, um deles é o AC Syndicate, platinei-o mês passado e rola uns bugs visuais, nada sério que vá atrapalhar sua jogatina ao ponto de deixar injogável mas era chatinho em alguns momentos, enfim, deixarei aqui a lista dos games que não rodam devidamente no PS5

       

      https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/10/sony-revela-jogos-do-ps4-que-nao-vao-rodar-no-ps5-saiba-quais-sao.ghtml

       

      https://tecnoblog.net/noticias/2020/10/30/ubisoft-avisa-que-nove-jogos-de-ps4-nao-vao-rodar-no-ps5/

       

      Quase esqueci de mencionar, a Ubisoft já está trabalhando em uma melhoria para o AC Syndicate

       

      Passar bem :legal: 

    3. Marcao_vap_2

      Marcao_vap_2

      Valeu pessoal! e @RafoleteBabalu47, sim, é o Alejandro do Total Drama, um dos poucos desenhos que gostei ao longo da vida sem ser anime. Recomendo pra galera, tem na Netflix. Mesmo o dublado não é tão ruim, mas recomendo assistir legendado mesmo, do inglês.

    4. RafoleteBabalu47

      RafoleteBabalu47

      @Marcao_vap_2 não sabia que tinha no Netflix, estou vendo os desenhos da Cartoon Network via HBO Max.

