Ir para conteúdo

Líderes


Conteúdo Popular

Mostrando conteúdo com a maior reputação desde 23-10-2018 em todas áreas

  1. 36 pontos
    Pessoal, as coisas deram uma reviravolta, e depois de algumas mudanças de caminho na tentativa de retorno, conseguimos por o portal no ar. Agora ele está em fase beta para vocês que usam o fórum, por favor, não divulguem para fora pois a gente não quer testar muita gente online, e sim achar bugs e problemas para deixar ele mais redondo antes de liberar geral. Algumas coisas já sabemos q estão com problema, exemplo: 1. Mural com pau 2. Ranking desatualizado 3. Tudo relacionado a DLC precisa ser recalculado, então aparece errado na maioria das páginas Qualquer coisa diferente daqui, postem o erro para a gente verificar e corrigir. Quando for postar o erro, mandar o link e, se for algo visual, uma imagem. Para acessar o portal, usem o link normal http://mypst.com.br user:chupa senha:giba
  2. 35 pontos
    Salve, salve manolos! Sejam bem-vindos de volta ao Fórum mypst! Esse é nosso segundo teste de acesso em massa para ver se nosso sistema suporta muitos acessos ao mesmo tempo. Alguns pontos a serem destacados: • Ainda estamos resolvendo problemas com caracteres especiais, corrigimos muitos, mas pode haver alguns perdidos ainda. Isso só é problema no conteúdo antigo, as novas postagens sairão corretas; • Os cards não estarão atualizados, isso será corrigido na sequência; • Os guias foram os mais afetados por conta do BBCODE usado na versão antiga. Essa versão do fórum não aceita BBCODE e teremos que criar um outro meio para criação de guias; • Algumas imagens podem estar com link quebrado, serão substituídas, ou não, no decorrer do tempo pelo próprio usuário que as postou; • O sistema ainda é novidade também para nós, tenham paciência que vamos ajeitando tudo pra deixar esse fórum bem bacana novamente; Qualquer erro ou bug encontrado, pedimos que poste aqui para conseguirmos ver e corrigir com mais agilidade. É nóis
  3. 19 pontos
    #70 - Dragon Age: Inquisiiton Minha primeira experiência na franquia. O fato de ter ganhado o GOTY em 2014 já resume muito do jogo, basicamente é um excelente RPG ocidental, com um mundo imenso a ser explorado, infinitas missões a serem completadas, ambientação ótima, gráficos muito bonitos que impressionam até hoje, várias opções de escolha que determinam o final da campanha, enfim, tudo que um bom RPG deve ter. O sistema de batalha dele assusta no começo, parece ser algo bem complexo já que podemos controlar quatro personagens simultaneamente e existe um modo tático durante os combates que pausa o tempo para você bolar uma estratégia de acordo com os tipos de inimigos que estiver enfrentando, mas é uma ferramenta totalmente opcional que pode ser ignorada durante todo o jogo para os que não quiserem fazer uso dela nos combates. Quanto aos troféus, muitos exigem bastante atenção, pois podem ser perdidos se você terminar a última missão da campanha (apesar de você ainda conseguir andar livremente pelo mundo após terminar a história, você não conseguirá mais, por exemplo, aumentar sua reputação com NPC's ou se relacionar com eles caso não tenha feito isso antes). Como o jogo não possui NG+, qualquer troféu perdido exigirá uma nova jogada do início com outro personagem para que possa ser adquirido, portanto é indicado seguir um guia para saber pelo menos em quais momentos criar um save à parte para evitar dores de cabeça. Uma outra questão é que existe um troféu que exige que o jogo seja terminado na maior dificuldade, a "Pesadelo", então dependendo das suas habilidades em jogos desse tipo, talvez seja bom dividir a caça dos troféus em duas jogadas, apesar de não ser tão difícil caso você sempre deixe seu personagem em níveis acima dos indicados pelas missões principais. Esse é um daqueles jogos que merece ser degustado ao máximo. Se você gosta de RPG's e explora ao máximo os mapas e completa todas as missões que pode, provavelmente não terá problemas com a platina. E para os que buscam o 100%, as DLC's são muito boas também, além de uma delas, a "Trespasser", contar eventos depois da campnha principal do jogo base e dar um final melhor para a história e seus personagens. Nota Pessoal: 10/10
  4. 19 pontos
    Boa Tarde, pessoal! Tudo bem com vocês? Faz "anos" que eu não posto minhas platinas. Consegui juntar rapidinho as que realizei nesse período. Que esse site volte a ser o que era. Contamos com vocês, assim como vcs também podem contar conosco. Gde abraço Bjs do Japa! # 13 - Crash Bandicoot 1: É um jogo que todos que amam o gênero não podem deixar de jogar. Tive dificuldades somente em umas duas fases e, de resto, nada que algumas tentativas não surtissem efeito. #14 - The Order 1886 Esse é um dos jogos mais criticados, porém, eu gostei. Realmente nos traz uma história curta e com algumas pontas soltas. Li em algum lugar que teria continuidade. Espero que tenha e que preencha as lacunas. Gostei bastante da história em si, das ações e personagens. #15 -Spyro 1 Nostalgia Pura. Jogo simples, divertido e que nos remete aos tempos da infância, quando a vida não era só boleto kkk #16 - Crash Bandicoot 2 Muito mais fácil que o primeiro. Quem está tendo dificuldades, não desistam. Uma hora chega lá! #17 - Batman Telltate Gostei demais desse jogo. História sensacional. Queria muito jogar o posterior, porém, não encontro =/ #18 - Crash Bandicoot 3 Bom, para mim, o mais fácil de todos. Quem conseguiu platinar o primeiro, com certeza faz esse bem de boa. #19 - Rime Confesso que estava com preguiça de jogar, porém, quando iniciei, não quis parar mais. É um jogo bem bonito, com cenário muito da hora e a história é emocionante. #20 - Spyro 2 Dispensa comentários #21 - COD Modern Warfare Remastered Jogão. Tem apenas um troféu difícil, que é o de bater o tempo. Decorem o local que aparece os "Target" e isso facilitará demais. No final, tentem sair de costas... Há vários vídeos no youtube para quem estiver com dificuldades. Até fiz um, mas estou sem tempo de postar. Qualquer coisa, eu adiciono aqui para facilitar. #22 - Lego Harry Potter (1-4) Para quem tem filho, namorada, amigo, sei lá quem, ou até sozinho, recomendo fortemente. Muito engraçado e bastante fiel ao filme. Um passa tempo super divertido. Recomendo jogar com outra pessoa, pq sozinho pode se tornar cansativo, pois há diversas coisas a se fazer, não só nas fases, mas dentro do castelão kk #23 - Trine 2 Muitos falam que esse jogo é extremamente difícil. Olha, não é. Com as Habilidades da Assassina (flecha que paralisa o tempo) e com a companhia de outra pessoa auxiliando, se torna muito fácil. O chato desse jogo são os coletáveis. O cara devia ter feito pacto com coletáveis, pq tinha até onde vc menos imaginaria kkk #24 - Spyro 3 Dispensa Comentários. #25 - Rise Of The Tomb Raider Jogaço! Realmente muito, muito bom. Os onlines são p encher linguiça, mas a campanha principal tem uma excelente história. Agradeço ao @xPLuFFye por auxiliar nos onlines, fazendo com que essa porcaria tenha sido divertida. #26 - A Way Out Esse jogo é demais. Joguem. Chame o irmão, o amigo, o espírito, sei lá quem... Apenas joguem e se divirtam. E tentem fazer os 2 finais possíveis, ok? Joguei com a namorada e foi muito engraçado. #27 - Lego Jurassic World Segue os mesmos passos de todos os legos (pelo menos os que eu joguei até agora) Muitos coletáveis, história fiel (com zoação) aos filmes e ótimo para se jogar na companhia de alguém. #28 - Naruto Ultimate Ninja Storm 2 Esse jogo é fielzaço ao anime. Só que ele traz um problema enorme. Tem um troféu bugado, que é o de pegar 100% na história (salvo engano). Dica1: Não falem de maneira nenhuma com o carinha que fica ao lado direito na sala da Hokage. Coletem tudo primeiro, p depois falarem com ele. Dica2: Quando houver a batalha entre Sasuke e Killer Bee, salvem e deixei guardado na nuvem. Comigo, eu coletei tudo, falei com o cara da sala da Hokage e o troféu não havia pingado. Deletei o save, baixei o da Nuvem e fiz o mesmo procedimento e consegui (Graças a Deus). Dica3: Após a Batalha entre Sasuke e Uchiha (A primeira), atrás do trono da sala em que houve a luta, há um pergaminho. Pode ser que passe despercebido. Tenho um colega que jogou umas 4 veses e bugou todas as vezes esse troféu aí. Mesmo ele realizando os procedimentos indicados. Então, quem for se aventurar, que tenha uma boa sorte. #29 - Lego Harry Potter (5-7) Os mesmos comentários que fiz dos demais legos acima. # 30 - Sniper Elite 3 Jogão. Muito fácil. Ainda mais que há o glitch da dificuldade mais complexa. Agradeço ao @crirferpedro pela ajuda. Infelizmente estávamos tendo problemas nas fases finais desse jogo no cooperativo, porém, deu td certo. Muito obrigado e peço desculpas por essas falhas aí no momento final.
