Ir para conteúdo
Tio_Maluco

[Globo] Oportunidades para alguns... - Ministério da Saúde lançará edital para ocupar vagas deixadas por cubanos no Mais Médicos.

Recommended Posts

Hasta la vista baby. Brasil para brasileiros!

medicos-cubanos-.jpg

 

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (14) que lançará nos próximos dias um edital para convocar médicos que queiram ocupar as vagas a serem deixadas pelos profissionais cubanos do programa Mais Médicos.

Nesta quarta, o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou a decisão de deixar o programa Mais Médicos, criado durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Cuba enviava profissionais para atuar no Brasil desde 2013. O governo cubano atribuiu a decisão a "declarações ameaçadoras e depreciativas" do presidente eleito Jair Bolsonaro.

"A iniciativa imediata será a convocação nos próximos dias de um edital para médicos que queiram ocupar as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos. Será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil seguida de brasileiros formados no exterior", diz texto de nota divulgada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a nota, o ministério trabalha desde 2016 para diminuir o número de profissionais cubanos no programa Mais Médicos. Segundo a nota, naquele ano havia 11,4 mil cubanos nos Mais Médicos. Atualmente, cubanos ocupam 8.332 das 18.240 vagas do programa, informou o ministério.

Além do edital para convocação de novos médicos, o ministério informou que, entre outras medidas, também vinha estudando uma negociação com estudantes de medicina formados por meio do Programa de Financiamento Estudantil (Fies). "Essas ações poderão ser adotadas, conforme necessidade e entendimentos com a equipe de transição do novo governo", diz a nota.

O ministério afirma ainda que adotará "todas as medidas" para que médicos brasileiros atendam no programa de "forma imediata".


Leia a íntegra da nota:


Posicionamento do Ministério da Saúde sobre o programa Mais Médicos


O Ministério da Saúde recebeu nesta manhã (14) o comunicado da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), no qual o governo cubano informa que encerrou sua parceira no programa Mais Médicos. Diante do fato, o governo federal está adotando todas as medidas para garantir a assistência dos brasileiros atendidos pelas equipes da Saúde da Família que contam com profissionais de Cuba.

A iniciativa imediata será a convocação nos próximos dias de um edital para médicos que queiram ocupar as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos. Será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil seguida de brasileiros formados no exterior.

Desde 2016, o Ministério da Saúde vem trabalhando na diminuição de médicos cubanos no programa. Até aquela data, cerca de 11.400 profissionais de Cuba trabalhavam no Mais Médicos. Neste momento, 8.332 das 18.240 vagas do programa estão ocupadas por eles.

Outras medidas para ampliar a participação de brasileiros vinham sendo estudadas pelo Ministério da Saúde, como a negociação com os alunos formados através do FIES (Programa de Financiamento Estudantil). Essas ações poderão ser adotadas, conforme necessidade e entendimentos com a equipe de transição do novo governo.

O Ministério da Saúde reafirma e tranquiliza a população que adotará todas as medidas para que profissionais brasileiros estejam atendendo no programa de forma imediata.



 
Fonte Globo

  • Curti 4

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Engraçado que o Bolsonaro não disse nada de mais. Vão tarde. 

  • Curti 3

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Pro Ministério da Saúde reduzir o número de médicos cubanos desde 2016, então temos uma ideia de como o programa Mais Médicos foi uma péssima ideia.

  • Curti 2

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Pro Ministério da Saúde reduzir o número de médicos cubanos desde 2016, então temos uma ideia de como o programa Mais Médicos foi uma péssima ideia.

 

Pior que nem foi, custo para mantê-los era relativamente baixo e eles ficavam em áreas que médicos não vão, ou não querem ficar (Aka: municípios minúsculos cujo qual o medico tem que residir, mas nunca vai, acarretando em filas de espera enormes), por isso que a AMB tava implorando para tentarem reverter a situação \8.

 

Enfim, uma pena que o projeto foi cancelado de forma tão abrupta, não só era uma das únicas (Se não for a única...) coisas decentes do governo da estocadora de vento como muitas pessoas de baixa renda sofrerão com essa mudança drástica \8

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

"O governo cubano atribuiu a decisão a "declarações ameaçadoras e depreciativas" do presidente eleito Jair Bolsonaro."

 

Ou seja, ficaram putos porque a mamata acabou. O resto é retórica.

 

Da maneira como o desemprego está atualmente, são 8.300 empregos que poderiam ir para brasileiros.

  • Curti 6

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

O governo paga para a OPAS (Organização Panamericana de Saúde), R$ 11.865,00 por médico. Desse total, apenas 25% vai realmente para o médico, o restante vai para o governo Cubano. Os profissionais brasileiros e de outros países, recebem o valor integral. 