  3. Boas vindas à seção de extras do guia de Curse of The Dead Gods, local onde as principais dicas de jogabilidade da minha experiência estarão descritas, na expectativa de facilitar a sua experiência. Tudo descrito aqui é informativo e não obrigatório para a platina, mas acredite, facilitará absurdamente as coisas. Boa leitura e jogatina! COMEÇANDO O JOGO: Uma noção do que está por vir - Expedição Completa (Normal) Abaixo segue um vídeo com uma expedição completa de minha autoria. Ele é citado algumas vezes no guia e nas dicas abaixo também. Ele não é uma expedição perfeita (sem danos), as armas e relíquias não foram as melhores e nem é um speedrun, mas mostra alguns pontos chave da jogabilidade como acumulando greed kills e ouro, uso do stun lock e vários chefes também são passados sem tomar dano, incluindo 2 dos 3 avatares sombrios. Consulte-o sempre que necessário durante a leitura do guia. A BUSCA PELO MELHOR MAPA: Selecionando uma rota que te seja útil No começo de cada expedição, antes de entrar no templo você será apresentado ao mapa completo, mostrando todas as salas que são possíveis de serem exploradas. Porém, escolher uma sala bloqueará outras no mesmo nível "ou mesmo andar / mesma altura", além de bloquear possibilidades futuras. Isto pode ser contornado se você salvar e sair. De modo geral depois de conseguir armas boas, você quase sempre irá querer ir às salas que têm disponível o upgrade de armas, pois vai aumentar o dano e pode dar mais anexos às armas. Porém, nem sempre os upgrades estão numa mesma rota do mapa, e você se verá precisando escolher entre pegar apenas um deles, ou até nenhum deles, porque as rotas do mapa que são geradas aleatoriamente foram ruins. Então, antes de ir rapidamente escolhendo uma sala sempre que iniciar uma expedição, tome alguns minutos para analisar o mapa com calma e ver se ele tem uma rota mais interessante ou não. Se a grande maioria for ruim, mal posicionada, etc., não se acanhe: na sala principal do templo, aperte options > Salve e e saia. Dê um novo load no save file e um mapa novo vai ser carregado. Repita esta processo até ter um mapa bom para seu interesse. No geral não precisa tentar tantas vezes, até porque 100% perfeito do jeito que você quer praticamente nunca virá. Então, quando estiver de um jeito aceitável, vá com tudo. No vídeo acima (Expedição completa, normal), a rota permitiu que fosse possível enfrentar os 10 chefes, pois eu queria dar uma boa noção da jogabilidade, e este mapa com a rota que permitiu isso só veio após eu fazer este processo e tentar um novo mapa 7 vezes. ENTENDENDO SUA TELA: Para quê serve cada coisa? Aqui é uma versão breve das coisas que você irá perceber de qualquer maneira com o tempo, o objetivo aqui é você não chegar completamente perdido. Somente serão ditas as coisas não óbvias e não explicadas no guia: Tocha: Sua tocha é ativada com . A única função dela é fornecer luz, revelar armadilhas e acender coisas, como fontes de gás e braseiros. Ela é inútil em lutas e para causar dano. Ela nunca pode ser aprimorada; Armas: Tem três tipos - Principal, ativada com , secundária, ativada com e de duas mãos, ativada com . Para trocar de arma, basta dar um ataque qualquer com o botão correspondente. Experimente todas, veja quais se adequam ao seu estilo de jogo. Os atributos estão logo acima da vida, eles influenciam na sua jogada: Constituição (vermelho) dá 50 de vida a cada ponto, Destreza (azul) você causa 2% a mais de dano a cada ponto e Percepção (verde) você recebe e encontra 5% a mais de ouro de todas as fontes. Idealmente, você sempre procurará ter destreza ao máximo, aumentando seu dano de modo geral; Ícone central inferior (Luz / Sombra) - É um ícone que mostra se você está ou não sendo iluminado por qualquer coisa. Várias relíquias e anexos de armas são específicos, por exemplo, aumentando de 10 - 30% o dano na luz, ou de 10 a 45% de dano nas sombras, etc. Então, entender aquele ícone e trabalhar com ele é importante. Além disso, você sempre sofrerá 50% a mais de dano nas sombras, exceto se você tiver alguma maldição ou relíquia que mude essa condição; Barra de maldições - No canto inferior direito, indica como está a sua progressão para ser amaldiçoado, além de mostrar quantas maldições estão ativas. Por padrão cada maldição precisa de 100 pontos sombrios, mas isto pode ser alterado para 120 usando a bênção chamada "Vontade de Sich'al". É uma informação de grande importância que você acompanhará de perto a todo momento, visto que as maldições drasticamente alteram sua jogabilidade; Auxílios divinos - São recursos que podem ser desbloqueados na página de upgrades. Quando completamente comprados, você recebe 10 sempre que começa uma expedição. No final de quase todas as salas haverá um totem ofertando coisas, como armas e relíquias, e se você não estiver satisfeito com as opções ofertadas, você pode usar para trocar para três novas opções, gastando um auxílio divino no processo; STUN LOCK: Batendo mais e apanhando menos! Stun Lock é uma nomenclatura que eu percebi pelos jogadores em vídeos e fóruns sobre o jogo. Ela consiste em "Travar" (lock) e "Atordoar" (stun). Em COTDG, você pode sempre que quiser travar a mira em um inimigo, apertando R3. Porém, esta trava é um pouco ineficaz se tiver muitos inimigos na sala, sem perceber você acaba trocando esta trava ou quando mata um inimigo, ela trava em um outro indesejado, e aí quando você ataca, o ataque vai na direção do inimigo travado e não do mais próximo, por exemplo. Porém, o game tem um sistema de auto direcionamento muito eficaz que você pode usar sem nem mesmo usar a trava. Este sistema funciona da seguinte maneira. Se você não tiver nenhum inimigo travado na mira com R3, e proferir um ataque, será simplesmente um ataque em linha reta. Porém, se houver um inimigo perto, e você direcionar seu personagem, usando o analógico esquerdo, ele vai atacar com muita eficiência o local que você apontar. Em 99,5% das vezes, isso aconteceu corretamente, e na rara vez que falhou (atacou um inimigo que eu não queria), foi porque os inimigos estavam muito próximos. Então, a primeira dica de jogabilidade é: Não use a trava, R3!! Vamos começar com o Sun Lock, efetivamente. O jogo tem muitas armas à sua disposição, ao longo das suas jogadas fique à vontade para testar todas elas e selecionar melhor o seu estilo de jogo. Porém, há um combo de armas específico é altamente eficaz em todos os inimigos e chefes. A garra é uma das armas principais do jogo, seus ataques são com o botão . Ela tem normalmente dano baixo, mas é muito rápida e dá 5 hits em um combo simples completo (, ,,,), onde o último hit é um finalizador que causa dano aumentado. Por ser muito rápida, os ataques e ações da garra sempre podem ser interrompidas, seja para desviar, defender ou usar outra arma, o que não é possível com armas mais robustas como chicotes e armas pesadas. Então, a garra sempre é uma boa opção para fugir de possíveis ataques. Além disso, sempre que um inimigo não estiver fazendo nenhuma ação ou atacando, não importa qual inimigo seja, o primeiro hit da garra é um atordoamento garantido (stun). Atordoamentos costumam durar 2 ~ 3 segundos. A pistola é uma das armas secundárias do jogo, seus ataques são com o botão . Não gostei da jogabilidade das pistolas separadamente, elas são lentas, os tiros eficazes precisam ser carregados e suas ações sempre consomem 1 vigor. Porém, ela tem uma vantagem com todas as armas principais: Ela possibilita o combo da mão contrária. Este combo da mão contrária é um ataque poderoso, em forma de cone, que dá dano em área aumentado (e que no mundo perfeito a arma terá um anexo que diz: "O combo da mão contrária causa dano crítico"), consumindo 1 vigor. Em inimigos comuns, os combos da mão contrária sempre vão interromper ações e ataques, com exceção da destruição de projéteis caso já tenham sido lançados. Se o inimigo estiver na iminência de lançar o projétil, mas ainda não tiver lançado, é interrompido, por exemplo. Em chefes, o único ataque que o combo da mão contrária não interrompe é o avanço e golpes de pulo na cabeça, além de projéteis já lançados. Então, o combo da mão contrária sempre causa atordoamento garantido (stun). Para fazer o combo da mão contrária, é preciso que seja dado no mínimo um ataque básico com a arma principal e depois um ataque secundário, com a pistola. O combo da mão contrária completo com a garra, por exemplo, é , ,,,. Então, a segunda dica: O combo da mão contrária de garra + pistola atordoa frequentemente. Agora, juntemos as duas dicas marcadas em vermelho: Sempre ataque um inimigo com a garra, se ele não estiver atacando, ele será atordoado por 2 segundos. No último ataque da garra, faça o combo da mão contrária com a pistola o inimigo será atordoado por mais dois segundos (Stun). Junto a isso, mantenha sempre o direcional na direção do inimigo, isto irá travar nele automaticamente (Lock). Juntando estas duas coisas, temos o Stun Lock, que só funciona nesta combinação: Garra + Pistola. O Stun lock permite ficar atacando um inimigo por muito tempo, enquanto você tiver vigor, sendo comum 5 vezes, o limite de vigor padrão do jogo. Depois, você precisará por um tempo curto para o vigor voltar, então nesta janela, fuja dos inimigos ou defenda-se. Voltando o vigor, recomece! Parece simples, mas faz total diferença no jogo, e, na minha visão, o Stun Lock é obrigatório para quem quer platinar, pois facilita demais bater nos chefes e em vários casos só precisar desviar uma vez antes de matá-los. Como o atordoamento é frequente, com a build correta arrancar 50% ou mais da vida do boss antes de ele sequer dar o primeiro o ataque será uma realidade cada vez mais frequente. A maior dificuldade na maioria das vezes com essa build é, acredite, conseguir uma pistola e garra muito boas e com sinergia, porque os atributos das armas são aleatórios. Mas, independente disso, sempre que houver uma garra e pistola o Stun Lock é possível. Nada melhor que um vídeo para mostrar como funciona. Veja abaixo (mostrar conteúdo oculto) um vídeo de minha autoria onde enfrento o último chefe, Clovis Pardieux, sem tomar dano na dificuldade normal (buscando o troféus Memórias) e com build Stun Lock. Neste vídeo, eu busquei sinergia e busquei relíquias que aumentassem bastante o dano. Repare que na primeira fase, o chefe dá apenas um ataque de cabeça em 50% da vida, e depois morre. Na segunda fase, ele ataca duas vezes, também com ataques de cabeça, e morre. Este é o potencial da build: Muito tempo batendo e pouco tempo sendo atacado. Neste exemplo, o último chefe morreu atacando apenas 3 vezes. SALVAR E COPIAR: Repetindo algumas vezes, mas não tanto Em COTDG, sempre que você entra em uma sala, é possível salvar e sair, desde que você não faça nada na sala. Isto é válido mesmo para a sala dos altares, antes de enfrentar o Clovis Pardieux. Se você desligar o console depois de salvar, e ligar depois, você volta daquela sala em que salvou. Para achar essa função, aperte o menu de pausa em options, e vá na última aba, chamada sistema, a opção estará lá. Mas se você der 3 passos para frente depois de entrar na sala, ou usar a esquiva (R2), enfim, tomar ações já cancela essa função e ela some do menu. Isto está sendo dito porque este é um recurso do qual você deve abusar sempre que achar necessário. Veja o principal uso deste recurso: Digamos que você está em jogo e acumula armas e relíquias boas, e então na busca do troféu Memórias, você está prestes a enfrentar o avatar da águia, um boss bem chato. Como quer o troféu memórias, você sabe que deve matá-lo 10 vezes sem tomar dano e lá vai você tentar. Porém, no primeiro ataque do chefe, um avanço rápido, você vacila e já tomou um hit. Lá se vai toda a boa build montada, fora repetir toda a fase para uma nova chance, correto? Não com o salvar e copiar. Na busca pelo troféu memórias por exemplo, quando a situação acima acontecer com você, imediatamente quando entrar na sala do chefe, pause, salve e saia. Você deverá então copiar o save game para um pendrive ou na nuvem da plus (neste caso, desative o upload automático). Depois que a cópia do save antes de enfrentar o avatar da águia estiver seguro na nuvem ou pendrive, volte a jogo e enfrente o avatar da águia. Deu tudo certo? Passou sem tomar dano? Perfeito, requisito 1 de 10 sem tomar dano concluído, mantenha o seu save normalmente (deixe o game salvar depois de passar o boss para registrar) e repita mais 9 vezes, depois vá para o próximo chefe. Deu errado? Tomou dano no boss? Sem problemas, saia do jogo imediatamente e copie de volta o seu save game, restaure-o no console. Assim, você voltará antes do avatar da águia. Repita quantas vezes for preciso até contabilizar a tentativa. Verdade seja dita: É bem chato ficar toda hora fechando o game para poder acessar o save file, mas é bem menos sofrido do que recomeçar toda santa vez. E claro, isto pode ser usado para toda e qualquer sala. Queria uma relíquia específica e ela não veio, usou todos os auxílios divinos? Preveja essa possibilidade e antes de começar a sala de relíquias, salve e copie. Enfim, use para o que precisar, chefes, desafios de baú, desafios de ouro, para tudo. GERENCIANDO VIGOR E MALDIÇÕES: Tarefa simples com impacto máximo Em COTDG, o vigor é o que te permite fazer as ações mais significativas, ações estas que se você tivesse infinito por exemplo, as coisas seriam muito, mas muito mais fácil. Vigor é utilizado para desviar / esquivar (L2), dar ataques com armas de duas mãos e em finalizadores de combos. Sim, só 3 coisas, mas desviar vai ser o seu comando mais usado depois de atacar com, provavelmente. O maravilhoso Stun Lock, por exemplo, não é ilimitado porque consome 1 vigor por combo da mão contrária. Então, saiba que é preciso gerenciar o vigor. Tantas e tantas vezes dano foi tomado e mortes aconteceram simplesmente porque não tinha vigor para desviar, ou porque estava focado demais em bater, ou usei antes para correr pelo mapa, etc. Talvez seja interessante sempre manter 1 de vigor para uma situação de emergência, em que você precise dar aquela desviada para não tomar o dano do chefe no troféu Memórias. Enfim, você determinará isso, mas saiba que um bom gerenciamento de vigor fará a diferença na sua jogada de modo que a sua platina poderia facilmente vir em 50h, em vez de 70h, por exemplo, onde a economia de 20h foi simplesmente por gerenciar bem o vigor e não tomar tanto dano, nem morrer tantas vezes. A recuperação de vigor se inicia sempre que você fica 2 segundos sem atacar ou esquivar, um a cada vez. O vigor completo (do 0 ao 5), se recupera em 4 segundos aproximadamente, desde que você não ataque ou desvie. Você também recupera 1 vigor sempre que fizer uma esquiva perfeita (no último momento) e/ou acumular um greed kill e 2 vigor sempre que causar uma defesa perfeita. Existem bênçãos, relíquias e maldições que afetam estes valores, fique atendo a tudo para experimentar o que funciona melhor para você. O gerenciamento das maldições também é de extrema importância. Em um primeiro momento, você talvez terá a ideia errônea que as maldições são algo ruim. Elas são, na verdade, uma aposta de sorte. Primeiro de tudo: Idealmente, você deve enxergar as maldições como uma fonte de oferta nos totens, em vez de ouro. Não pense nelas como "algo que vai arrebentar meu gameplay", apesar de algumas realmente serem uma droga completa, mas pense nelas como efeitos temporários e completamente gerenciáveis, especialmente à medida em que você pega mais experiência no jogo. Você verá que elas não são de todo mal. Bom, as maldições são inevitáveis, tem algumas muito ruins (ex: reduz vigor, gera inimigos adicionais), tem algumas médias (ex: todas as armadilhas estão ativas, a esquiva é mais longa), mas tem umas que são boas, dependendo da situação (ex: Se você estiver quase morrendo, tem uma que em vez de te dar ouro nos greed kill, vão te dar vida) e tem uma única que (eu considero) sempre excelente, onde você ganha velocidade de movimento permanente, e tudo fica um pouco mais fácil. Quase todas, porém, tem um ponto alto e outro baixo. Por exemplo, esta que dá velocidade de movimento, este é o ponto alto. O ponto baixo é que enquanto você não matar 30 inimigos, você sofre 50% a mais de dano. Mas depois que mata os 30 só sobra a velocidade de movimento e isto é algo que você nunca vai querer remover. Então, gerenciar as maldições é importante neste sentido: Os efeitos podem ser positivos, e você não deve ter receio de pegar as maldições para trocar por benefícios em armas, relíquias, atributos e upgrades. De modo geral, você ter o máximo de dano possível sempre vai valer mais que qualquer outra coisa, exceto se você for morrer no jogo. Mesmo a maldição final, que é a pior de todas, nem sempre deve ser temida. Houveram uma meia dúzia de casos onde eu intencionalmente peguei a relíquia amaldiçoada que dá +40 em todos os atributos quando se sofre a maldição final, e aí neste