  5. 18 pontos
    Boa noite, pessoal! Estou bastante sumido desde que o fórum voltou. Durante este tempo peguei muitas platinas. Vou postando com calma conforme o tempo. Hoje irei postar a última que peguei (ontem) Platina #91 - Monkey King Hero is Back Game baseado na lenda chinesa do Macaco Rei, e baseado no filme de 2015. Irei fazer uma breve análise sobre o game, passando por cada aspecto. História: No game controlamos Dasheng, o dito macaco rei que ficou congelado por 500 anos após ter desafiado a ira dos deuses. Após ser libertado, ele precisa cometer atos de bondade para retirar a corrente sagrada de seu pulso e ganhar de volta todos os seus poderes. Gameplay: Tudo neste game é levado à extrema simplicidade, é realmente feito para um público mais infantil. Você possui apenas 3 variações de ataque: Combos normais, Purificações e 1 contra 1. Combos normais são os báscios: para ataque fraco e para ataques fortes, podendo combinar os dois, além de poder matar os inimigos de maneira furtiva (que não funciona nem um pouco bem). Purificações são ataques que matam a maioria dos inimigos com um hit só, e é preciso apertar no momento em que um inimigo te atingirá com um golpe (lembrando a série Batman) e o 1 contra 1 é basicamente a mesma coisa, porém você apertapara cair no soco x1 boladão com um ou mais inimigos. Além disso, você pode pegar objetos como pedras, cajados e bancos pra tacar nos inimigos, ou até mesmo sumona-los com a ajuda de algumas magias (só usei 1 no jogo inteiro ). É isso, bem básico, nada demais. Trilha Sonora: Bem básica também, porém com lindas múscas instrumentais que remetem a China. Me decepcionei por serem pouquíssimas, é basicamente uma música para cada mapa do jogo (que não são muitos). Gráficos: OK apenas, parece gráfico de PS3, sinceramente. Porém não deixa de ser bonito. É agradável de olhar, porém as fases se tornam desgastantes facilmente, fazendo com que você se canse muito rápido. E não contém nenhum tipo de animação igual ao filme (disseram que teria). Em suma, para vingar a obra de 2015, falhou imensamente. Lista de Troféus: Garapa ao extremo. O jogo possui perto de 90 coletáveis divididas em duas seções: Deuses da Terra e Pergaminhos que NÃO SÃO MOSTRADOS NO MAPA, mesmo após o término do game. Pergaminhos são quase que imperdíveis, porém Deuses da Terra são muitos e cada mapa possui uma grande quantidade para serem achados. Achar todos os Deuses é o troféu mais difícil do jogo (por agora). Tirando os coletáveis, existem alguns poucos troféus referentes à combate como executar 100 purificações, 50 ataques surpresa e 20 um contra um. Devida a grande quantidade de inimigos no jogo, é praticamente impossível de não conseguir todos até o final do game, porém é importante se organizar um pouquinho para fazer cada um sem perder oportunidades. Exemplo: precisei grindar um pouco de ataques surpresas, pois a IA dos inimigos é muito ruim, assim como a mecânica furtuva... além disso, oportunidades furtivas são oferecidas apenas no começo do game, tornando bem difícil mais para o final. Considerações finais: Como disse, garapa ao extremo. Sem guia nenhum, consegui platinar em 10 horas. Foi um pouco decepcionante ao todo para mim, pois esperava um pouco mais de desafio. É bem fácil mesmo. O jogo está custando R$150 na PSN BR e vos digo que não vale isso tudo. É um jogo bom mas poderia ser muito melhor.. se alguém estiver querendo este game, espere alguns meses que chegará a 50-60 reais muito rapidamente. O jogo lança oficialmente dia 17 de Outubro. Nota do Jogo: 7/10 Dificuldade: 2/10 Tempo: 10h sem guia / 6h-7h com guia. Minha previsão do Metacritic: Entre 73-78 Procurei não dar tanto detalhe na minha análise, espero que gostem Abraços! (E desculpem eventuais erros ortográficos ) https://imgur.com/GU2PT4
  6. 18 pontos
    87# Uncharted: Drake’s Fortune Remastered – Platina Momento da Platina: Dos jogos da série o único que eu já havia jogado no PS3 era o terceiro. Os outros acabei deixando pra jogar no PS4. Nesse primeiro jogo vemos Nathan Drake seguindo os passos de seu ancestral, Francis Drake, com a ajuda de Victor Sullivan e da repórter Elena Fisher para encontrar o tesouro perdido de El Dourado. 88# Uncharted 2: Among Thieves Remastered– Platina Momento da Platina: O segundo jogo foca na busca de Drake pela mítica cidade de Shambhala (Shangri-La) escondida nos himalaias, e na tentativa de impedir um criminoso de guerra chamado Lazarevic, de por as mãos em uma relíquia lendária. 89# Uncharted 3: Drake’s Deception Remastered– Platina Momento da Platina: No terceiro jogo temos Drake e seus amigos, com ajuda do diário de Lawrence da Arábia, buscando outra cidade perdida, a lendária Ubar, a Atlântida das areias, uma cidade que há muito tempo foi engolida pelas areias do deserto. A jogabilidade dos três jogos é praticamente a mesma com pequenas diferenças de um pro outro, revezando entre tiroteios, escaladas e resolver puzzles. A única coisa que incomoda de vez em quando é o movimento da câmera. A lista de troféus dos três também é semelhante, possuindo troféus por colecionáveis, dificuldade, tempo, x morte com arma y, o que é mais chato é ter que terminar cada jogo varias vezes pro 100%, sendo pelo menos uma vez no esmagador, uma no brutal e uma na corrida de velocidade. Já os troféus online foram completamente removidos nessa versão. Vale destacar um dos grandes pontos positivos de toda a série que é o enredo e o carisma dos personagens.