caso intencionalmente peguei a maldição final. Teve um único caso que eu tinha duas dessas relíquias, aumentando 80 pontos em todos os atributos, ou seja, 160% a mais de dano, 4000 a mais de vida e 400% a mais de ouro. GERENCIE BEM SUAS MALDIÇÕES!!!!! JUNTANDO OURO: Sua habilidade um pouco mais refinada Como dito na descrição do troféu Avidez, sua principal fonte de ouro será matar os inimigos e acumulando os greed kills. Voltando mais para o late game e segunda jogada, você já precisará ter melhor domínio das lutas e padrão dos inimigos. Greed kills x10 serão uma mera formalidade e o desafio será manter greed kills x30, x50, x80, x100, etc. No acúmulo de ouro, três ferramentas (não necessariamente usadas todas juntas) podem te ajudar: Acumule percepção (5% a mais de ouro por ponto de atributo); Use pelo menos uma relíquia que aumente a duração do greed kill em 200%; Use a bênção "Auxílio de Sich'al" (+5 percepção | 1000 de ouro inicial); Use a bênção chamada "Fome reptiliana", que junto com a bênção "Graça da tempestade" está entre as melhores bênçãos do jogo. A fome reptiliana além de manter seu greed kill sem zerar enquanto você está fora de combate, aumenta seu dano para cada greed kill em 1%, até o máximo de 50%. Acredite, passando ali dos greed kills x20, a diferença no dano já é facilmente notada, os inimigos morrem mais depressa, então a fome reptiliana é praticamente uma benção de uso obrigatório. Você pode usá-la assim que comprá-la, mas ela custa 200 crânios de cristal e para ela ser efetiva você não pode tomar dano frequentemente, então ela é aliada com uma habilidade já mais refinada, coisa de late game e segunda jogada pra frente. No vídeo acima de minha autoria de expedição completa (normal), consegui juntar 24 mil em ouro. Mas ao ver o vídeo, note que não foi uma partida tão perfeita, houve algum acúmulo de greed kills, sim, mas também houve acúmulo de percepção. O plano nesta expedição era juntar 25 mil de ouro: 15 mil para os altares antes de enfrentar o Clovis e deixar 10 mil de ouro para uma relíquia específica que dá 6% de aumento no dano para cada 1 mil de ouro disponível (máximo 10 mil de ouro | 60% de dano). Porém essa relíquia nem veio nas ofertas de relíquias aleatórias e o ouro ficou sem uso mesmo . ESPADA DE CONJUNCTIVIUS: A expedição com jogada perfeita A Espada de Conjunctivius é a arma amaldiçoada de maior dano no jogo. Para liberá-la, você precisa de 100 anéis de jade, e então basta ir à pagina / menu de upgrades. Depois disso, ela tem 10% de chance de aparecer nos altares que estejam aprimorados até o nível 5. Quando você cogitar usar esta espada, você partirá para o tudo ou nada: É uma expedição de alto risco e alto dano, visto que um único hit de qualquer inimigo te mata na hora. Armadilhas não matam na hora, apenas inimigos. Vamos às generalidades: Os inimigos comuns mais fortes de todos aparecem antes dos avatares, os elites tem algo em torno de 600 ~ 750 pontos de vida. Se estiver bem upada, quando você chegar lá estes inimigos poderão morrer com um único ataque carregado. A espada de Conjunctivius começa, sem você ter nada, com 45 de dano. Os ataques carregados e finalizadores da espada causam cerca de 2 a 3 vezes o dano base da espada. Logo na primeira sala, quando você enfrentar os inimigos mais básicos, qualquer ataque carregado irá matar o inimigo na hora, ou então deixá-lo por 1 hit apenas para matar. Lembre-se: Você morre por 1 hit, então que se dane a constituição. Foque em destreza. Você morre por 1 hit, então supondo uma expedição completa (enfrentando o Clovis), você pode profanar o altar do jaguar e logo só precisa juntar 10 mil, pode sacrificar um pouco de percepção, foque em destreza. Escolha relíquias de dano máximo. Vá sempre nos upgrades de arma e suba o nível somente da espada de Conjunctivius, e nada mais. Se tudo der certo, você poderá causar perto de 1500 de dano no finalizador da espada, e matando o último chefe com apenas 4 combos simples de é , ,,. Vai encarar? Quer ver como seria? Segue o vídeo: AGRADECIMENTOS: Comunidade MyPST! Meus sinceros agradecimentos à staff da plataforma MyPST! Eu tenho uma noção muito básica de programação em C, mas sou um completo leigo em HTML. Mesmo assim, aprendi bastante no desenvolvimento deste guia, além de ter produzido um guia do qual gostei bastante, tudo graças aos excelentes tutoriais (inclusive com vídeo) por parte dos analistas de guias, com códigos de programação claros e fáceis de entender.
  4. Passe o mouse sobre a imagem para ler um curto trecho do review da IGN sobre o jogo Curse of the Dead Gods (minha tradução livre). .cont { position: relative; display: flex; align-items: center; flex-direction: column; padding: 5px 0; } .cont .caixa { position: relative; width: auto; height: auto; box-shadow: 0px 0px 0px black; transform-style: preserve-3d; } .cont .caixa .imgBx { position: absolute; transform: translateZ(0px) scaleY(1); } .cont .caixa .img2Bx { position: relative; } .cont .caixa:hover .img2Bx { transform: translateZ(0px) scaleY(0); } Guia de troféus: Curse of the Dead Gods | Review completo - IGN Introdução Sobre o jogo RoadMap Troféus Negação | Abnegation Enganação | Deception Libertação | Deliverance Memórias | Memoirs Restauração | Restoration Tentação | Temptation Crueldade | Cruelty Vaidade | Vanity Ganância | Avidity Diligência | Diligence Devoção | Devotion Coleção | Collection Insanidade | Insanity Invulnerabilidade | Invulnerability Onipotência | Omnipotence Clarividência | Clairvoyance IIniciação | Initiation Força | Strength Resistência | Toughness Nobreza | Nobility Engenhosidade | Invention Percepção | Awareness Depravação | Depravity Curiosidade | Curiosity Fé | Belief Exumação | Exhumation Ensaio | Essay Domínio | Mastery Avidez | Greed Alívio | Eelief Poder | Power Extras Dificuldade Estimada do Jogo: 96.8/100 * Pontos de dificuldade: 8592 * Tempo Aproximado de obtenção dos troféus: 40 a 80 (ou mais) horas - O jogo é 90% dependente de habilidade. Os outros 10% são sorte nas explorações das expedições Offline: 15 | 10 | 5 | 1 Troféus que você pode perder: Não há troféus perdíveis Mínimo de Jogadas: 2 na história e muitas (cerca de 50 ou mais) repetições de expedições (ou fases) específicas A dificuldade afeta os troféus: Sim, é preciso finalizar o game nas expedições (ou fases) no modo normal e depois no modo difícil. O modo difícil somente é liberado depois de terminar no modo normal Troféus Bugados: Não há relatos Cheats impedem troféus?: Sim, em hipótese nenhuma deve-se ativar qualquer função do modo assistente, caso esteja buscando troféus. Ativar o modo assistente marca o jogo salvo de modo que daquele ponto em diante qualquer troféu fica permanentemente bloqueado. O próprio jogo informa isso ao se acessar a opção do modo assistente. * Estes valores podem variar conforme o tempo e crescimento da base de dados. Boas vindas ao jogo Curse of the Dead Gods, abreviado COTDG, um jogo de ação estilo roguelike, desenvolvido pela Passtech Games e publicado pela Focus Home Interactive, lançado em 23 de fevereiro de 2021. O jogo é conhecido como roguelike por ter uma proposta similar ao clássico game dos anos 80 chamado "Rogue: Exploring the Dungeons of Doom", que consiste em exploração de masmorras curtas, geradas aleatoriamente, comumente de alta dificuldade e necessitando de várias repetições para finalização do jogo. Curse of the Dead Gods foi dado na PS Plus em maio de 2022. Depois, em junho com o lanaçamento de novos planos, até o momento (julho / 2022), não consta como disponível no catálogo de jogos para planos PS Plus Extra e Deluxe. Em Curse of the Dead Gods, você assume o papel de Caradog McCallister, um explorador de ruínas antigas que é obcecado por tesouros infinitos, poderes divinos e, como se isso não bastasse, a busca pela imortalidade. Isto te leva ao templo de Xbeltz'aloc - o deus da morte, que escravizou os 3 deuses dos homens - T'amok, o deus Jaguar, com promessa de invencibilidade e invulnerabilidade aos seus seguidores; Yaatz, a deusa águia, com promessa de poder letal ilimitado e por fim Sich'al, a deusa serpente, prometendo visão divina e sabedoria, além de mais riquezas e maravilhas do que a mente poderia compreender. Xbeltz'aloc alega ter prendido estes deuses porque era fundamental que os homens mantivessem sua humanidade, o que não estava acontecendo dadas as ações dos 3 deuses com seus adoradores. Assim, o templo aprisiona todos aqueles que buscam a adoração destes deuses na busca das suas promessas, em ciclo infinito de dor e morte, enquanto desafiam tudo aquilo que o templo labiríntico lançar em seu caminho. Fonte: Minha autoria com base na leitura do conteúdo escrito dentro do jogo; Wiki Fandom do jogo. Segue o trailer de lançamento oficial do jogo: A obtenção da platina em Curse of the Dead Gods é obtida em três passos, que apesar de serem apenas três, serão grandes desafios. Antes de ir para os passos, segue o primeiro e mais fundamental aviso sobre o game: Esta não é uma platina fácil, e nem rápida. O velocista no portal tem um tempo de 9 dias, 3 horas e 51 minutos. Atualmente (julho / 2022), no registro do portal Mypst, apenas 21 pessoas têm essa platina, das mais de 700 que têm o jogo, ou seja, apenas 2,90% têm a platina. Comparando outras bases de dados, como a da PSN profiles, o número se agrava, apenas 1,64% têm a platina, menos de 300 pessoas dos mais de 17 mil jogadores. Porém, não deixe estes números te desanimarem, apesar de bem difícil, com persistência e paciência, a platina é bem possível. Venha se juntar à elite de jogadores que tem essa platina na sua conta!!! ATENÇÃO: Antes de começar o passo 1, certifique-se primeiro de conferir a seção "Extras", onde dicas cruciais e fundamentais de jogabilidade estarão descritas. Depois, volte e se empenhe em ler este roadmap em sua totalidade. Se precisar de algum troféu específico, na descrição de cada troféu haverá informação com grau máximo de detalhe, não deixe de conferir. Por fim, este guia foi criado quando o jogo estava na sua versão 1.24.4.6 (no menu principal, canto inferior direito mostra a versão). Se você está com essa versão, ótimo, tudo aqui é aplicável. Apenas esteja ciente que podem ocorrer updates no futuro onde algumas coisas descritas aqui deixem de funcionar. PASSO 1: Jogar no modo normal, passando pelas 10 primeiras expedições e enfrentando na última delas o campeão da morte, Clovis Pardieux. Mais fácil falar do que fazer, este primeiro passo consiste em jogar as fases logo de cara. Ao iniciar com um save em branco, você terá no início um tutorial que explica as mecânicas mais básicas, como os ícones na tela e principais comandos. Concluir este tutorial garante o primeiro e mais fácil troféu do jogo, o Iniciação | Initiation (1/31). A experiência mais "amigável" do jogo consiste na introdução ao templo do jaguar, a fase chamada "Perseguição do caçador de sangue", onde os inimigos e chefe são os mais fáceis, além das armadilhas do templo serem as mais simples. Mesmo assim, você provavelmente morrerá algumas vezes antes de finalizar. À medida em que joga, você também se familiarizará com o templo e com os inimigos, bem como os chefes. Jogar e eventualmente finalizar a introdução ao templo do jaguar te dará uma boa noção do que é o jogo, conquistando o troféu Força | Strength (2/31). Repetir estes processos para a introdução ao templo da águia e da serpente, garante os troféus Nobreza | Nobility (3/31) e Percepção | Awareness (4/31). Depois de concluir estes troféus, e a prazos regulares de tempo, ficarão disponíveis também os eventos. Simplesmente iniciar um evento dará o troféu Curiosidade | Curiosity | (5/31). Você pode tentar concluir o evento, mas dificilmente conseguirá visto que os eventos consistem em visitas completas ao templo, o que você não terá tanto conhecimento ainda no início. Nada te impede de efetivamente concluir o evento além da sua própria habilidade, mas na ideia de sofrer o mínimo possível, concluir eventos são recomendados no passo 2 deste roadmap. Neste ponto, você também já foi apresentado pelo jogo ou já explorou a página de upgrades disponível na entrada do templo, apertando R1 na caveira encravada no chão da sala. Aqui será possível concluir alguns troféus simples, como o Fé | Belief (6/31) e também o Exumação | Exhumation (7/31). Seguindo nas fases, ao concluir as três fases iniciais, você deve partir para as três fases "nível 2", enfrentando os 2 campões do jaguar, da águia e da serpente, na ordem que você quiser. Também mais simples de falar do que fazer, você também precisará de várias tentativas, e também é introduzido aos inimigos de elite, versões mais poderosas dos inimigos normais, que contém ataques extras ou mais potentes em relação às suas versões comuns. Inimigos de elite têm um brilho vermelho nos olhos, é muito fácil identificá-los. Daqui em diante, armadilhas também causam mais dano, e aparecem com mais frequência. O objetivo é sempre persistir, inclusive aprendendo a lidar com os novos inimigos e também com o segundo chefe. O primeiro campeão de cada fase será o chefe que você já conheceu antes e o segundo será um novo, mais difícil que o primeiro. Passar as três fases nível 2 garantem os troféus Engenhosidade | Invention (8/31), Depravação | Depravity (9/31) e Resistência | Toughness(10/31). Quando tiver conquistado estes três troféus, é altamente provável que também já tenha ganho o Avidez | Greed (11/31). Seguindo com o jogo, agora você irá encarar o templo completo de cada deus, enfrentando os avatares sombrios da do jaguar, da águia e da serpente. É coisa complicada, mas com relação às fases que você já conhece, é um aumento de dificuldade. O mapa terá mais salas, e antes de enfrentar os avatares sombrios, você precisará primeiro em cada templo enfrentar os outros dois chefes que você já conheceu antes. Para chegar aqui você já vai ter algumas horas (± 10 ~ 15) de jogo e para finalizar estas fases serão necessárias várias tentativas, você deve termina-las por volta das 25h de jogo. Todos estes tempos são referência e poderão ser maiores ou menores de acordo com sua habilidade. Assim que terminar as três, os troféus Crueldade Z Cruelty (12/31), Vaidade | Vanity (13/31) e Ganância | Avidity (14/31) são garantidos no processo. A próxima etapa é enfrentar a última fase no topo da pirâmide, chamada "O despertar dos deuses mortos", primeira oportunidade para enfrentar o chefe Clovis Pardieux. Como você espera (ou deveria esperar), a dificuldade aumentou ainda mais. É uma fase única onde você obrigatoriamente passa pelos três templos e enfrenta os três avatares sombrios. Os outros chefes (1º e 2º campeões de cada templo) são opcionais e é possível pegar rotas em que não precisa lutar com eles, mas enfrenta-los pode ser interessante caso você precise se livrar de alguma maldição específica. Tirando o último chefe no final da fase, não há novidade aqui em termos de fase e inimigos, será coisa que você já está habituado. Nesta fase, bem como todas as salas completas que você enfrenta o Clovis, a corrupção (pontos sombrios sofridos) no templo aumenta, passando dos 20 habituais para 30. Antes de enfrentar o Clovis Pardieux você verá pela primeira vez os altares dos deuses, que você pode profanar, equilibrar ou glorificar, requerendo certa quantidade de ouro para cada ação (informações sobre os altares podem ser encontradas nas dicas do troféu "Enganação"). Supondo que você irá buscar glorificar todos os altares, que é sempre a melhor opção, você precisará juntar ouro ao longo da fase, então serão poucas (ou nenhuma) as ofertas de ouro na fase, então aqui é uma ótima oportunidade para garantir o troféu Insanidade | Insanity | (15/31). Após as prováveis várias tentativas, você eventualmente conseguirá finalizar o chefe Clovis Pardieux, e garantir o troféu final deste primeiro passo, o Enganação | Deception (16/31). Se precisar de alguma ajuda em vídeo ou referência, consulte a seção "Extras", onde você pode encontrar uma o vídeo da Expedição Completa (normal) de minha autoria, além de dicas valiosas como a build Stun Lock. Consultar os troféus específicos também terá dicas para facilitar suas conquistas. PASSO 2: Jogar o game no modo difícil, as 6 expedições finais restantes. Parabéns por chegar até aqui. Não foi fácil, com certeza, mas é agora que o caldo engrossa! Antes de iniciar as expedições especificamente, saiba que agora você já tem calibre para terminar 10 eventos e garantir o troféu Diligência | Diligence (17/31). Aí você quem sabe, use a dica do troféu para completar todos os eventos de uma vez ou então enfrente poucos eventos por dia. Enquanto realiza os eventos, como sua noção do jogo já está boa, você pode também conseguir o troféu Domínio | Mastery (18/31). Vamos partir para as expedições em si. Esta jogada no difícil e completar os chefes é algo complicado. Pode considerar que irá repetir o dobro de vezes que você jogou no normal, bem a quantidade de vezes que morrerá. O modo