  7. 18 pontos
    #68 - Resident Evil 2: Remake (platina e 100%) Um clássico que, quando foi anunciado, me deixou extremamente feliz por ter sido o RE que mais marcou minha infância. Não peguei ele no lançamento porque na época também foi lançado o Kingdom Hearts 3 e optei por ele, e depois de ter platinado os dois, posso dizer que não me arrependi desta escolha. RE2 Remake é maravilhoso em quase todos os aspectos: Gráficos maravilhosos, jogabilidade ótima, ambientação boa. O problema é a história, principalmente quando chegamos ao cenário B. Até ele, mesmo as mudanças de enredo eu achei positivas, nada que estragasse o original ou forçasse a barra em algum ponto, porém quando começamos a segunda aventura com qualquer um dos personagens, começam os furos. Não entrarei em detalhes para evitar spoilers, pois quem já jogou sabe do que estou falando, afinal não são poucos os erros de continuidade na história, são coisas que só poderiam ser explicadas se os dois cenários se passassem em universos paralelos, coisa que mesmo assim não faria sentido já que uma aventura deveria completar a outra na teoria. Enfim, esse foi o grande fator que me decepcionou no jogo e praticamente tirou ele da perfeição. Apesar de ser muito divertido e ter me agradado demais, pecou nisso, pois o jogo do PS1 foi marcado justamente por essa qualidade na diferença dos cenários e sentido entre eles, e a Capcom esquecer isso e literalmente cagar para a história desse jeito, foi muito frustrante, ainda mais que em RE6 eles fizeram muito bem o entrelaçamento entre todas as campanhas, o que era muito mais complexo teoricamente, então porque esquecer disso neste remake? Com relação à platina, este é um dos mais fáceis de serem platinados na franquia, já que os troféus que costumam ser mais difíceis, os de conseguir rank S, foram bem facilitados já que o uso de sprays e salvamentos foi liberado totalmente, o único fator determinante para o rank é o tempo de conclusão da campanha. Outros troféus, como os de zerar de maneiras específicas (sem se curar, sem abrir a caixa de itens, etc), só parecem ser difíceis mas são bem mais simples do que parecem, já que podem ser feitos na menor dificuldade e nela você se cura conforme o tempo. No meu caso, o troféu que deu mais trabalho mesmo foi o da DLC, o de ter que matar 100 zumbis no modo normal na campanha do xerife , até conseguir pegar o jeito demorei um tempo e a dificuldade é bem alta. Nota Pessoal: 8.5/10 #69 - Darksiders 2: Deathnitive Edition Depois de ter jogado o Darksiders 1 e ter gostado muito, resolvi continuar a jogar a saga. Darksiders 2 tem tudo que o primeiro jogo tinha e mais um pouco, incluíram alguns elementos de RPG e aumentaram bastante o tempo de campanha e lugares a serem explorados. A história da franquia é muito bem elaborada e interessante, e a jogabilidade é muito divertida, assim como a maioria dos hack'n slash na minha opinião, são ótimos jogos para se jogar de tempos em tempo e tirar um pouco do estresse. A platina do jogo não é tão difícil mas exige paciência, já que é preciso terminar o jogo na dificuldade mais alta e depois jogar mais um pouco no NG+ para pegar o nível máximo, fora as quests de coletáveis que sem um guia para saber onde está tudo, fica muito difícil, já que você não consegue filtrar o que falta por região do mapa. Agora é esperar uma promoção no Darksiders 3 para platinar a franquia toda até agora, e aguardar novos jogos serem lançados. Nota pessoal: 8/10
  8. 17 pontos
    Bloodborne Bloodborne Estava desconfiado em escolher esse jogo para ser minha 20ª platina, mas apostei nele por alguns gamers o considerarem o melhor jogo da atual geração, e ser também um exclusivo de um gênero amado pelo seu público. Logo de começo percebi ter feito a escolha certa, gostei muito da jogabilidade e mecânicas. O jogo é difícil, para jogar sozinho, mas nos momentos que precisei e pedi ajuda, o jogo fica mamão com açúcar. Ponto negativo para a história, não entendi nada praticamente, não acho válido a necessidade de se aprofundar em pesquisas fora do jogo para se ter um entendimento.
  9. 17 pontos
    #450Shadow of The Tomb Raider Cálice da Tormenta (Platina) Ganhe todos os troféus. Mais ou menos a platina, o difícil do jogo é o carregamento, esse veio mais demorado que os outros 2 jogos, tirando isso, um jogo que vale a pena de verdade! Uma dica bem besta que tem no portal mas vou reforçar aqui, jogue no fácil primeiro, curta bastante o jogo e faça os 100% depois vai no modo história no mais difícil com tudo upado, a questão não é tanto os upgrades mas o fato de poder carregar mais coisas como munição, ervas e etc, só pode salvar na fogueira, não vi problema quanto a isso mas a questão é a demora das cutscenes, não dá pra pular algumas, tem que assistir toda, nas vezes que morri foi de tanto esperar a custcene querer chegar logo numa fogueira a boneca caía de algum lugar, vinha umas piranhas mordia e ela morria, essas coisas bestas que se não ficar atento e tiver pressa acontece, mas os combates ficaram de boa até, inimigos meio patetas, se tiver um pouco de dificuldade usa o corpo de um morto como armadilha que explode quando passa um perto, mata até 2 de uma vez... Até mais!
  10. 17 pontos
    Rogue Legacy [JAP] Este é dos jogos mais legais que joguei nessa geração e já estava querendo fazer essa versão japonesa há muito tempo. É um plataforma 2D roguelike em que você vai controlando os herdeiros de uma família nobre. A cada morte o jogo te dá a opção de escolher um de três herdeiros do último herói. Os personagens possuem uma classe que determina a quantidade de HP/MP, velocidade e habilidades. Além disso, cada um tem uma configuração de atributos única. Alguns dos atributos que aparecem no jogo são: miopia (vê borrado o que está longe), gay (não sofre mudança nenhuma, uma piada dos produtores), gigantismo, nanismo, demência (vê inimigos inexistentes) e muitos outros. Por ser um roguelike, a cada morte o castelo muda a configuração de salas e inimigos. A morte é praticamente necessária em certos momentos, pois te permite comprar upgrades, equipamentos e runas. Gostei tanto dessa dinâmica de jogo procedural que devo tentar o Binding of Isaac, Downwell e outros jogos parecidos mais para frente. Os troféus do jogo não tem muito segredo, estão relacionados aos chefes do jogo (cada tem um nome relacionado a uma figura histórica), coletáveis (runas e equipamentos) e alguns feitos específicos como vencer o minigame do palhaço. A maior dificuldade está em derrotar os chefes remix e zerar o jogo em 15 mortes ou menos (sem travar o castelo). Para os chefes remix não tem muito segredo. O remix do Khidr é uma questão de saber como desviar de cada ataque; do Ponce de Leon é uma questão de resistência; do Heródoto é uma questão de ser esperto, tentar eliminar as bolhas com calma e não ficar atirando para todo lado. Já para o remix do Alexander tem o macete de deixar o chefe fora da tela e esperar que se atinja o limite de minions no mapa antes de atacá-lo. Para o troféu de 15 mortes, recomendo ficar farmando muito gold nas salas marcadas com "?", pois nelas os objetos sempre respawnam. Quanto mais gold farmar, mais fácil será. Além disso, fazer backups periódicos também ajuda. Obs: na versão comum do jogo tentei fazer esse troféu no NG+ e não deu certo. Tomara que a Cellar Door Games retorne com uma sequência algum dia. Agradecimentos ao meu amigo Marcio que me deu o jogo!
  11. 17 pontos
    Horizon: Chase Turbo É exatamente aquilo que eu esperava: um passatempo bem divertido, sem grandes desafios e com uma carga nostálgica para quem jogou Top Gear quando menor. O jogo é praticamente uma versão atualizada da franquia para a atual geração e contém, inclusive, o tema clássico. Um ótimo trabalho da Aquiris Game Studio, equipe brasileira que desenvolveu o jogo. Quanto aos troféus, eu retiraria apenas os troféus de resistência, pois acabou se tornando maçante de fazer. Acho que tentaram recriar uma espécie de "Enduro" dentro do jogo e eu não gostei muito.
  12. 16 pontos
    Platina #293 - Apotheon - Omnipotence Um jogo de ação/plataforma 2D baseado na mitologia grega. Os cenários são muito bem feitos, ótima jogabilidade e trilha sonora, os combates requerem uma boa dose de estratégia. O único problema é que o jogo pode "crashar", uma vez que você abre uma lockbox, e sim, isto vai acontecer algumas vezes, portanto é recomendado fazer um save manual antes de abrir cada uma. Voltei a jogar após quatro anos e cinco meses depois que peguei meu primeiro troféu. Me arrependo de não ter jogado antes. Em relação à platina, vamos nos deparar com uma certa dificuldade. Temos que pegar todos os coletáveis (lockboxes e armas raras), além de muitos troféus específicos que são feitos em certos mapas, os quais temos que cumprir determinados objetivos como pegar uma chave e acessar locais secretos. Fazendo todos estes troféus específicos e com o progresso do enredo, também adquirimos o troféu de obter todos os doze poderes dos Deuses do Olimpo. E também podemos zerar na dificuldade Warrior (Normal), e realizar o glitch para voltar ao chefão final na dificuldade Olympian, logo, tudo pode ser feito em somente uma jogada. Nota do jogo: 7.5/10 Dificuldade da platina: 4/10 Tempo: 12-13 horas Aprovado? Sim. Muito bom!
  13. 16 pontos
    Gravity Rush é uma série incrível. Vais amar o 2 com toda certeza! E ele também é uma platina bem direta (menos a parte de comprar todos os upgrades, isso levei umas boas horas farmando cristais) E seguindo nas platinas que consegui nesse meio tempo: NieR: Automata Assim que platinei i NieR do PS3, corri para finalmente jogar o Automata e realmente ele é merecedor de todos os elogios que deram a ele. Enfim um jogo do Yoko Taro que é uma delícia de se jogar! Como fiquei macaco velho do estilo de história que ele faz, não foi muita surpresas certos acontecimentos. Ainda sim é um jogo incrível em vários aspectos. Como no Nier original, deixei que o meu último troféu fosse justamente o de terminar o último final, para ser como um verdadeiro adeus a esse jogo, para não voltar mais a ele. Sobre a platina, certamente é bem menos complicada do que o jogo original. A loja de troféus ajuda a pegar aqueles que eu não tvaa com saco de fazer (como entrar em modo Beserker 50 vezes e pescar todos os peixes), mas de resto eu fiz questão de pegar.
  14. 16 pontos
    #341geral #148ps4 The Witcher 3: Wild Hunt – Complete Edition Joguei vários games bom/ótimo no PS4 e pouquíssimos excelentes e este aqui entra na lista dos games excelentes e digo mais, pra mim é o melhor jogo de PS4 que já joguei. (vale ressaltar que não joguei games lançados ano passado e nem deste ano e trocentos outros mais antigos rsrs) Curti tudo que teve no game até mesmo o Gwent, vi em vários locais antes de iniciar o jogo pessoas criticando esse games de carta, que pra pegar a platina e o 100% é complicado mais por conta do jogo de cartas do que qualquer outra coisa. Eu curti de cara o game de cartas e enfrentava todos NPCs possíveis... final do jogo só faltava poucas cartas que foi rapidamente encontrados, não só do jogo base (platina) mas também as cartas da segunda DLC. Ainda preciso finalizar a ultima DLC mas já adianto que peguei tranquilamente o troféu relacionado ao Gwent em fazer 189 pontos de ataque, na 3ª tentativa.. mesmo o fdp usando a cartar Queimar que me fez perder 12 pontos, mas foi sussa... chegaria próximo aos 210 pontos rsrs Sistema de batalha inicialmente parece ser confuso por conta de várias opções e possibilidades mas é beeeeem tranquilo. Para platinar em apenas 1 jogada tem que iniciar o jogo logo na dificuldade mais difícil e ficar atento em alguns troféus missables, que são todos tranquilos... sem falar que temos 10 slots para salvar nosso progresso, usando corretamente o salve é quase impossível perder os troféus. Final de Semana focar nesta DLC e obter o 100% desse maravilhoso jogo. Jogo 10/10 Tempo para platina: Aproximadamente 110 horas (acho que fecho rapidamente a DLC, totalizando umas 140 horas para 100%) Recomendo o jogo
  15. 16 pontos
    Darksiders 3 Tirando as quedas imundas de frame, o jogo é bem legal e desafiador.
  16. 16 pontos
    Platina #290 - Rayman: Legends - Legendary O jogo é maravilhoso! Temos um mundo de fantasia repleto de cenários bonitos, coloridos e diversificados, com uma boa jogabilidade, bons efeitos sonoros e uma trilha sonora magnífica. O enrendo, por sua vez, é sempre aquele enredo bobinho neste tipo de jogo, mas não deixa de entreter. O que mais me agradou, foram as fases musicais, nas quais jogamos no ritmo da música. É um jogo altamente criativo. A platina possui uma dificuldade mediana, levando em consideração a campanha, visto que o online é somente demorado. Basicamente, temos que salvar todos os Teensies e obter todas as taças de diamante em todos os mundos, além de uns troféus específicos de combate e fases. O mais complicado, no entanto, é completar as fases Invasion, pois temos que terminá-las em 40 segundos, e são difíceis. Vale destacar que existem as fases do Rayman: Origins, as quais também são necessárias finalizarmos para os troféus. Existe um modo online do qual é baseado em desafios diários e semanais. Para o troféu de alcançar o maior level, precisamos obter 6000 pontos, sendo que 1816 deles são obrigatórios obtê-los online, pois a campanha nos dá o restante. Para termos ideia: 1 ponto = bronze; 5 pontos = prata; 10 pontos = ouro; 50 pontos = diamante. Levando estas pontuações em consideração, consegui obter algo em torno de 400 pontos a cada 30 dias jogados, isto é, demorei de 4 a 5 meses para finalizar, mas claro, não joguei todos os dias seguidamente, inclusive deixei o jogo parado por alguns meses. Alguns desafios é bem possível obter o ouro, já outros, me dava por satisfeito um prata. O diamante, no entanto, era algo fora de cogitação pra mim, pois somente o 1% melhor colocado do ranking que o conquistava. Nota do jogo: 9/10 Dificuldade da platina: 5/10 Tempo: 35 horas Aprovado? Sim. Extremamente divertido.