difícil só é liberado depois de conseguir passar as 10 fases anteriores, na dificuldade normal. Você pode alternar entre as fases normais e difíceis apertando . Falando das expedições especificamente, não há nada novo: Os chefes, armadilhas e inimigos você já conhece. O que muda é essencialmente a reação dos inimigos e os danos base do jogo. Nas três fases base do modo difícil, são expedições completas aos templos do jaguar, águia e serpente. Você não enfrentará o Clovis nestas três. Porém, nestas três todo o dano sofrido é maior, só tem uma única chance de sala de cura garantida, as armadilhas causam bem mais dano, e os elites vão atacar com mais frequência. Quatro modificadores com impacto absurdo, tenha paciência, pois você repetirá demais. Mesmo assim, eventualmente conseguirá passar dos três templos. Na sequência, começam as três últimas fases, todas são visitas completas ao templo, como a última fase do modo normal. Na primeira delas, chamada "O Julgamento de Clovis", a diferença é que os quatro modificadores antes citados estarão ativos, o que no modo normal não estão. Aqui nesta fase, é o local perfeito para fazer os troféus Poder | Power (19/31) e Alívio | Relief (20/31), visto que mais do que nunca você irá enfrentar chefes e irá buscar os melhores upgrades e relíquias, sofrendo maldições frequentemente, inclusive a última maldição. Em algum momento por aqui, também deverá já destravar o troféu Ensaio | Essay (21/31), mas que de qualquer maneira virá naturalmente com o tempo. Também será por volta desta expedição que você terá mais oportunidades e mais facilmente conseguirá os troféus de atributos, visto que você procurará sempre glorificar o altar de Sich'al e irá subir o nível das relíquias, ganhando pontos de atributo, então virão os troféus Invulnerabilidade | Invulnerability (22/31), Onipotência | Omnipotence (23/31) e Onisciência | Clairvoyance (24/31). Consulte sempre as dicas dos troféus específicos caso precise de mais ajuda em algum deles. Seguindo, chegamos à penúltima fase, chamada "A provação de Xbeltz'aloc". Ainda complicadíssimo, é a mesma coisa de antes, você passa por todos os templos e enfrenta o Clovis. A diferença agora é que, além de acumular os quatro modificadores "padrões" que foram citados antes, o dano aumenta ainda mais de inimigos e armadilhas, além do que até os inimigos normais agora te atacam com mais frequência. Esteja ciente: Isto arrebenta o jogo, a esperança começa a querer ir embora nessa hora... o problema são os inimigos normais, batem muito mais agora (tanto em frequência quanto em dano). Mas, também é possível, basta persistir. Esta foi a fase que mais precisei repetir no game inteiro até finalmente me habituar, foram tantas repetições que aqui finalizei o desbloqueio de vários troféus, e provavelmente será o mesmo para você, caso não os tenha desbloqueado antes. São os troféus Devoção | Devotion (25/31), Coleção | Collection (26/31) e também os troféus Restauração | Restoration (27/31) e Tentação | Temptation (28/31), sendo o troféu Tentação facilitado por ter conseguido também o troféu Restauração. Agora você chegou à última fase do jogo, "A revelação de Xbeltz'aloc". É uma fase difícil, afinal além de acumular todas as dificuldades e modificadores das fases anteriores, mais uma vez inimigos e armadilhas têm dano aumentado, você sofre o dano máximo do jogo aqui e não podemos esquecer do "bônus" de já começar a fase com uma maldição ativa, exclusividade desta expedição! Novamente, morrerá bastante, cerca de 4 ou 5 ataques são o bastante para drenar todos os seus 1000 pontos normais de vida. O segredo é a paciência e a persistência. Com o tempo, você finalmente vencerá o Clovis Pardieux pela última vez pelo modo história, e assim conquistará o troféu Libertação | Deliverance (29/31). No fim desta etapa, não estranhe caso você esteja com umas 50 ou mais horas de jogo. Atenção a um detalhe importante: Finalizar esta última expedição e conquistar este troféu irá também liberar (não completar) a última entrada do bestiário para o Panteão, que é terminar a última expedição duas vezes seguidas, no modo difícil. É extremamente recomendado que você na sequência jogue, e obrigatoriamente ganhe esta expedição mais uma vez, completando a última entrada do bestiário. Todas as outras entradas do bestiário podem ser completadas no normal, exceto a última do Panteão. Reforço novamente: Não jogue outra fase após a última no modo difícil, repita a última e ganhe uma segunda vez. Use Stun Lock + Salvar e Copiar, veja as informações na seção "Extras". Parabéns, você zerou o jogo Curse of The Dead Gods, e quase já conquistou a platina no processo! PASSO 3: Dedicação total ao troféu Memórias, sua habilidade neste jogo refinada em grau máximo! Eis o troféu mais longo, difícil e demorado do jogo, mas que por incrível que pareça, já foi bem amaciado pelos dois passos anteriores do roadmap. A primeira coisa que você deve fazer agora é conferir o seu bestiário, identificar quais entradas faltam e os requisitos, e então começar a encará-los, repetindo expedições sempre no normal (que é bem mais fácil do que no hard). Lembre-se de ir na expedição que melhor te dá chances de encontrar os inimigos, ou seja, se faltar no bestiário entradas da aba "Serpente", repita a terceira fase do templo da serpente no normal, pois somente virão inimigos do templo da serpente. Para as entradas no bestiário da aba "Panteão", serão ações relacionadas ao Clovis na sua maioria, então repita a última expedição no modo normal, chamada "O despertar dos deuses mortos". Se sua curva de jogo for parecida com a minha, você terá em torno de uns 60% do bestiário totalmente completo, faltando com toda certeza os chefes e os inimigos de elite mais raros, os que estão com o nome sublinhados no troféu Memórias. Agora, é hora de ter já gravado na mente o conceito do "Stun Lock" e do "Salvar e Copiar", descritos na seção extras, principalmente nas lutas contra os chefes. Consulte as dicas descritas no troféu Memórias, lá está com grau máximo de detalhe. E outro ponto importante: Faça o máximo possível para não tomar dano dos inimigos de elite raros, pois comigo por exemplo aconteceu de ter finalizado os bestiários de todos os chefes e ainda precisar repetir expedições para farmar os inimigos de elite pendentes, o que foi bem chato visto que há pouquíssimos deles por fase. Assim, você finalmente completou o jogo em sua totalidade, ganhando o troféu Memórias | Memoirs (30/31) e a sua suada platina, Negação | Abnegation (31/31). .wrap{ margin-top: 50px; margin-bottom: 50px; perspective: 1000px; perspective-origin: 50% 50%; } .cube{ transform-style: preserve-3d; width: 150px; height: 150px; margin: auto; position: relative; } .cube img{ position: absolute; opacity: 0.9; } .cube img:nth-child(1){ transform: rotateY(0deg) translateZ(75px); } .cube img:nth-child(2){ transform: rotateY(90deg) translateZ(75px); } .cube img:nth-child(3){ transform: rotateY(180deg) translateZ(75px); } .cube img:nth-child(4){ transform: rotateY(-90deg) translateZ(75px); } .cube img:nth-child(5){ transform: rotateX(90deg) translateZ(75px); } .cube img:nth-child(6){ transform: rotateX(-90deg) translateZ(75px); } @keyframes loop{ from {transform:rotateX(0deg) rotateY(0deg);} to {transform:rotateX(360deg) rotateY(360deg);} } .cube{ animation: loop 10s linear infinite; } Negação | Abnegation [topo] Conquiste todos os outros troféus Como toda platina, conquiste todos os outros troféus e este será desbloqueado. Esta é uma platina onde é preciso repetir muitas vezes as mesmas fases, mas elas são curtas, cada fase dura em torno 20 a 50 minutos, dependendo de qual é selecionada. Persistência, paciência e alguma habilidade são a chave para a platina de Curse of the Dead Gods. Enganação | Deception [topo] Derrote Clovis Pardieux, Campeão da Morte Troféu relacionado à história Este troféu virá na última expedição da sua primeira jogada, ainda na dificuldade normal. Ele é automático para quem busca a platina, visto que você deve passar todas as fases para platinar. Você deve vencer o chefe, não importa a maneira, tomando dano ou não. A primeira fase que você tem a possibilidade para enfrentar o Clovis é a "O Despertar dos Deuses Mortos", no topo da pirâmide de fases que só fica disponível depois de passar as 9 fases anteriores. Para enfrentar o Clovis, você deve primeiro passar pelos três templos e obrigatoriamente passando pelos 3 avatares sombrios, do jaguar, da águia e da serpente. Os outros 2 campeões de cada templo são opcionais, mas pode ser interessante enfrentá-los visto que eles permitem eliminar uma maldição. Antes de enfrentar o Clovis, você encontrará os altares dos deuses. Você deve, obrigatoriamente, profanar, equilibrar ou glorificar cada um dos três altares, podendo ser uma coisa em cada altar (ex: Glorificar T'amok, equilibrar Yaatz e glorificar Sich'al). Para isso, apenas ouro é válido. Profanar não gasta ouro, mas dará desvantagem na vida, nas armas e nas relíquias. Equilibrar custa 2500 de ouro e irá curar ou causar dano, aprimorar uma arma e relíquia ao passo que prejudica outras. Por fim, glorificar irá curar 100% da vida, aumentar o nível de todas as armas e todas as relíquias, mas custa 5000 de ouro cada altar. Glorificar é com certeza a melhor opção antes de enfrentar o Clovis, porém juntar todos os 15000 de ouro necessários ao longo do templo irá requerer habilidade. Vencer o Clovis irá requerer algumas tentativas. Ele é o único com duas barras de vida, e você o enfrenta primeiro no modo normal. Neste modo, ele tem apenas 4 padrões de ataque, sendo explosões sombrias no chão, um feixe em linha reta de energia sombria, invocar inimigos normais (grande quantidade) ou de elite (pequena quantidade) e por fim o ataque de cabeça, que pode ser defendido ou desviado, mas que só é feito se você estiver amaldiçoado ou com a barra de maldições cheia ou maldições iminentes (mesmo que sem maldições ativas). Sempre que você é atingido com o ataque de cabeça (mesmo que defenda), uma maldição é removida. Se você não tiver maldições, o ataque de cabeça nunca acontecerá. O Clovis nunca usará dois ataques ao mesmo tempo. E via de regra, ele sempre estará aberto a ataques logo após proferir um ataque. Use esta janela para causar nele o máximo de dano possível. Vencer o Clovis no modo normal, habilita a segunda luta, com o Clovis no modo sombrio. Neste modo, ele equipará qualquer arma do templo: Garras, espadas, escudos, chicotes, pistolas, enfim, qualquer uma. E os padrões de ataque são vários, dependendo da arma equipada, rápidos e muitos deles difíceis de desviar e defender, além do timing ser difícil de prever. Apesar disso, é possível passá-lo, especialmente usando a estratégia "Stun Lock", descrita na seção Extras. Seguem dois vídeos de minha autoria vídeo para auxiliar, de uma luta com o Clovis. Este primeiro vídeo é uma expedição completa (mesmo da seção "Extras"), a luta com o Clovis está nos 5 minutos finais do vídeo (49 minutos em diante). Este segundo vídeo é de uma luta perfeita, com uma build bem melhor e sem tomar dano. Libertação | Deliverance [topo] Torne-se o novo campeão da morte Troféu relacionado à história Este troféu virá na última expedição da sua segunda jogada, agora na dificuldade difícil. Ele é automático para quem busca a platina, visto que você deve passar todas as fases para platinar. A fase para este troféu é última no modo difícil, chamada "A revelação de Xbeltz'aloc". É a mesma coisa do modo normal na essência, ir até lá e vencer o Clovis, como você deve fazer para o troféu Enganação | Deception. A diferença está na dificuldade: Em relação ao modo normal, todo o dano sofrido é aumentado, salas de cura são mais raras, inimigos e armadilhas têm mais poder, inimigos de elite atacam mais rápido, inimigos reagem à sua presença mais rapidamente, e para colocar uma cereja no topo do bolo, você começa a fase com uma maldição já ativa. Isto, comparado com o normal, é uma diferença gritante. Você perceberá na pele como simplesmente o inimigo atacar pouca coisa mais rápido, por exemplo, fará você tomar dano com muito mais frequência, além de morrer com frequência ainda maior. Falando do Clovis especificamente, ele não ataca mais depressa nem nada do tipo, mas seus ataques são devastadores. Dependendo das maldições, armas e relíquias ativas, você pode morrer com 3 hits ou menos, e em casos específicos onde você vai para o tudo ou nada, causando dano altíssimo, um único hit basta para morrer. Não há muito o que ser dito aqui, tenha em mente as dicas do troféu Enganação | Deception e com alguma persistência e paciência, uma hora você consegue. Como não muda muito para o chefe Clovis, especificamente, oriente-se pelo vídeo do troféu Enganação | Deception. Nota importante: Assim que terminar este troféu, comece novamente na mesma fase e você já deve passa-la de novo para completar o último registro no bestiário do panteão, onde você deve vencer a última expedição duas vezes seguidas, e você acabou de finalizar uma ao conseguir este troféu. Use os recursos "Stun Lock" e "Salvar e Copiar", descritos na seção extra, para facilitar ao máximo. Se você não fizer isso agora, será preciso em momento futuro passar duas vezes essas última expedição de modo seguido. Memórias | Memoirs [topo] Escreva todos os registros no bestiário, inclusive os desenhos completos Troféu de grind + Persistência Este é o troféu mais difícil, tenso e demorado do jogo, passo 3 do roadmap e o de maior dificuldade. Para ganhar este troféu, você deve completar o bestiário colorido do jogo. Para completar o bestiário, você precisa fazer alguns requisitos obrigatórios. Abaixo todos os requisitos estão listados. Para conseguir este troféu, será preciso paciência, persistência, sua habilidade refinadíssima (bastante dela), um pouco (bem pouco mesmo) de sorte nas relíquias e armas, várias repetições no modo normal e uma no modo difícil. É de extrema ajuda que você use os recursos "Salvar e Copiar" e também o recurso "Stun Lock", descritos na seção "Extras". Você pode fazê-los sem eles, mas eu recomendo 0%, pois você repetiria o dobro de vezes ou mais as fases do que sem usá-los. Para acessar o bestiário, aperte o menu de pausa (Options) > Tomo > Bestiário. Lá terão quatro abas: Jaguar, Águia, Serpente e Panteão. Todos os requisitos podem ser feitos no normal, exceto o último do panteão. Seguem: Templo do Jaguar: Matar Inimigos - Ver nota 1: Observadores, Esposas da Morte, Olhos Decessos, Guardiões Acéfalos, Sacerdotes de Sangue, Jaguares Infernais; Matar chefes - Ver nota 2: Xak'olchir (campeão do jaguar n°1), Litz & Nepac (campeão do jaguar n°2), Avatar sombrio do Jaguar. Templo da Águia: Matar Inimigos - Ver nota 1 : Sentinelas, Harpias, Guardiões Petrificados, Mestres das lâminas, Relicários da Alma, Prole Medonha; Matar chefes - Ver nota 2: K'ax taca (campeão da águia n°1), Malok paal (campeão da águia n°2), Avatar sombrio da Águia. Templo da Serpente: Matar Inimigos - Ver nota 1: Cultistas da Serpente, Pestilentos, Vermes, Profetisas, Horrores da Tumba, Crânios de Titã; Matar chefes - Ver nota 2: Xucat' (campeão da serpente nº1), Ratyapu (campeão da serpente n°2), Avatar sombrio da Serpente. Panteão: T'amok, o deus jaguar - Ver nota 3: Glorificar (oferta mais cara em ouro, 5000) o altar de T'amok, antes de enfrentar o Clovis, 10 vezes; Yaatz, a deusa águia - Ver nota 3: Glorificar (oferta mais cara em ouro, 5000) o altar de Yaatz, antes de enfrentar o Clovis, 10 vezes; Sich'al, a deusa serpente - Ver nota 3: Glorificar (oferta mais cara em ouro, 5000) o altar de Sich'al, antes de enfrentar o Clovis, 10 vezes; Xbeltz'aloc, o deus da morte - Ver nota 3: Profanar cada um dos altares, antes de enfrentar o Clovis, 1 vez cada. O jogo diz "3 vezes", mas é uma vez cada, que somados, dá 3 vezes; Clovis Pardieux, campeão da morte - Matar o Clovis 5 vezes sem tomar qualquer dano na sala. Isto conta a partir o momento que você o enfrenta, então se você tomar dano por exemplo de profanar ou equilibrar o altar do jaguar, tudo bem, aquele dano não conta. Você não pode tomar dano do Clovis de qualquer maneira ou das criaturas que ele invocar; Última memória - Vencer duas vezes a última expedição, a fase completa chamada "A revelação de Xbeltz'aloc". Tem que ser seguida, é muito tenso, mas possível (especialmente usando o Stun Lock + Salvar e Copiar). Atenção: Esta requisito "Última memória" deve ser ser feito apenas no modo difícil, na última expedição. Nota 1: Precisa matar 50 vezes, obrigatoriamente de elite, e você deve matá-los sem tomar qualquer dano especificamente deles. Se na sala tiver como inimigos 1 elite, armadilhas e 5 comuns, por exemplo, você só não pode tomar dano do elite, os outros inimigos e armadilhas pode causar dano. Inimigos invocados (barra de vida roxa) não contam, mesmo que elite. Alguns inimigos (aqueles sublinhados acima) de elite só vão aparecer depois do segundo campeão, nas salas antes de enfrentar o