  17. 16 pontos
    Platina #289 - AereA - Tutti Trata-se de um Action RPG, com mecânicas bem simples, porém, é assim que eu curto, já que não sou muito chegado nos mais complexos. Todavia, claramente temos um jogo incompleto, inacabado, extremamente desequilibrado, e que precisa urgentemente de correções. Nem vale a pena listar aqui seus inúmeros problemas. Se não possuísse nenhum problema técnico ou quase nenhum, até diria que seria um jogo satisfatório. De qualquer forma, vale a pena destacar a temática musical que é proposta pelo jogo, incluindo a boa trilha sonora, a arte bem feita e a riqueza de detalhes do mapa principal. Em relação à platina, muito fácil. Precisamos completar todas as sidequests, alcançar level 50, pegar todos os livros, além de vários troféus relacionados à história. Um grind no final é necessário para coletar moedas suficientes e, consequentemente, realizar os upgrades das skills de todos os personagens. Nota do jogo: 2/10 Dificuldade da platina: 1/10 Tempo: 25-30 horas Aprovado? Não. Bem ruim.
  18. 16 pontos
    Kingdom Hearts Final Mix Jogo sensacional, fez parte da minha infância/adolescência e eu to loko pra jogar o 3, porém quero platinar o 2 antes hehe Acho que até a Black Friday eu platino ele e pego o 3 numa promo hahaha [é esse o plano]
  19. 16 pontos
    #430#PS4shareControlDiretora do DFC (Platina) Jogo com 10 missões, porém, cada uma leva cerca de meia hora, a 9 é a mais difícil, deu um pouco de trabalho, também tem uns 3 chefes enjoados mas nada demais, algumas tentativas pega a manha, o complicado do jogo são os travamentos, não dá crash mas trava quando salva e nos pontos de controle, isso é sempre, o loading dele é bem demorado, pra um jogo até pequeno achei demorado demais, tirando esses contras aí uma platina garantida em cerca de 20 horas e quem gosta de uma pegada The Evil Within misturado com Prototype vai curtir bastante o jogo!
  20. 16 pontos
    Se o post no face for verdadeiro e o fim do site foi decretado, só tenho que agradecer a todos os envolvidos. É muito louco quando paro para pensar que tem pessoas que conheci aqui a quase 6 anos e ainda continuamos fazendo boost regularmente. Pessoas que muito provavelmente não vou conhecer pessoalmente mas que a internet/mypst me proporcionaram a conhecer e interagir, quase diariamente, devido a um hobby comum. O que vai ficar na memória são as histórias/personagens engraçados que proporcionaram grandes risadas: Quem aqui não se lembra das "ideias mirabolantes" de alguns usuários, como o de premiar com centenas de reais todos os participantes do ranking. Ou aquele cara que conversava com ele mesmo usando contas fakes. Das cartas do myPStreta. Das tretas de banimentos e de premiação de guias. Do cara que queria criar um watercooler para o PS3. Das fakenews. Ou mesmo alguma história engraçada de boost, como o cara que teve que sair no meio do boost porque tinha caído um poste na sua casa. O GOTY Life of Black Tiger. O famosos ChupaGiba. O jogador de youtube... Sem falar nos diversos usuários icônicos que tivemos nesses anos todos. Se for mesmo o fim, inclusive do fórum, vai ser uma pena perder o contato com essa galera que entra e participa diariamente no fórum. Uma pena não ter conhecido alguns aqui pessoalmente. No mais, um abraço a todos e espero continuar mantendo contato com os amigos. #ChupaGiba
  21. 16 pontos
    Platina #260 - Singularity [PS3] Platina #261 - Just Dance 2017 [PS4] Platina #262 - Dragon Ball Z: Battle of Z [PS3] Platina #263 - Just Dance 2018 [PS4] Platina #264 - Damnation [PS3] Platina #265 - A Way Out [PS4] Platina #266 - Prince of Persia + DLC [PS3] Platina #267 - Syndicate [PS3] Platina #268 - Call of Duty: Modern Warfare Remastered [PS4] Platina #269 - WET [PS3] Platina #270 - SSX [PS3] Platina #271 - Split/Second [PS3] Platina #272 - Lollipop Chainsaw [PS3] PSN #189 - Battle: Los Angeles [PS3] PSN #190 - What Remains of Edith Finch [PS4] Bom, todos sabem que o Fórum não conseguiu fazer backup de todo o conteúdo, apenas até uma certa data (pelo visto foi até 13/03/2019), resultando na perda de algumas análises minhas. Eu realmente queria escrevê-las novamente, mas, uma vez que não tenho mais tais jogos e seus troféus frescos na memória, portanto, acredito que qualquer análise que eu fizer agora, não ficará da mesma maneira que a original e tampouco será digna de acordo com o meu padrão de excelência. Desta forma, pelo menos para deixar registrado aqui, destaquei as platinas/100% que se perderam. No mais, minhas análises futuras voltarão ao normal.
  22. 15 pontos
    134 - Gravity Rush 2 Nota do Jogo: 7.5 /10 Dificuldade da Platina: 4 /10 Tempo para Platina + 100%: 40 horas Foto da Platina: Comentários: Esse jogo é um misto de decepções e alegrias, explico: Recentemente platinei o 1 jogo da franquia e gostei bastante e estava com grandes expectativas para esse segundo, mas ele me decepcionou em alguns pontos. O jogo em si é razoável, mas sofre do grande mal dessa geração que é diversas missões inúteis, em jogos de mundo aberto, apenas para aumentar as horas jogadas e justificar o tamanho do mapa. O primeiro jogo tinha apenas 21 missões da história principal, mas eram missões bem elaboradas e alinhadas com a história. Já esse jogo tem 27 missões principais + 49 missões secundárias. Das secundárias 90% são chatas e repetitivas, do tipo leve alguém até um ponto sem ser visto, tire uma foto x,....Das principais, os dois primeiros capítulos são razoáveis em termos de missões e na história. Agora o jogo engrena mesmo no terceiro capítulo e principalmente no 4, esse sim é muito foda, tanto com fechamento da história, quanto no designer das missões. Tirando o que comentei acima outros pontos que se destacam: Pontos fortes: Jogabilidade, gráficos, designer e novos poderes. Pontos fracos: Sistema de progressão do personagem confuso e pouco recompensador (diferente do 1 que tinha um sistema muito melhor), diálogos intermináveis e desinteressantes nas missões secundárias e já comentei como as missões secundárias são chatas e desnecessárias?? Troféus: Não são complicados, mas tem que ter uma paciência de jó para fazer todas as missões secundárias e maximizar os poderes da Kat. Outro troféu muito chato é o de derrotar os 5 Nevis Gigantes, já que é algo que depende da boa vontade do jogo para eles aparecerem. Veredito: Se jogou o primeiro e gostou muito recomendo jogar esse também, mas somente se conseguir ele gratuitamente (empréstimo, troca ou se sair na Plus). Se não jogou o primeiro, recomendo começar por ele.
  23. 15 pontos
    Street Fighter V Mais um bom jogo fudido pela Capcom. Eu tinha dropado esse jogo, mas resolvi platinar logo, porque final do ano tem mais atualizações e fiquei com receio de mais um nerf, dos muitos que o jogo já sofreu, principalmente com relação ao Fight Money. Parece que quanto mais a Capcom tenta inovar o game, pior ele fica! Tive que platinar só pra não olhar mais pra o SFV Eu daria nota 8 pro jogo mas... Netcode -2 Pilantragem -2 Nota 4, mas não por causa do jogo em si mas sim, pelo fato da Crapcom estragá-lo ao longo dos anos
  24. 15 pontos
    #107 Duke Nukem 3D: 20th Anniversary World (24 dias, 20:55:38) Lembro muito bem quando joguei Duke Nukem pela 1ª vez lá na 2ª metade dos anos 90, e como esse jogo me marcou. Mas, só tinha jogado a versão demo do jogo, então nunca tive oportunidade de jogar a versão completa, até que essa edição de 20º aniversário foi lançada. E criei uma expectativa muito alta, que acabou não sendo correspondida. Pq de novo realmente não teve nada, e não sei se era pq eu tava numa fase ruim da minha vida, ou se o fiasco do Duke Nukem Forever influenciou, mas eu nem fiz questão de jogar todo o modo história. Joguei só o 1º mundo (que eu ainda sabia de cor) e depois fiz os cheats para platinar o jogo. Hail to the king baby!
  25. 15 pontos
    Platina #292 - Sniper Ghost Warrior 3 - I Am More Temos um jogo FPS focado no stealth. O enredo é bom, previsível, e com um final bosta. Jogabilidade boa, mas com demora no tempo de resposta de certos comandos. Belos gráficos, boa trilha sonora, porém ausente. Não havia a necessidade de torná-lo em mundo aberto, aos moldes de Far Cry, por exemplo, mas já que tornou, podemos destacar as várias possibilidades de avançarmos nas missões, o que é natural. Os loadings de três minutos e meio quando vamos entrar no jogo ou quando existe a troca de mapas, é completamente ridículo. O jogo chegou a "crashar" duas vezes, mas, por via das dúvidas, estava frequentemente fazendo backup do save, além de um bug ou outro, como ficar preso entre rochas do cenário ou o personagem segurar a arma invisível. Em relação à platina, tudo é muito fácil. Temos que zerar o jogo, pegar todos os coletáveis, pegar/desbloquear todas as armas e comprá-las, completar todas as sidequests, eliminar todos os alvos da lista dos mais procurados, completar pontos de interesse, além de mais alguns troféus específicos de combate e outras ações. Tudo vem naturalmente quando iremos atrás do 100% dentro do jogo. Destaco, também, que nenhum troféu bugou pra mim, jogando na última atualização: 1.09, apenas tive que me preocupar com um dos troféus das sidequests, do qual tornou-se perdível com esta atualização. Ainda aproveitei para jogar as duas DLCs do jogo, as quais não têm troféus. A primeira, The Escape of Lydia, na qual jogamos com ela própria, completamos em 30 minutos, uma vez que possui somente duas missões. A segunda, The Sabotage, já é mais bem feita, mas não chega nem a três horas de duração, possuindo cinco missões principais, duas secundárias e três novos alvos para a lista dos mais procurados. Nela jogamos com Robert, o irmão do Jon, e o enredo nos conta o ponto de vista dele, uma vez que fora capturado. Vale destacar que a dificuldade é maior que a do jogo base, mesmo jogando no normal. Também tentei me aventurar no multiplayer, mas não existe ninguém jogando. Nota do jogo: 6.5/10 Dificuldade da platina: 2/10 Tempo: 23-25 horas Aprovado? Sim. Bom jogo, mas claramente faltou um "algo a mais", coisa que o antecessor teve e que é, disparado, o melhor da trilogia.
  26. 15 pontos
    Platina #94 - Call Of Duty Black OPS III Depois de 3 anos (1377 dias), resolvi voltar e platinar esse COD que estava faltando na minha lista. Faltava 2 fases no veterano sem morrer, 8 desafios da campanha e 17 honrarias. Ajudei muita gente a platinar esse jogo, mas faltava a minha. Uns amigos que geralmente jogo junto esses jogos que tem COOP me "pertubaram" pra platinar e resolvi voltar. Hoje tenho a sensação que deveria ter platinado ele ha mais tempo, tenho certeza que o prazer seria melhor. O jogo tirando o veterano sem morrer nao e tão dificil, ele e chato. Precisa refazer as missões algumas vezes porque as honrarias nao da pra fazer tudo numa jogada, mas enfim, esta platinado e agora vou partir pro Assassins Creed Origins.
  27. 15 pontos
    # RESIDENT EVIL REVELATIONS que jogo maravilhoso, tá mais difícil de platinar no PS4 pq a CAPCOM acrescentou mais level no navio fantasma e um boss Norman mais forte, agora vou terminar o do PS3 que comecei em 2013....
  28. 15 pontos
    #101 - Path of Exile Tempo para platinar: 164 dias, 4:45:44 Um jogo ao estilo Diablo bem divertido, ao contrario do que uns falam por ai, a platina é relativamente fácil pra quem ja sabe o que tem que ser feito, e algum conhecimento do jogo, o que eu tinha bem ao meu lado, ja que meu irmão joga no PC dês de 2014, então tudo que eu tinha que fazer era virar pra ele e perguntar "esse item vale muito?". Uma coisa muito importante de se ressaltar é que apesar de Free to Play, dificilmente você vai platinar esse jogo sem gastar nenhum centavo, o que ocorre é que de fato, o jogo não oferecem itens que melhorem os atributos do seu personagem por dinheiro real. porem toda a economia do jogo se baseia em trocas de itens, e até ai esta tudo certo, o problema começa quando nos níveis mais altos você precisa de itens específicos para a sua Build ficar forte, dificilmente você vai dropar o que precisa com facilidade, o que torna mais simples comprar, e é ai que entra a parte de gastar dinheiro, você pode dropar os itens monetários, mas os mais relevantes não caem com uma frequência muito grande, logo a alternativa é vender os itens que foram dropados mas não lhe servem, porem a aba de bau que permite a venda de itens é paga kkkk logo, ainda que seja plenamente possível jogar sem gastar nada, a platina é bem complicada de conseguir sem gastar nada, ainda mais que o jogo atualiza a cada 13 semanas, e se vc não completar nesse tempo, pode acontecer o que aconteceu comigo, um nerf em um item essencial para minha build, que fez com que eu upasse outro personagem, craftar os itens tbm pode ajudar bastante, assim não precisa comprar um item muito caro. Jogar na Standard tbm não e uma boa opção no Playstation, os items são relativamente mais caros, e tem pouca opção, o ideal é terminar durante o período de uma liga mesmo, isso faz você economizar uns trocados.