avatar. Estes inimigos são mais raros, só podem ser encontrados nas fases em que você enfrenta os avatares e aparecem cerca de 1 a 3 deles mais ou menos em cada jogada, então faça tudo o possível para não tomar dano deles, pois além de serem poucos, se você ainda tomar dano nos poucos que aparecem, vão ser necessárias ainda mais repetições; Nota 2: Precisa matar 10 vezes, sem tomar dano do chefe, de seus inimigos invocados, e até mesmo das armadilhas que estejam presentes na sala. Tem que ser uma sala 100% sem tomar danos; Nota 3: Não precisar glorificar obrigatoriamente todos na mesma jogada - Exemplo: Glorificar todos os 3 altares = Contar 1 vez. Você pode glorificar o altar do jaguar por exemplo, e profanar os outros 2. Então, na contagem, o do Jaguar faltará 9 vezes, ao passo que os outros ainda faltarão 10 vezes. O mesmo vale para profanar, não precisa ser profanado os três na mesma jogada, apesar de profanar os três de uma vez já resolver o requisito, e você nem precisa vencer o Clovis para contar, mesmo perdendo as glórias e profanações contarão. Por fim, seguem os vídeos para ajuda, pois os chefes especificamente são muito tensos de se conseguir. Vídeo 1: Todos os chefes, sem tomar dano - Builds aleatórias. Você também pode ver alguns exemplos de chefes sem tomar dano no vídeo de minha autoria da seção Extras. Vídeo 2: Chefe Clovis Pardieux, da minha própria autoria, que não tomei dano e usei a build Stun Lock. Essa build é válida para todos os bosses, e em todos eles produz o mesmo efeito, todos eles ficam atordoados enquanto você bate. Veja detalhes de como funciona na seção "Extras" em "Stun Lock". Restauração | Restoration [topo] Destrave todos os aprimoramentos dos altares das armas Troféu de upgrade, destravado ao longo do tempo, provável que virá automaticamente Os altares das armas ficam no ponto inicial do jogo, na entrada do templo. Quando completamente restaurados, eles vão ofertar uma arma principal, uma secundária e uma de duas mãos, que você pode escolher para iniciar qualquer expedição. Quanto mais aprimorado o altar, melhores as opções ofertadas, que serão geradas aleatoriamente. O acesso aos upgrades está na mesma sala onde ficam os altares e no meio do grande salão há uma caveira encravada no chão, aperte R1 nesta caveira para ir à página de upgrades. Para restaurar um altar, você usará crânios de cristal, a principal moeda do jogo, que é obtida em inimigos derrotados no templo (drop aleatório, sempre será 1) e sempre que matar chefes (drop garantido, na faixa dos 10 a 20). O drop de inimigos não é influenciado por nada, ou seja, estar no difícil, tomar menos dano, etc., nada disso conta, é puramente aleatório, se dropa ou não. Para alguma referência, completar um templo completo (até o avatar sombrio), dá em torno de 100 crânios de cristal. Completar expedições em que você enfrenta o Clovis, pode dar na faixa de 250 crânios, se você vencer todos os 9 chefes e o Clovis. Eventos também são boa fonte de crânios, visto que você recebe 2 crânios a cada sala completa + 50 se concluir o evento, fora os drops, chegando aproximadamente a 150 a 200 crânios. São 4 altares, um para cada deus, vermelho (T'amok), azul (Yaatz), verde (Sich'al) e roxo (Xbeltz'aloc). Você começa o jogo com o primeiro altar (vermelho) no modo mais básico. Depois você deve fazer o upgrade dele mais 4 vezes, o altar completamente aprimorado é o nível 5. Para o troféu vir, você deve aprimorar completamente todos os 4 altares. Os upgrades e preços são: Nível 1 (destrava o altar): 100 crânios de cristal; Níveis 2, 3, 4 e 5 (melhoram as chances de boas armas ofertadas e os status delas): 200, 300, 500 e 1000 crânios de cristal, respectivamente; Total: 2000 crânios de cristal por altar, 7900 ao todo (não é 8000 porque os 100 que você gastaria no primeiro altar vem liberado de graça). Parece ser muita coisa, mas como você provavelmente morrerá muitas vezes e repetirá muitas fases, não se preocupe muito com este troféu no início. Os crânios vão sempre estar acumulando, você provavelmente terá finalizado este troféu antes do fim da sua segunda jogada (passo 2 do roadmap) e antes de ter terminado o game no difícil. Tentação | Temptation [topo] Equipe armas amaldiçoadas em três espaços diferentes (simultaneamente) Troféu de requisito a ser cumprido, possível por volta da segunda jogada Em Curse of the Dead Gods, sua principal fonte de dano são as armas. As armas amaldiçoadas no jogo são identificadas no game pela cor roxa, e no geral elas têm efeitos exclusivos em relação às armas normais. Nas armas, o efeito principal é o primeiro descrito, mais acima na descrição. Depois vem uma linha separando e abaixo desta linha teremos os anexos da arma, que são efeitos adicionais ao principal. As armas amaldiçoadas sempre terão 2 anexos, e um deles sempre será positivo e o outro sempre será negativo (dando alguma desvantagem, como por exemplo, tomar mais dano, causar menos dano em áreas iluminadas, etc.). Para conseguir este troféu, você deve ter armas amaldiçoadas nos três espaços - Arma principal, arma secundária e arma de duas mãos, simultaneamente. Isto será muito difícil na primeira jogada (normal), então para sofrer menos, preocupe-se com este troféu depois que tiver todos os altares no nível máximo (pois eles passam a oferecer armas amaldiçoadas) e boa parte das armas desbloqueadas. Para saber sobre o desbloqueio das armas, consulte o troféu Coleção | Collection . Com os altares todos aprimorados no nível máximo comece o jogo escolhendo um altar que tenha pelo menos uma arma amaldiçoada. Dali para frente, você deve buscar as outras duas. As fontes possíveis de encontrar outras armas são: Chance bem pequena de ser dropada por qualquer boss (exceto os avatares e o Clovis). Rolam boatos na internet que existem requisitos que podem ser feitos para garantir ou aumentar a chance de drop, mas eu testei alguns vídeos diversas vezes do youtube e todos eles foram falhos até onde minha paciência pôde tolerar, não é informação oficial; Nas salas de armas, no final da sala terá um totem onde você pode escolher armas. As armas amaldiçoadas só serão ofertadas se tiverem sido desbloqueadas ou pode vir uma arma amaldiçoada padrão, mas são poucas as padrão, então as chances aumentam com quanto mais armas você tiver desbloqueado. Use os auxílios divinos (mais informações em "Extras") para buscar armas amaldiçoadas, e se preciso, faça um "Salvar e Copiar" (mais informações em "Extras") no início da sala para tentar de novo o totem de armas; Nos desafios de baú, sempre virá um item amaldiçoado se você completá-lo. Os desafios de baú são as salas que tem um ícone de um baú com uma caveira, ou eles podem vir aleatoriamente nas salas marcadas com interrogação. Há uma pequena chance de vir uma relíquia amaldiçoada em vez de arma (visto que são apenas 3 relíquias amaldiçoadas e cerca de 15 armas), então use um "Salvar e Copiar" se preciso antes. Para concluir o desafio de baú, você deve completar a sala sem tomar dano algum, relativamente complicado, especialmente no início. Crueldade | Cruelty [topo] Derrote o avatar sombrio do jaguar Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar o avatar sombrio do jaguar, o terceiro chefe no templo de T'amok, parece um guerreiro jaguar parrudo. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "A busca pela invulnerabilidade" na dificuldade normal, ele será o último chefe. É uma luta que no primeiro contato será muito tensa, e você provavelmente morrerá, requerendo algumas tentativas. Para complicar, o chão da fase periodicamente fica em chamas por alguns momentos, te forçando a ficar em locais específicos do mapa. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os seus padrões de ataque são: Ataque de pulo - Um será dado logo de cara quando a luta começar. Não pode ser defendido, tem que desviar; Ataque de garra - Ele pode dar um ou dois ataques em que dá uma patada para frente, pode ser defendido, mas no geral é melhor desviar na direção do próprio chefe; Ataque explosivo - Ele explodirá numa área, marcada no chão. Será uma grande área de modo geral, ou será pequena, se ele ativar seu boost. Não pode ser defendido, tem que desviar; Boost - Sempre que o avatar estiver em chamas, seus ataques são mais potentes e rápidos. Ele usará este boost numa explosão pequena ao perder 50% da vida; Sai da frente - Quando estiver em chamas, o avatar irá avançar com certa velocidade, dando três ataques enquanto avança em linha reta. Pode ser defendido, mas é complicado, até porque são 3 ataques. No geral, é melhor desviar na direção do próprio chefe, e ataca-lo por trás; Cuspida de fogo - Ele cospe fogo no chão, que vai em sua direção em 5 sentidos. Muito difícil de evitar se você estiver perto, e fica fácil sair do caminho do fogo quanto mais longe da origem você estiver. Não pode ser defendido e nem dá pra desviar pulando na direção do fogo, você deve ficar fora da trilha de chamas. A palavra de ordem aqui é paciência. São ataques de alto dano, mas tem uma velocidade bem normal, desde que você não apanhe muito, vai ser sucesso. Vaidade| Vanity [topo] Derrote o avatar sombrio da águia Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar o avatar sombrio da águia, o terceiro chefe no templo de Yaatz, parece um esqueleto com asas tendo uma espada e escudo. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "A busca pela onipotência" na dificuldade normal, ele será o último chefe. É uma luta que também no primeiro contato será muito tensa, e você provavelmente morrerá mais que no jaguar, requerendo várias tentativas. Para complicar, aos 25%, 50%, 75% da vida perdida e em alguns momentos o chefe pode lançar uma explosão elétrica que afeta toda a sala, sendo obrigatório desviar ou defender, além de criar redemoinhos na sala que você não pode tocar. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os seus padrões de ataque são: Avanço rápido - Um será dado logo de cara quando a luta começar. É coisa de 1 segundo, muito rápido, pode ser defendido ou desviado; Ataques de espada - Tem algumas variações, ele pode dar ataques simples (mas rápidos), e também pode dar um combo de 3 hits, que podem ser defendidos ou desviados. O melhor no geral é desviar para longe até o combo acabar; Ataque elétrico + Redemoinho - Descrito acima, acontecerá quando o chefe perder os 25%, 50% e 75% da vida, ou se você ficar um tempo razoável sem atacá-lo; Cura - O chefe entra em modo de defesa e começa a encher a vida. Para impedi-lo, você deve ataca-lo, interrompendo a cura. Porém, sempre que fizer isso, ocasionará um contra ataque dele. Todos os contra-ataques podem ser defendidos ou desviados. Se você estiver perto dele, sempre será um ataque de espada, onde ele poderá atacar enquanto pula para trás ou fazer um movimento de meio círculo e atacar. Estes 2 são possíveis de defender com um pouco de prática e você ainda fragiliza o chefe por 5 segundos, onde ele toma dano extra. Se você estiver longe dele (atacar com um arco por exemplo para interromper a cura), ele dará o ataque de avanço rápido, descrito acima. O tempo para defender corretamente o avanço rápido é mais apertado, recomendo desviar. Não se engane pelos ataques, no meu ponto de vista o avatar da águia é o pior dos avatares, pois apesar de ter menos padrões comparados ao jaguar, as explosões e redemoinhos no mapa são chatos demais, e vários ataques deste boss são rápidos. Hora de colocar os reflexos em dia! Ganância | Avidity [topo] Derrote o avatar sombrio da serpente Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar o avatar sombrio da serpente, o terceiro chefe no templo de Sich'al, é um monstro gordão que tem uma serpente em uma das mãos. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "A busca pela onisciência" na dificuldade normal, ele será o último chefe. É uma luta que no primeiro contato será aparentemente desonesta, e você provavelmente morrerá mais que no avatar do jaguar, mas menos do que no avatar da águia, e ainda requerendo várias tentativas. Para complicar, o boss se sente no direito de a todo momento invocar 3 Cultistas da Serpente de elite para lutar com ele na sala. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os seus padrões de ataque são: Invocação - Um provavelmente será dado logo de cara quando a luta começar. O chefe cria uma área sombriaque não pode ser defendida e 2 segundos depois explode esta área e invoca 3 Cultistas da Serpente de elite que ficam na luta o tempo inteiro, ou até que você as mate. Se você matar as três, o chefe será fragilizado, sofrendo mais dano por 5 segundos. Pouco tempo depois ele invocará 3 novos. Não tem jeito, você tem que se acostumar a lidar com os cultistas junto com o boss; Ataques cultistas - Os cultistas da serpente invocados são exatamente iguais aos que você encontra pelo templo, eles podem dar ataques onde vão arremessar a lança ou atacar com ela para frente (80% das vezes), pode ser tranquilamente defendido (recupera 2 vigor, se defender). Outro ataque comum (20% das vezes) é o giratório, onde eles giram a lança. Este é mais chato de defender, o timing é complicado, mas é possível. Entretanto, recomendo desviar; Absorção - No geral acontece quando o chefe perde mais de 50% da vida. Caso tenham vivos cultistas da serpente durante a luta, o chefe simplesmente cria uma nova explosão que irá matar os cultistas vivos e fará nascer 3 novos, com vida completa. Para cada um que ele matar, ele cura cerca de 10% da vida máxima. Se você não se apressar em matá-lo, ele pode ficar nesse padrão infinitamente. Um bom exemplo disto está no vídeo de minha autoria na seção Extras, a expedição completa; Mordida - Usando o braço esquerdo, o chefe dá um ataque para frente com o braço de cobra. Este ataque se te acertar causará envenenamento, perdendo um pouquinho de vida ao longo do tempo e, o pior de tudo, drasticamente reduzindo sua recuperação de vigor. Pode ser defendido ou desviado; Arrastão - Sempre acontece depois do ataque de mordida. Se você ainda estiver perto o suficiente, o chefe irá girar o braço de serpente e te atingirá novamente. Também pode ser defendido ou desviado e também aplicará envenenamento se você sofrer o ataque; Pulo machado - Se você ficar longe do chefe por muito tempo, ele poderá pular em sua direção enquanto bate com o machado numa chão, numa área considerável. Não pode ser defendido, tem que desviar. Ester avatar é um misto dos outros dois avatares. No jaguar, é preciso paciência, na águia, reflexos. Aqui no avatar da serpente, precisará dos dois. O saco da luta é ter sempre os cultistas da serpente junto com chefe. Se você focar muito nos cultistas, o boss ataca. Se você focar no boss, os cultistas vão atacar regularmente. Entretanto, dificilmente eles atacarão todos ao mesmo tempo. Você eventualmente encontrará um balanço do que funciona melhor ao seu estilo do jogo. É difícil no começo, mas depois você está mais treinado e não morrerá tanto assim. Diligência | Diligence [topo] Conclua 10 "eventos especiais" diferentes Troféu de requisito a ser cumprido, recomendado por volta ou após a segunda jogada Para estre troféu, você precisa completar 10 eventos diferentes. Não sei porque o jogo os chama de "especiais", são os únicos eventos que têm no jogo. Enfim, os eventos de forma completa e via de regra estão disponíveis depois que você completa as três fases iniciais, enfrentando e vencendo os primeiros campeões da águia, do jaguar e da serpente. Eles são exatamente como as fases normais, porém com modificadores. Um exemplo é o evento "A morte e a águia", onde você começa com um contador de tempo que, se zerar, você morre na hora. Você deve avançar rapidamente, matando inimigos para ganhar mais tempo. Existem outros eventos onde você toma dano extra em locais iluminados (o contrário ao normal), outro em que qualquer ataque de armadilha causa 3 vezes mais dano, etc. Os eventos a princípio parecerão muito difíceis, e de fato são para quem não tem pelo menos umas 10 horas de jogo. Porém, quando você passar as 10 fases no modo normal, você já é totalmente capaz de enfrentá-los e passá-los. Fazendo como eu, que passei a maioria depois que comecei a jogar no difícil, eles ficam ainda mais fácil, pois jogar no difícil faz o modo normal parecer um passeio no parque. Lembro de ter concluído 7 eventos seguidos, sem perder nenhum. Outra coisa sobre os eventos é que eles são "regulares", ou seja, o jogo só libera um evento a cada 1 dia, em tempo real. Ou seja, se liberou um hoje meio dia, outro só estará disponível amanhã, meio dia. Apenas três eventos podem estar liberados de uma vez, então isto meio que te trava a jogar quantos eventos você quiser. Porém, há um recurso onde burlamos essa limitação: Mudar a data do console. No momento da criação deste guia, o jogo estava na versão 1.24.4.6, você pode conferir a versão no canto inferior esquerdo do menu principal. Pode ser que isto seja corrigido no futuro, mas nesta versão, funciona normalmente, eu mesmo