  29. 15 pontos
    Platina #100 KINGDOM HEARTS III Complete Master Unlock all other trophies. Tá ai, a minha centésima platina. Certamente tinha que deixar essa para um jogo bem especial, e não consigo imaginar um jogo mais especial do que o Kingdom Hearts III, o jogo a qua sempre quis jogar, desde quando eu terminei o segundo ainda quando era criança. Admito que esse jogo não é tão bom quanto o 2, mas após ter platinado ele no PS3, posso afirmar que o KH II é uma obra prima, objetivamente um dos melhores jogos já feitos. É a mesma coisa do Resident Evil, os jogos novos são bem bons, mas nenhum fica do nível do 4. RE4 é um jogo tão perfeito que os outros simplesmente não comparam.
  30. 15 pontos
    Então desde a platina #88 não posto, agora já estou na #98 e são essas as conquistas, alguma já até tinha postado aqui mas foi apagado com a restauração do backup, farei então um resumo dos 10 ai: Mecho Tales, Drowning, Storm Boy, Conan Exiles e Planet RIX-13: São garapinhas beeem fáceis muitas ai platinas de 1 horinha, então pra quem procura pode pegar sem medo que é easy. ICEY: É tbm uma garapa, mas separei ele pq o jogo é muito bom, jogabilidade gostosa, daquele estilo 2D de hack n' Slash muito bom, foram tbm a liberdade e a sacada de roteiro que ele tem, realmente é um jogo de muita qualidade e pelo custo beneficio vale muito a pena. God Of War 3: Épico! Encerramento de uma jornada de forma digna, muitos ai ja conhecem mas pra quem não jogou, mano só vai que o jogo é bom demais, é meio chatinho pra platinar, mas nada muito dificultoso. God Of War: DU CARALEO!!!! Que obra meus amigos, que obra!! Acredito que o GOTY foi merecido pela reinvenção que a Santa Monica conseguiu fazer com o game, é simplesmente espetacular. Sobre a platina, é demorada mas com um game desses nem tem problema, sem tantas dificuldades só com as Valkirias que são um pórre, mas de resto bem suave!! InFamous: Second Son: Broxante! 1h de gameplay vc já fica saturando, é legalzinho, mas nem chega aos pés do 2 por exemplo. Platina fácil, porém maçante. Days Gone: Um jogo pós-apocalíptico que sempre quis jogar, é surpreendente bom o mundo que eles fizeram! Só há um problema o game é GIGANTE! Calma calma que vou me explicar: Vc inicia o jogo já com os dois pés nos peitos, ele te joga lá e te deixa fazer várias e várias coisas, tudo já é praticamente liberado, e tem coisa para um caramba, vc fica horas e horas só passeando e fazendo missão paralela, vasculhando, etc... e é bom demais, na primeira hora, na segunda, na quinta, na décima, na décima quinta, lá para vigésimo vc já tá meio sem saco, e tem pelo menos mais 20h de jogo, entende? Eles me deram tudo logo de cara pirei no começo mas enjoei depois, para solucionar isso um sistema de progressão ou encurtar o jogo (Como Spider Man que termina na hora certa) seria melhor, pq com o passar do comprometeu minha experiencia com o game, partes finais que teriam mais impacto não tiveram por já está saturado com o game, e olha que joguei intercalando com outro, imagina quem ficar só com ele, enfim continua sendo um bom jogo, mas se fosse mais curto seria excelente, com um puta ecossistema, historia boa, e terminando na hora certa, dando um gostinho de "quero mais" para uma futura continuação.
  31. 15 pontos
    #139 - Murdered: Soul Suspect Jogo divertido. Me lembrou muito os primeiros Silent Hill, por causa da ambientação. Uma cidade pequena, onde ora você faz fases dentro de um prédio/apartamentos, museu ou delegacia, ora está andando pelas ruas. Por causa dessa ótima lembrança, gostei bastante do jogo. Segundo os guias, é possível platinar em cerca de 5 horas, seguindo vídeos de coletáveis. Porém eu, mesmo seguindo vídeos, demorei mais de 10 horas, porque lia todos os colecionáveis que pegava (são mais de 200). A platina é muito tranquila seguindo os vídeos para não se perder. Os inimigos são poucos e muito simples de eliminar. Por fim, aconteceu um bug no meu jogo, logo no início na igreja, o objetivo ficou marcando até o fim "Exit the Attic". Pensei que poderia bugar alguma coisa, algum troféu. Até pesquisei em fporuns gringos e o jogo travou para alguns. Mas, felizmente para mim deu tudo certo. Fui com esse objetivo até o fim do jogo e a platina veio. Ah, a história também é bem bacana. Você fica muito curioso para saber quem é o assassino. Recomendo.
  32. 15 pontos
    Vamos movimentar esse tópico. Não escrevo tão bem como alguns amigos do fórum, mas, a seguir, minhas últimas platinas: #135 Hidden Agenda Lembra um pouco Until Dawn, acho até que usa a mesma engine, por ser também da Supermassive Games e até que é divertido. Só que esse game é pra ser jogado usando o celular. Eu confesso que acho ruim isso, mas, encarei mesmo assim. A história é bem simples e curta, com pequeno plot twist, que a propósito eu já desconfiava do que iria acontecer. O guia do jogo aqui no mypst é muito bom, muito bem detalhado. Platinei seguindo ele, com os saves na nuvem, etc. São três jogadas, ou duas e meia na verdade. Platinei em umas 8 horas divididas em duas semanas. #137 Knack 2 Joguinho simples, despretensioso e até meio bobo. A história é muito tosca mas até diverte. Consigo relevar esses detalhes na história. A jogabilidade ficou melhor, mais fluída, com muitos novos golpes e maneiras de atacar. É possível agora até se defender usando um escudo. Sobre os novos golpes, o jogo até faz uma piada com o primeiro, a menina Ava, que ajuda na campanha comenta ao Knack "como você conseguiu salvar o mundo com apenas 2 ou 3 golpes?" Ficou bem mais fácil também. Agora a vida é regenerativa, diferente do primeiro que ia gastando sem recuperação. O nível Hard também é bem mais fácil do que o jogo anterior, sendo necessária apenas uma jogada, repetição de poucos capítulos para pegar algumas medalhas, e fazer 9 desafios no final, semelhantes ao primeiro game. Platinei em cerca de 15 horas. #138 Dark Souls II: Scholar of the First Sin Mais um excelente game da FromSoftware. Há os que odeiam e consideram o pior da saga. A história realmente é bem diferente do primeiro, embora muitos detalhes homenageiam o DS1. Ainda falta jogar o DS3. Achei esse um pouco mais fácil do que o seu antecessor. Talvez por ter jogado de mago, isso facilita muito, porque o combate é a distância e não corpo a corpo. Como no primeiro joguei de Knight, posso dizer que é bem mais fácil de mago. Se no primeiro consegui platinar com apenas uma campanha, graças ao amigo Lucasgc45 que me passou todas as armas necessárias para isso, aqui não tem jeito, são necessárias duas campanhas e meia. A meia é porque você só precisa ir até certa parte do jogo para comprar as magias do NPC que só estão disponíveis na 3ª jogada. Mesmo assim, agradeço a ajuda do Lucas por todas as dicas que me deu no jogo. Até mesmo para abrir uma simples parede ilusória. Por fim, platinei em 2 meses, sendo pouco mais de 100 horas de jogatina. E preciso dizer que esse tipo de jogo é muito divertido. Parei o The Witcher 3 porque não conseguia mais largar esse. PS. Não é necessário terminar os DLC, apenas pegar as magias/piromancias que estão dentro delas. Mesmo assim eu fui até o fim de todos, porque os melhores chefes estão nos DLC.
  33. 15 pontos
    #124 - Shadow of the Tomb Raider + 100% Apesar dos problemas nos controles durante os trechos de escalada e de ser o mais bugado da trilogia, se tornou o meu favorito, e olha que eu gostei bastante dos anteriores. Ele é muito focado em puzzles, não tem tantos combates tensos quanto o Rise, e quando tem geralmente o jogo te induz a ser furtivo. Os trechos submersos são ótimos, mergulhar é algo lindo de se ver. Por causa dessa pegada focada nos puzzles, Shadow é o game da trilogia Survivor mais parecido com os jogos antigos da Lara. Agora é aguardar o futuro da franquia para vermos como ela vai prosseguir. Sobre a platina, o troféu que dá trabalho é terminar no Very Hard, pois só é possível salvar o game em acampamentos, mas o jogo te dá alguns checkpoints em trechos específicos, principalmente nas fases finais. De resto é fazer o 100% no game, seguindo padrão de coletáveis dos outros games da trilogia, com a inclusão de missões secundárias. Dificuldade Pessoal: 5/10
  34. 15 pontos
    The Division Gostei muito do jogo e pretendo sem duvidas jogar o 2. Platinei ele do começo ao fim com meu irmão e achei uma experiência coop incrível e recomendo pra quem tem um parceiro(a) de jogatina. A platina em si é bem fácil, nenhum troféu realmente difícil, mesmo jogando apenas em dupla. Need For Speed Payback Simplesmente o pior NFS que eu já joguei. A física do jogo é ridícula mesmo pra um jogo Arcade. O carro se desloca no asfalto de forma totalmente aleatória, principalmente durante drifts, mas isso nem é o pior do jogo. Não sei de quem foi a ideia de gênio, mas essa equipe tá de parabéns quando decidiram que as perseguições policiais pré-determinadas eram uma boa ideia. Sim, se você ainda não jogou esta porcaria saiba que você foge da polícia por uma rota pré-determinada e quando você está chegando perto da linha de chegada a polícia simplesmente desiste de te perseguir. Legal né? Daí você ganha uma Speed Card, que é outra ideia genial pra deixar o jogo ainda mais supimpa: Você não tem mais a liberdade de mexer no teu carro e dependerá de "sorte" para ir tunando. Mas aí você deve estar pensando: "Mas a história vale a pena, né?" hahahahaha Não. A melhor missão (parte da história) tá no trailer do jogo. Vai lá no Youtube ver e é aquilo dali mesmo. Depois só piora e termina de um jeito ridículo. No meio da coisa toda você quer que aqueles personagens morram de gripe pra acabar logo hahahaa. Na verdade a história é toda sem pé nem cabeça, quem escreveu aquilo ali deveria estar num dia ruim. E sim, eu sei não devemos esperar muito de um jogo de corrida, mas eu estou comparando este NFS com outros da mesma série, então acho que tá valendo. Um lado bom? A customização visual dos carros é bem variada e só. Resumindo a série NFS (até agora) no PS4: Rivals: Melhores perseguições policiais, história ok. 2015: Melhores drifts e história bem bacana (saudades Robyn ). Payback: Chorei sangue. The Witcher 3 Não preciso falar muito desse. Graficos lindos, histórias excelentes (até mesmo de algumas side quests) e personagens memoráveis. De longe um dos melhores games que eu já joguei. Peca apenas pelos inúmeros bugs, alguns até engraçados, mas outros irritantes, como um que me impedia de mergulhar e eu tinha que voltar o game pro save mais próximo, mas fora isso é um game que todo amante de RPG e boas histórias deveriam jogar.
  35. 15 pontos
    Platina #112 - Warlock's Tower Jogo no estilo de Hitman e Lara Croft Go. O gráfico é retrô e nesse jogo tem uma regra interessante - um movimento = uma vida perdida, ou seja, é necessário ir andando e coletando "passos" até chegar ao objetivo. Platina #113 - My Big Sister Esse jogo me surpreendeu!!! Você joga com uma menina de 12 anos, onde o objetivo é salvar sua irma mais velha das forças do mal. Jogo com elementos de terror / aventura e RPG. A história é bem bacana e seus multiplos finais deixa um sentimento de alegria e tristeza (dependendo do final). Platina #114 - Energy Cycle (Versão Asia) Jogo bosta, apenas pela platina rápida msm. Platina #115 - The Grand Tour Game Jogo baseado na série da Amazon de mesmo nome. O jogo possui 14 DLCs e são jogados por "temporadas". O jogo tem uma dificuldade mediana. Ele é um jogo de corrida diferente, onde os protagonistas da série são os pilotos (+ o piloto oficial). Para a platina é necessário tirar ouro em todas as provas, e são bem variadas (drift / contra o tempo / arrancada e coletáveis). O que deixou o jogo massante é ter que correr 200 corridas no modo multiplayer (50 com cada personagem), porém pode ser feito localmente e não precisa de outro controle, mas infelizmente não há um contador de corridas, ou seja, tem que ir jogando até cair o troféu.
  36. 15 pontos
    #339 - Rage 2 Jogo bom daqueles que você não precisa muito se preocupar com a platina. Só ir completando o mapa a sua vontade. No entanto, a campanha do jogo é bem curta coisa de 7 ou 8 missões. A longevidade do jogo fica por conta dos objetivos secundários e dos objetivos da platina. Alguns são maçantes por ser repetitivos, mas nenhum fim do mundo. O que mata são os robôs voadores. Talvez o pior coletável que já inventaram! Esses malditos não tem lugar fixo para aparecer e ainda se movem quando você chega perto. Só com guia para encontrar 30 para platina do contrário não tem como achar tudo. Jogo daqueles que vale pegar quando tiver em promoção.
  37. 14 pontos
    #66 - Bloodstained: Ritual of the Night Não vou entrar muito em detalhes, afinal o amigo já falou muito bem sobre o jogo dois posts atrás. Um Igavania obrigatório para quem curte os Castlevanias clássicos, que em certos pontos chega até a ser melhor que SotN, como a parte de montar builds por exemplo, que com a mecânica de absorção de fragmentos te dá várias possibilidades, e os atalhos para mudança de sets ajuda muito para variar sua estratégia de acordo com a situação (eu mesmo montei um set para ranged, um para farm e outro para melee). Além de o jogo proporcionar muitas horas, ainda existem dificuldades maiores e o modo Boss Rush, mas nenhum deles é necessário fazer para a platina, então fica a critério de cada um caso queiram um pouco mais de diversão e gameplay, fora que foram anunciadas 13 DLC's gratuitas para o jogo (espero que venham mais troféus em algumas ). Nota Pessoal - 10/10
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00
×
×
  • Criar Novo...