fiz. Se você completar 3 eventos, e quiser jogar mais três, vá para as configurações do seu PS4, em Configurações > Data e hora > Configurações de data e hora > Definir manualmente e avance em três dias a data. Volte ao jogo, você verá que 3 novos eventos foram desbloqueados. Repita o processo quantas vezes quiser, seja para pegar este troféu ou para farmar crânios de cristal, enfim, para o que desejar. Fique atento, entretanto que o jogo registra a liberação do evento para o dia que você utilizou, então se você quiser voltar à liberação regular dos eventos com a data real, você vai precisar esperar a data regularizar corretamente e esperar mais três dias a partir da data que você utilizou por último. Como são muitos eventos, não há atualmente no Youtube um vídeo com todos eles, mas segue abaixo no conteúdo oculto o exemplo de um evento, o chamado "A morte e a águia", onde você tem um contador de tempo que não pode zerar, para referência. Se quiser algum vídeo de evento específico, você consegue encontrar no Youtube. Devoção | Devotion [topo] Destrave 20 bênçãos dos deuses da morte Troféu de requisito a ser cumprido, virá naturalmente com o tempo As bênçãos são efeitos extras que você pode ter durante as suas expedições ao templo. Para acessa-las, no salão de entrada do templo (onde ficam os altares das armas), vá na caveira encravada no centro da sala e aperte R1. Aqui é a página de upgrades. Na aba "bênçãos", você precisará comprar 20 das 21 bênçãos disponíveis, usando crânios de cristal para isso. Você só precisa compra-las, não é preciso utilizar todas elas. Você pode ter no máximo 3 bênçãos equipadas e mesmo os espaços para equipar devem ser comprados. As de efeito mais significativo, são mais caras, mas obviamente, fique à vontade para testar todas as que quiser. Para a jogada no difícil e late game, as bênçãos "Fome reptiliana", "Vontade de Sich'al" e "Graça da tempestade" são recomendadas, pois você buscará jogar sempre tomando pouco ou nenhum dano, ao passo que acumula relíquias e armas mais poderosas com dano e ouro aumentado, além de usar sua barra de maldições com mais liberdade. Coleção | Collection [topo] Destrave 20 armas abandonadas Troféu de requisito a ser cumprido, virá naturalmente com o tempo As armas abandonadas são aquelas que você pode habilitar no menu de upgrades, e assim elas passam a ser ofertadas no templo. Elas podem aparecer, não é garantia, pois é tudo aleatório. Para acessa-las, no salão de entrada do templo (onde ficam os altares das armas), vá na caveira encravada no centro da sala e aperte R1. Aqui é a página de upgrades. Na aba "armamento abandonado", você precisará comprar 20 das 55 armas disponíveis, usando anéis de jade para isso. Você só precisa compra-las, não é preciso utilizar todas elas. Os anéis de jade são uma moeda secundária, mais rara que os crânios de cristal, que dropam exclusivamente dos chefes, cerca de 10 a 15 por chefe. Algumas armas amaldiçoadas ficam bloqueadas e só podem ser liberadas depois que você as encontrar e obrigatoriamente equipar no templo. São as armas que os chefes dropam. São difíceis de conseguir, então não se preocupe com elas, procure desbloquear as outras. As de efeito mais significativo são mais caras, por exemplo a espada de Conjunctivius, que á a arma de maior dano no jogo inteiro, custando 100 anéis de jade. Um ponto interessante neste menu do armamento abandonado é que você pode escolher quais tem chance ou não de aparecerem no templo, apertando quadrado para banir ou incluir no templo. Aqui, use da sua experiência no jogo para escolher quais você acha interessante, e claro, fique à vontade para testar todas. Também existem as armas permanentes, acessadas com o botão triângulo, que não podem ser banidas do templo e sempre terão chance de serem ofertadas. Enquanto estiver na busca do troféu Tentação | Temptation, venha a este menu e procure banir todas as armas, exceto as amaldiçoadas. Isto aumentará as chances de elas aparecerem nos totens das armas, bem como nos baús de desafio. Se estiver tentando desbloquear as armas dos chefes, há dicas adicionais no troféu Poder | Power. Insanidade | Insanity [topo] Faça 10 ofertas de sangue em uma expedição Troféu de requisito a ser cumprido, relativamente fácil, virá naturalmente com o tempo Explorando o templo, ao final da maioria das salas haverá um totem que te dará algum benefício. Estes totens vão estar descritos no mapa, podem ser armas, relíquias, pontos de atributo, upgrade de armas e outras coisas. Nestes totens, os deuses aceitam ouro ou sangue. Para conquistar este troféu você deve numa única expedição fazer pelo menos 10 ofertas de sangue. Isto é possível logo na primeira fase em que você enfrenta os avatares, ou em qualquer expedição em que você tem a chance de encontrar mais de 10 totens que aceitem oferta de sangue, então é um troféu que você já pode fazer nas primeiras 10 horas de jogo se quiser, mas eu recomendo não se preocupar com ele, porque no modo difícil e talvez até no normal você se verá em situações onde ofertas de sangue são o único caminho, e ele virá naturalmente. A questão com este troféu é que oferecer sangue não decresce sua barra de vida no jogo (exceto por uma maldição que muda isso), mas sim aumenta sua barra de maldições. Sempre que ela atinge o limite, você ganha uma maldição no jogo, que tende a te colocar em desvantagem. Você pode acumular até 5 maldições numa mesma partida, e após isso não é mais possível oferecer sangue. Para saber mais sobre maldições, consulte "Gerenciando Maldições", na seção "Extras". Invulnerabiliade | Invulnerability [topo] Conclua qualquer expedição com 50 ou mais de constituição Troféu de requisito a ser cumprido, requer atenção! Constituição é o atributo do deus jaguar. Você ganha 50 pontos de vida máxima para cada 1 de constituição que tiver. Como todas as curas são com base na vida máxima, em teoria quanto mais constituição tiver, melhor, pois sua cura é maior e morrer também se torna mais demorado, especialmente na dificuldade normal. É representado por um ícone vermelho de um jaguar na tela, acima da barra de vida. Para conseguir este troféu, foque em relíquias no tempo que concedem constituição. Além disso, em uma expedição completa (que você enfrenta os três avatares + Clovis Pardieux), certifique-se de glorificar o altar de Sich'al, que irá subir o nível de todas as relíquias e aumentar a quantidade de constituição. A quantidade aumentada será aleatória, mas dependendo do nível base das relíquias, pode chegar a subir de 10 a 20 pontos, ou mais. Outra coisa que certamente ajudará é equipar a bênção chamada "Ossos de T'amok". Esta bênção já te dá 5 pontos de constituição imediatamente, e sempre que você estiver com menos 50% de vida e começar uma sala, ganhará mais 1 permanentemente. Tome dano proposital se preciso para ganhar os pontos, sempre com cuidado para não morrer. Nota: Há uma relíquia que te dá 40 pontos de todos os atributos quando você pega esta maldição final. Esta relíquia nunca ajudará na conquista do troféu, visto que você deve completar a expedição, e quando completar, todas as maldições serão eliminadas. Onipotência | Omnipotence [topo] Complete qualquer expedição com 50 ou mais de destreza Troféu de requisito a ser cumprido, requer atenção! Destreza é o atributo da deusa águia. Você causa 2% de dano base aumentado para cada 1 de destreza que tiver. É simplesmente o melhor atributo ao meu ver porque aumenta o dano, simples assim. É representado por um ícone azul de uma águia na tela, acima da barra de vida. Para conseguir este troféu, foque em relíquias no tempo que concedem destreza. Além disso, em uma expedição completa (que você enfrenta os três avatares + Clovis Pardieux), certifique-se de glorificar o altar de Sich'al, que irá subir o nível de todas as relíquias e aumentar a quantidade de destreza. A quantidade aumentada será aleatória, mas dependendo do nível base das relíquias, pode chegar a subir de 10 a 20 pontos, ou mais. Outra coisa que certamente ajudará é equipar as duas bênçãos chamadas "Rajada de agilidade" e "Graça da tempestade". Rajada de agilidade te dá 5 pontos de destreza assim que a expedição começa, além de dar velocidade de movimento aumentada sempre que esquivar perfeitamente. Já graça da tempestade, uma das melhores (senão a melhor) relíquia do jogo, dá 1 de destreza permanente sempre que concluir uma sala sem tomar dano nenhum, é uma relíquia de "late game", você dificilmente conseguirá tirar proveito dela no início (<20h de jogo), visto que ainda terá dificuldade em passar salas sem tomar dano. Em especial a graça da tempestade, é uma relíquia que causa impacto enorme do jogo, e torna bem comum ter 40, 50 ou mais pontos de destreza ao final da expedição. Nota: Há uma relíquia que te dá 40 pontos de todos os atributos quando você pega esta maldição final. Esta relíquia nunca ajudará na conquista do troféu, visto que você deve completar a expedição, e quando completar, todas as maldições serão eliminadas. Clarividência | Clairvoyance [topo] Complete qualquer expedição com 50 ou mais de percepção Troféu de requisito a ser cumprido, requer atenção! Percepção é o atributo da deusa serpente. Você encontra 5% a mais de ouro em todas as fontes do jogo (baús, inimigos, chefes, no chão, itens ofertados, etc.) para cada 1 de percepção que tiver. É um atributo que no normal faz mais diferença do que no difícil, visto que no difícil sua maioria de ofertas nos totens serão de sangue, mas que faz toda a diferença em expedições completas, onde você enfrenta os três avatares e o Clovis, visto que você irá querer, quase sempre, glorificar os altares (custando 15000 de ouro no total). É representado por um ícone verde de uma serpente na tela, acima da barra de vida. Para conseguir este troféu, foque em relíquias no tempo que concedem percepção. Além disso, em uma expedição completa (que você enfrenta os três avatares + Clovis Pardieux), certifique-se de glorificar o altar de Sich'al, que irá subir o nível de todas as relíquias e aumentar a quantidade de destreza. A quantidade aumentada será aleatória, mas dependendo do nível base das relíquias, pode chegar a subir de 10 a 20 pontos, ou mais. Outra coisa que certamente ajudará é equipar as duas bênçãos chamadas "Tesouros de Sich'al" e "Auxílio de Sich'al". Tesouros de Sich'al te dá 2 pontos de percepção permanentemente sempre que você fizer uma oferta de ouro nos totens. Não importa a oferta, então você pode sempre pegar a mais barata em ouro, em praticamente todas as salas. Já o auxílio de Sich'al te dá 5 de percepção logo quando a fase começa, além de 1000 ouro. Não é recomendado ter estas duas relíquias equipadas em jogos normais, use-as apenas quando estiver buscando este troféu, porque focar demais em ouro vai deixar seu dano e vida muito baixos, chefes e inimigos demorarão a morrer. Nota: Há uma relíquia que te dá 40 pontos de todos os atributos quando você pega esta maldição final. Esta relíquia nunca ajudará na conquista do troféu, visto que você deve completar a expedição, e quando completar, todas as maldições serão eliminadas. Iniciação | Initiation [topo] Conclua a sala da provação Troféu relacionado à história Abençoado troféu, o mais fácil e primeiro a ser conquistado, antes dos 10 minutos de jogo, basta completar o tutorial que está logo no começo do jogo. Força | Strength [topo] Derrote Xak'olchir, o caçador de sangue Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar o Xak'olchir, o primeiro chefe no templo de T'amok, é um homem com duas lanças na mão e um jaguar (inimigo comum). A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "Perseguição do Caçador de Sangue", ele será o único chefe dessa fase. Você o enfrentará várias vezes na busca pela platina, facilmente mais de 20 vezes. É uma luta simples, este é o chefe mais fácil do jogo. Porém, no primeiro contato, talvez você morra algumas vezes. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs , ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. É o chefe com menos padrões de ataque, que são: Invocação - Um provavelmente será dado logo de cara quando a luta começar. O chefe cria uma área sombria, da qual você não pode estar perto (não dá pra defender, tem que desviar) e 2 segundos depois explode esta área e invoca um jaguar, idêntico ao que já está na sala. Ele repetirá este ataque sempre que perder 25, 50 e 75% da vida máxima, ou caso você fique algum período sem atacá-lo e/ou não tenha outros jaguares na sala; Projétil - Ele simplesmente atira a lança para a frente. Como há um indicador no ataque, é fácil tanto de desviar quanto defender. Ele pode fazer um ataque simples (1 lança), melhorado (atira 2 lanças) ou constante (atira 3 lanças), sendo o constante no geral após perder 75% máxima; Ataques do Jaguar - São simples, idênticos aos jaguares infernais comuns no templo. No geral os jaguares só pulam em sua direção (um pulo relativamente lento) ou então giram a cauda para te acertar. Ambos podem ser desviados ou defendidos. Apesar de ser o chefe mais fácil, não o subestime. Ele não causa muito dano, mas a coisa pode ficar feia se tiver 3 ou mais jaguares ao mesmo tempo, vai requerer bastante esquiva. Foque o jaguar sempre que ele for invocado, isto te dará algum tempo para bater no chefe. Resistência | Toughness [topo] Derrote Litz e Nepac, os gêmeos amaldiçoados Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar Litz & Nepac, o segundo chefe no templo de T'amok, é um homem de fogo. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "Eclipse dos gêmeos amaldiçoados", ele será o segundo chefe dessa fase. Você o enfrentará várias vezes na busca pela platina, facilmente mais de 20 vezes. É uma luta de nível médio, mas os padrões de ataque são simples. No primeiro contato, você provavelmente morrerá algumas vezes. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os padrões de ataque, que são: Litz: Chicotada - Primeiro você enfrena Litz, o gêmeo de fogo. Ele tem como principal padrão de ataque dar duas chicotadas para frente, ambas que podem ser defendidas ou desviadas. Recomendo sempre desviar da primeira chicotada e defender a segunda, recuperando vigor; Litz: Bombas de fogo - Litz também invoca com alta regularidade bombas de fogo no mapa. As bombas simplesmente ficam paradas no mapa e se você tocar nelas, elas irão criar uma área e 2 segundos depois, explodir. As explosões não podem ser defendidas, você deve desviar. Você também pode atacar as bombas, elas irão sumir do mapa caso você faça isto. Também, sempre que o chicote de Litz atingir uma bomba, ela explodirá; Invocar Litz | Invocar Nepac - O chefe trocará para o outro gêmeo quando tiver "apanhado" demais. De 0 a 25% e de 50 a 75% da vida do chefe, você enfrentará Litz. De 25 a 50% e 75% a 100% da vida, você enfrentará Nepac, o gêmeo sombrio. Sempre que eles trocam de gêmeo, causam uma explosão perto deles mesmos que devem ser desviadas, não podem ser defendidas. A explosão de Litz é a pior, pois além de explodir perto dele, também irá explodir todas as bombas de fogo que estiverem na sala, ficando pouco espaço livre onde você não tomará dano. Nepac costuma também sumir nas sombras, correndo para algum lugar da sala, geralmente para aproximar de você. Enquanto correndo nas sombas, ele não causa dano. Nepac: Avanço - Nepac faz um avanço simples com sua arma, mas com alta velocidade, na sua direção. O timing de defesa é difícil, recomendo desviar. Ele dará este ataque sempre que estiver a alguma distância de você; Nepac: Slash - Quando você estiver em alcance de luta corpo a corpo, Nepac irá causar uma série de 3 golpes em sequência, difíceis de defender todos eles. Depois, ele para por um curto delay (1 segundo) e depois dá um quarto ataque, na sua direção, que pode ser defendido ou desviado. Recomendo sempre desviar da sequência de três golpes mas defender o quarto golpe, pois o timing é mais fácil de defender e você também causa no chefe fragilidade, onde ele toma dano aumentado por 5 segundos. A luta é complicada até se pegar o jeito e se habituar com chefe, Algumas mortes são inevitáveis, mas depois você se acostuma. Tenha em mente que Litz foca o dano à distância, com chicotadas. Nepac irá para perto, ele quer esfaquear com a espada. Nobreza | Nobility [topo] Derrote K'ax taca, o senhor das tempestades Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar K'ax taca, o primeiro chefe no templo de Yaatz, é um espectro elétrico. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "O trono tempestuoso", ele será o único chefe dessa fase. Você o enfrentará várias vezes na busca pela platina, facilmente mais de 20 vezes. É uma luta complicada no primeiro momento, visto que nenhum ataque pode ser defendido, mas você provavelmente conseguirá após poucas tentativas. O chefe também corre nas sombras para ir para longe quando pressionado, e neste modo enquanto fugindo ele não causa dano. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os padrões de ataque, que são: Invocar vórtice - Um ataque deste será proferido logo de cara, e posteriormente, quando o chefe tiver perdido 25, 50 e 75% da vida máxima. Ele invoca um vórtice lento que te persegue pela sala em movimento circular. O vórtice só causará dano quando se expandir e um raio cair sobre ele, causando uma explosão. Não pode ser defendido, a ideia é sempre evitar os vórtices e desviar para longe assim que se expandirem e você estiver na área de efeito. Até 3 vórtices (máximo) poderão estar na sala ao mesmo tempo Fagulhas - O chefe poderá lançar 3 (acima de 50% da vida) ou 5 (abaixo de 50% da vida) fagulhas elétricas, para te atacar. As fagulhas se movem pelo chão, elas começam lentas (perto do chefe) e após 1 segundo se movem rápido na sua direção. Elas são individuais, ou seja, você pode tomar dano de 1, ou das 5. Tem que ser desviado; Raio - O chefe também poderá dar um ataque de raio para frente, de longo alcance. O raio virá das mãos do chefe, e antes de ele dar este ataque, ele abrirá os braços e raios cairão nas suas mãos. Depois, ele lança um raio em você, bem no estilo "Kame-Hame-Ha", do anime Dragon Ball. Porém este raio é contínuo e ele irá girar para tentar te acertar. Tem que ser desviado, e após desviar, ande em sentido circular para evitar até que acabe. A luta é complicada até se pegar o jeito e se habituar com chefe, lembre que nada aqui pode ser defendido, desvie de todos os ataques e apesar de ser apenas o primeiro chefe do templo da águia, provavelmente é o que você morrerá mais vezes comparado com os primeiros chefes. O templo da águia como um todo na minha percepção é bem enjoado, tudo de pior está nele. Engenhosidade | Invention [topo] Derrote Malok paal, a monstrosidade de carne Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar Malok paal, o segundo chefe no templo de Yaatz, um monstro de carne e pedra. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "O experimento indescritível", ele será o segundo chefe dessa fase. Você o enfrentará várias vezes na busca pela platina, facilmente mais de 20 vezes. É uma luta complicada, vários ataques são rápidos todos tem dano alto comparado com outros chefes. Uma outra coisa que complica é que o chefe é grande, então ataques dele cobrem uma área considerável. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os padrões de ataque são: Atropelar - Um ataque deste será proferido logo de cara e também frequentemente, em especial se você estiver à distância. O chefe corre em sua direção, tentando te acertar com o próprio corpo. Pode ser defendido ou desviado, mas desviar é bem mais fácil. Abaixo de 50% da vida, é comum ele dar este ataque duas vezes em sequência; Socos - Sempre que estiver perto, o chefe pode dar socos simples. Simples é modo de dizer, porque são enjoados para defender, mas apesar da defesa possível, desviar é a melhor opção. Se você estiver nas costas dele, ele dará um soco enquanto gira, voltando a frente dele para você; Soco teleportado 1 - Esteja perto ou à distância, o chefe dará 4 socos no chão e na área em que você tiver aparecerá uma marcação no chão. 1 segundo depois, o soco aparecerá do chão, te atingindo caso não desvie. É um dos ataques mais frequentes do chefe, você precisa usar a esquiva umas 2 ou três vezes para sair de todos. Não dá para defender; Soco teleportado 2 - Este é mais complicado, e de alta velocidade. Ele soca à frente e 1 segundo depois os dois punhos dele aparecem nas suas costas para te atingir. É possível defender, mas de alta dificuldade essa defesa, eu mesmo nunca consegui. Recomendo desviar sempre; Soco explosivo - Tem uma área de impacto grande, no geral acontece quando o chefe está de frente pra você. Ele soca para os lados e teleporta os punhos. Então, um punho aparecerá de cada lado seu, e os dois socam no meio, onde você estará se não desviar. Quando os punhos forem teleportados, uma área no chão será marcada. Saia desta área depressa, ou será atingido. Não dá para defender. A luta é complicada até se pegar o tempo dos ataques, até porque vários são rápidos. Dos segundos chefes ele é o de maior dano, então tendo paciência e após algumas tentativas, ele deve se tornar "rotina". Porém, se vacilar demais morre, facilmente! Percepção | Awareness [topo] Derrote Xucat', a bruxa Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar Xucat' a primeira chefe no templo de Sich'al, um inimigo que lembra a Baba Yaga do folclore eslavo. A primeira oportunidade de enfrentá-la é na fase "Catacumbas enfeitiçadas", ela será a única chefe dessa fase. Você a enfrentará várias vezes na busca pela platina, facilmente mais de 20 vezes. É a luta mais complicada dentre os primeiros chefes, todos os ataques são à distância e todos causam dano sombrio, acrescentando corrupção (dano sombrio) em todo ataque e maldições se tomar danos demais. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os padrões de ataque, que são: Contaminar - Um será dado logo de cara, nos seus arredores serão colocadas no chão 5 crânios sombrios. Chegar perto dos crânios os fará explodir, causando dano na vida e dano sombrio, aumentando a barra de maldições. Como toda explosão, é impossível defender, tem que desviar. Será repetido quando a chefe perder 25, 50 e 75% da vida; Crânios sombrios - São ataques projéteis que a chefe lançará na sua direção, e tem 3 ou quatro padrões diferentes de lançamento. São de uma velocidade média, dá pra desviar deles simplesmente andando, mas só se você estiver a alguma distância da chefe. Se estiver perto, será preciso desviar. Também é possível defender os projéteis, mas o timing precisa ser perfeito; Apanhar e persistir - É o principal fator que torna a luta enjoada, a chefe sempre que toma dano joga no chão um crânio sombrio perto dela, e você sempre precisará desviar pois eles explodem. É possível também bater nos crânios, neste caso eles somem; Teleportar - É coisa simples, sempre que você causar dano na chefe, ela irá aos poucos recuar para as bordas da sala. Quando for para o canto demais, ela irá voltar para o meio, e na sequência lançar uma série de projéteis pra te atingir. O teleporte em si não causa dano e nem te afeta, mas depois dele lá vem os projéteis, então fique atento. A luta é de paciência. Os padrões e ataque são fáceis de desviar e os projéteis podem ser defendidos, mas a coisa que mais incomoda é como a chefe a cada 1 ou 2 hits que toma, invoca uma caveira sombria no chão, então você precisa frequentemente bater pouco e desviar. Apesar de tudo, os ataques no geral dão pouco dano, exceto se você estiver praticamente colado nela e acaba tomando de 10 a 20 projéteis de uma única vez, acumulando instantaneamente uma maldição e perdendo até 400 de vida! Vá com calma, tenha paciência. Depravação | Depravity [topo] Derrote Ratyapu, a abominação Troféu relacionado à história Este troféu consiste em derrotar Ratyapu o segundo chefe no templo de Sich'al, um magricelo que lembra um slasher no Dead Space. A primeira oportunidade de enfrentá-lo é na fase "O covil da abominação", ele será o segundo chefe dessa fase. Você o enfrentará várias vezes na busca pela platina, facilmente mais de 20 vezes. É a luta mais complicada dentre os segundos chefes (ou chefes níveis 2), todos os ataques são são rápidos e exceto um deles, é tudo corpo a corpo. O chefe vem pra cima e vem depressa. Para complicar, alguns ataques causam envenenamento, prejudicando a recuperação de vigor. Se precisar de ajuda em vídeo, oriente-se pelo vídeo 1 do troféu Memórias | Memoirs, ou pelo vídeo na seção extras, de minha autoria. Os padrões de ataque, que são: Projétil - Talvez seja o primeiro ataque, o chefe simplesmente lança um projétil em você, mas de alta velocidade. Pode ser defendido, mas recomendo desviar, por ser mais fácil. Estar à distância aumenta a frequência desse ataque; Empalar - O chefe ataca com os dois braços à frente, um ataque rápido. Pode ser desviado ou defendido. Recomendo defender, pois fragiliza o chefe e o timing de defesa é bem possível; Fatiar - É um ataque duplo, ele primeiro ataca com o braço esquerdo, e 1 ~ 2 segundos depois, com o direito. Recomendo desviar do primeiro e defender o segundo, fragilizando o chefe. Também tem um timing de defesa bem possível; Carrossel da morte - É um ataque de curta duração mas bem tenso quando ele faz, o chefe abre os braços e gira em sua direção com rapidez, sendo rápidos tanto o giro quanto o movimento. Dura coisa de 2 segundos, mas é praticamente impossível defender porque o ataque dá algo em torno de 5 hits por segundo, e mesmo desviando se você ainda estiver na área de ação, vai tomar dano na sequência, e provável envenenamento também; Boost - Acontece quando o chefe perde 25, 50 e 75% da vida. Ele causará uma pequena explosão e se encobrirá de veneno, além de se mover mais depressa. Dura em torno de 10 a 15 segundos. Neste modo, todos os ataques causam envenenamento, são mais rápidos e causam mais dano. A palavra de ordem aqui é, por incrível que pareça, defesa. O que dificulta neste chefe é que, apesar de alguns outros também virem pra cima, este vem mesmo pra cima, ele não quer distância por mais de 3 segundos. E ele ataca com frequência também. Então, o segredo para bater bem nele, de modo tradicional, é a defesa. Quase todas as defesas irão fragiliza-lo, deixando aberto a ataques. A dificuldade será no timing das defesas, se acostumar com eles e tudo mais. Se a coisa estiver feia, abuse do Stun Lock (informações na seção "Extras"). Curiosidade | Curiosity [topo] Inicie um "Evento especial" Troféu de requisito a ser cumprido, muito fácil, virá naturalmente Basta iniciar um evento. Não sei porque o jogo chama de "especial", são os únicos eventos que têm no jogo. Os eventos de forma completa e via de regra estão disponíveis depois que você completa as três fases iniciais, enfrentando e vencendo os primeiros campeões da águia, do jaguar e da serpente. Eles são exatamente como as fases normais, porém com modificadores. Consulte o troféu Diligência | Diligence caso queira mais informações sobre os eventos. Fé | Belief [topo] Destrave uma bênção dos deuses mortos Troféu de requisito a ser cumprido, muito fácil, virá naturalmente Basta comprar 1 das 21 bênçãos disponíveis no jogo. Para comprá-las, será preciso crânios de cristal. Consulte o troféu Devoção | Devotion caso queira mais informações sobre as bênçãos. Exumação | Exhumation [topo] Destrave 5 armas abandonadas Troféu de requisito a ser cumprido, fácil, virá naturalmente Basta comprar 5 das 55 bênçãos armas abandonadas no jogo. Para comprá-las, será preciso anéis de jade. Consulte o troféu Coleção | Collection caso queira mais informações sobre as armas. Ensaio | Essay [topo] Escreva 5 entradas no bestiário Troféu de requisito a ser cumprido, fácil, virá naturalmente Basta completar 5 das 33 entradas completas (desenho colorido) do bestiário no jogo. Para completar as entradas, é preciso cumprir requisitos específicos dependendo da entrada. Consulte o troféu mais difícil do jogo: Memórias | Memoirs caso queira mais informações sobre as entradas de bestiário. Domínio | Mastery [topo] Consiga 3 defesas em menos de 2 segundos Troféu de requisito a ser cumprido, requer atenção! Para defender no jogo, use L2. A defesa é um movimento simples, onde seu personagem simplesmente levanta o braço e bloqueia o ataque. Dura menos de 1 segundo, e é um movimento de aperto, ou seja, não adianta segurar o botão, ele acontece uma única vez e precisa usar de novo. Não dá pra usar com extrema frequência se você não defender nada. Sem defender nada, você consegue usar cerca de 1 vez por segundo. Porém, se você defender, imediatamente depois é possível usar outra vez. Para este troféu, você deve defender três vezes em menos de 2 segundos. É relativamente complicado mas existem vários locais onde isso é possível. O local mais comum é nos inimigos de elite no templo dá águia, as arqueiras chamadas "Sentinelas". Aqui não tem segredo, seu reflexo e seu timing será o que garantirá o troféu, basta treinar que consegue. Oriente-se pelo vídeo seguinte: Avidez | Greed | Avidez [topo] Consiga uma série de 10 eliminações ávidas Troféu de requisito a ser cumprido, fácil, virá naturalmente Sempre que você mata um inimigo, um contador de 3 ou 4 segundos aparece à direita da tela, dizendo "Greed Kill" (eliminação ávida). O greed kill será mantido ativo sempre que você matar inimigos ou atingi-los, seja causando dano ou não neles (eles podem defender). Ficar até acabar o contador sem tocar no inimigo e tomar dano de qualquer fonte (exceto envenenamentos e chamas) vai zerar a contagem de greed kills. Para este troféu, você precisa fazer este contador chegar no 10. É bem fácil, será um dos primeiros troféus a serem conquistados após algumas horas de jogo, mas num primeiro momento, nas primeiras 5 horas, por exemplo, você talvez não consiga, então basta continuar jogando que o troféu virá. Os greed kills são a principal fonte de ouro no jogo: Matar um inimigo, por padrão, dá 10 de ouro considerando 0 pontos no atributo de percepção. Para cada contador no greed kill que você acumular, esse valor sobre em +50%, até o limite máximo de +500% (60 de ouro com 0 de percepção). Alívio | Relief [topo] Livre-se da maldição final Troféu de requisito a ser cumprido, fácil, virá naturalmente Para este troféu você deve sofrer a maldição final e então removê-la. Ganhar maldições é tarefa fácil: Ser atingido por inimigos com ataques sombrios (em cor roxa), passar pelas portas do templo e oferecer sangue em vez de ouro nos totens são as principais formas de acumular maldições. Em Curse of the Dead Gods, você pode tomar até 5 maldições por partida. Elas ficam mostradas na tela nos ícones do canto inferior direito. Originalmente, você precisa tomar 100 pontos sombrios para sofrer uma maldição, mas existe uma relíquia que aumenta esse limite para 120 (muito útil, por sinal), chamada "Vontade de Sich'al". Para saber mais sobre as maldições, consulte a seção "Extras", em "Gerenciando Maldições". Para remover a maldição final, depois de sofrê-la, você precisa obrigatoriamente matar qualquer chefe ou cumprir qualquer desafio de baú, pois ao completar o desafio no baú virá garantido um item amaldiçoado que pode ser ofertado aos deuses apertando e remove uma maldição. Sempre que você vai remover uma maldição, o jogo te permite escolher qual quer remover (porque algumas são super benéficas, ao passo que outras são uma verdadeira praga). Porém a última maldição, depois de tomada, sempre será removida e você nunca terá a opção de mantê-la, exceto se nunca matar um chefe ou nunca cumprir o desafio de baú. Este troféu é específico da última maldição porque, apesar de ser definitivamente a pior de todo o game, ela é sempre a mesma e nunca muda, porém todas as outras maldições antes da última são dadas aleatoriamente. Se quiser o efeito da a última maldição, exiba o conteúdo oculto abaixo. Poder | Power [topo] Equipe uma arma de campeão oculta Troféu de requisito a ser cumprido, talvez seja complicado, requer alguma sorte, mas deve vir naturalmente Para conseguir este troféu, é preciso encontrar e obrigatoriamente equipar uma arma amaldiçoada que é dropada de algum chefe. A melhor dica é destrinchar a frase acima, em roxo: "Troféu de requisito a ser cumprido": Você deve obrigatoriamente equipar a arma; "Talvez seja complicado": A arma deve ser dropada de algum chefe; "Requer alguma sorte": As chances de drop são baixas, coisa de 1 em 20 (5%) mais ou menos, pela minha experiência; "Mas deve vir naturalmente": Você repetirá tantas vezes as expedições e chefes, que é extremamente difícil que pelo menos 1 não seja dropada. Em minha jogada para a platina de 60h, foram dropadas cerca de 10 ~ 12 armas pelo que minha memória traz. Então, basta persistir. Porém, vamos supor que você acabe sendo o extremamente azarado(a) camarada e que para você a arma não veio e só falta este troféu para platinar. Neste caso, existe este vídeo que você pode seguir e talvez dê certo para você, basta mostrar o conteúdo oculto abaixo. Aviso de antemão, porém: Eu testei com todos os boss e cumpri os requisitos que ele menciona, com toda certeza. Em todas as vezes, nenhuma vez a arma veio, o próprio autor do vídeo disse que mesmo cumprindo os requisitos que ele cita, a chance de drop é na faixa dos 20%, mas eu ainda duvido. Entretanto, nos comentários do youtube, tem gente que diz que deu certo, então... boa sorte!
  5. Dúvidas - Guia e Nickelodeon All Stars:
    1) Esse nickelodeon all stars brawl, tem como platinar coop local?
    2) Platinei o curse of the dead gods, game tenso, paguei vários pecados, inclusive agora posso até empurrar pessoas escada abaixo que ainda tenho crédito kkkk... Porém, gostei o bastante pra me inspirar para fazer um guia. Tem um local que consigo todas as informações necessárias para criar um guia no padrão, não é? Podem me confirmar se é esse? Acho que é, mas como data de 2017, não sei se tem um mais atual...

    Edit: Fui na página do jogo e cliquei em "Gerar BBCode"... deu vontade de sair correndo... programação :hehe:

    1. LucasIIGD

      LucasIIGD

      1) Não tenho resposta pra essa pergunta...rs eu acho que não porque tem o modo online mesmo.
      2) Sim, são essas regras mesmo

      Tem também o tutorial em vídeo ou por escrito neste TOPICO

       

      Se precisa de ajuda com alguma coisa durante a escrita do guia me avisa, blz ?

    2. Marcao_vap_2

      Marcao_vap_2

      Valeu camarada, eu vi o seu vídeo lá e li o tópico, tá encaminhada a coisa, o guia está em uns 70% na minha visão. Tentar terminar essa semana!

  6. Dúvida: Curse of the Dead Gods - Troféu Memoir - Estou decidido a entrar na elite de por enquanto menos de 20 jogadores com a platina, e no momento só falta o troféu Memoir. Porém, para completar o bestiário, tem uma página do bestiário que pede pra completar a última expedição 2x seguidas. Acabei de completar uma vez no hard, para zerar a história, alguém sabe se a segunda vez outra pode ser no normal, em vez do hard?

  7. Talvez não flope ... só o tempo dirá. Tenho planos de assinar a plus Extra em setembro, e eu vou jogar ele mesmo com o preconceito em algum momento... meu preconceito com o RE7 é um bom exemplo, achei que seria uma merda e simplesmente foi fascinante... quem sabe eu tome outra porrada virtual nesse quesito, achando que o game não vai prestar e passo a gostar. Eu não tenho vergonha na cara, então primeiro eu meto a ripa, depois a gente passa a defender
  8. Ih... já me preocupa essa adição do Stray... estou com preconceito, já achei que não ia vender muito apesar do belo visual, e agora ele já entra na plus... só me falta a plus virar uma lista de games flopados, porque eu ainda acho que o Stray flopará depressa...
  9. É hoje que libera, ou já liberaram, a tal PS Plus Deluxe. Alguém assinou e consegue disponibilizar o catálogo de games 100% completo, por favor? 

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. WerneyPark

      WerneyPark

      Vão farmar assinatura a rodo agora pq geral vai pagar só proporcional e achar barato, depois geral não vai renovar a 300 e poucos. 

       

      só vai compensar mesmo se os lançamentos saírem rápido no serviço, fora isso é assinar um mes(ps acho que o minimo é 3 né) pra jogar o que quiser e sair fora.

    3. AngusHac

      AngusHac

      @WerneyPark e minha Plus que acabou exatamente hoje kkkk. Tinha renovado por um ano na última promoção com o preço antigo da Plus (antes do aumento), acho que tinha sido 110 reais por 1 ano e hoje completou exatamente um ano. Os caras fazem tudo de forma pensada, querem farmar ao máximo kkkkk.

    4. WerneyPark

      WerneyPark

      @AngusHac a minha é da promoção de dezembro dhisaudha "safe" :champion:

  10. 2023 promete ser um ano que grita: "COMPRE SEU PS5" Como se não bastasse minha enorme tentação pelo Dead Space remake em 23/01, agora vem esse treiler com as tentadoríssimas e o que aparenta ser um novo sistema de combate e maior liberdade com os summons... Aff, lá se vai meu dinheiro
  11. Eu estou imune, quero nem saber desse game!!! (Porque não tenho um PS5... )
  12. É uma boa notícia, gostei do primeiro, a platina levou uma quantidade decente de horas mas foi interessante e prezeirosa de se fazer, ao meu gosto. Particularmente, detesto sociologia e fiquei extremamente receoso / preconceituoso quando fiquei sabendo que era um game "strand" (ou seja, que usa de elementos sociais como conexões e laços emocionais para renovar e reerguer uma sociedade), associado ao fato que a premissa do game era "fazer entregas", peguei morrendo de medo de ser algo tedioso e de história maçante e repetitiva. Porém, foi uma excelente experiência, a trilha sonora é impecável. Gostei bastante e jogar o 2 quando sair está nos planos com certeza. Não só isso, recomendo a todos que têm um PS4, pra mim é um "must play".
  13. "Cheio de novos recursos" e o mais fundamental de todos: A opção de split screen online, com 2 ou mais jogadores no mesmo console, nada! Seguirá engavetado...
  14. Querendo encarar o Curse of the Dead Gods, apenas 7 fulanos no site têm a platina. Longe disso ser o meu objetivo (entrar entre a rara elite com platina), mas o negócio é que a temática do game me agrada, um misto de RPG Diablo + Hack n' slash de controle e precisão(tipo MGS: Revengenace e Bayonetta). A treta é: Minha paciência só vem encurtando ao longo dos anos kkkk. Alguém encarou o game, tem depoimentos?

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. FBanin

      FBanin

      Eu vi alguns vídeos e ele parece ser bem Hades... pelo que falaram o complicado pra se ter a platina é matar os bosses sem tomar dano. Sei lá, talvez insistindo e treinando consiga platinar....

       

      Sei lá, quem sabe um dia eu tente.... 

    3. Marcao_vap_2

      Marcao_vap_2

      Sim, tem um troféu que exige matar cada boss 10x sem tomar dano. Eu joguei por cerca de 2 horas, o game é legal mesmo ao meu gosto, e é possível chegar em cada boss com cerca de 15 minutos. Mas vai ser relativamente tenso matar os boss sem tomar dano, porém por hora parece relativamente possível. Uma coisa que já vi que vai tomar algum tempo é liberar as coisas e focar em upgrades, porque isso tende a dar uma facilitada. Veremos... qualquer coisa eu dropo, e fodas :hehe:

    4. hidra13

      hidra13

      Exatamente é o que @FBaninjá relatou. Vc precisa ter 100% do bestiário, mas para isso, alguns bosses só derrotando várias vezes e sem tomar dano. Tudo bem que a gente não quer tanta garapa, mas é até uma idiotice fazer troféu assim. Melhor trocar por um troféu de fechar numa dificuldade mais alta. Pior que achei a gameplay do jogo atrativa, rs.

  15. Me interessou, mas obviamente, quero que tenha platina. E se for pay-to-win, certamente será insta delete.
  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...