 

 

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

"O governo cubano atribuiu a decisão a "declarações ameaçadoras e depreciativas" do presidente eleito Jair Bolsonaro."

 

Ou seja, ficaram putos porque a mamata acabou. O resto é retórica.

 

Da maneira como o desemprego está atualmente, são 8.300 empregos que poderiam ir para brasileiros.

 

na verdade foi irritação por estarem querendo força-los a fazer algo longe do interesse deles (aka: revalida com médicos que vieram de fora a pedido daqui), é o bizarro pedir ajuda e agir como se você estivesse ajudando.

 

Sobre o desemprego: Não é tão simples assim, e depende muito do pessoal querer ir, ate pq, medico meio que tem mercado.

Tipo, só explicar como esse projeto funcionava já que, bom, aparentemente ninguém sabe ao certo como se chamava os cubanos.

 

Primeiro se chama médicos brasileiros e Estrangeiros formados no brasil que tiveram revalidação.

Se não aparecerem ou não tiver o suficiente, se chamava os médicos brasileiros formados no exterior (normalmente o pessoal que fez curso em algum lugar da america do sul por ser mais fácil e/ou barato) que ainda não revalidaram.

Se ainda assim não aparecer ou preencher, se chama médicos convidados, e só ai, depois que todo mundo se recusa a embrenhar-se no mato se chama os cubanos, e ainda assim, eles são quase a metade das pessoas no projeto.

Vendo como são as coisas.. yeah, eu meio que entendo o desespero da AMB \8

 

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

O governo paga para a OPAS (Organização Panamericana de Saúde), R$ 11.865,00 por médico. Desse total, apenas 25% vai realmente para o médico, o restante vai para o governo Cubano. Os profissionais brasileiros e de outros países, recebem o valor integral. 

 

e ta errado?

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Nenhum médico quer trabalhar no interior, se nas grandes cidades já é desmotivante.

 

O governo que ofereça condições adequadas para esse profissional fazer um bom trabalho em qualquer parte do país.

 

Uma pesquisa um tempo atrás mesmo afirmou que temos médicos suficientes para atender a população, o problema está na distribuição.

 

Mas bolar um bom plano ninguém quer, melhor pagar uma mixaria pra esses cubanos e o restante enfiar no rabo da ditadura.

 

Depois o "Coiso" que é desumano.

  • Curti 3

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

e ta errado?

 

Não, tá certo. Não é?

 

Vamos supor que eu te contrate e te pague 5.000 por mês. Mas você só vai receber 1.500.

 

Ficaria contente com esta notícia, seu bunda mole?

Nenhum médico quer trabalhar no interior, se nas grandes cidades já é desmotivante.

 

O governo que ofereça condições adequadas para esse profissional fazer um bom trabalho em qualquer parte do país.

 

Uma pesquisa um tempo atrás mesmo afirmou que temos médicos suficientes para atender a população, o problema está na distribuição.

 

Mas bolar um bom plano ninguém quer, melhor pagar uma mixaria pra esses cubanos e o restante enfiar no rabo da ditadura.

 

Depois o "Coiso" que é desumano.

 

O seu post está correto ao meu ver.

 

Só vou discordar da 1a linha: da maneira como está o cenário sócio-econômico hoje (e isto já vem de vários anos, pra quem vive a realidade), tem muita gente que enfia a cara e a coragem e parte pro mundão pra fazer a vida e ganhar dinheiro.

 

Primeiro, porque se você souber trabalhar corretamente e aplicar bem a sua renda, você pode fazer um pé de meia e depois até abrir um consultório, numa cidade bem afastada dos grandes centros.

 

Segundo, por causa da concorrência existente nos grandes centros. Imagina você sendo um cirurgião nas capitais, ou nas cidades intermediárias, e depois nos estados menores (menos afortunados). Sempre vai haver demanda pra determinado tipo de profissional, basta você identificar isto e tentar suprir esta demanda.

na verdade foi irritação por estarem querendo força-los a fazer algo longe do interesse deles (aka: revalida com médicos que vieram de fora a pedido daqui), é o bizarro pedir ajuda e agir como se você estivesse ajudando.

 

Sobre o desemprego: Não é tão simples assim, e depende muito do pessoal querer ir, ate pq, medico meio que tem mercado.

Tipo, só explicar como esse projeto funcionava já que, bom, aparentemente ninguém sabe ao certo como se chamava os cubanos.

 

Primeiro se chama médicos brasileiros e Estrangeiros formados no brasil que tiveram revalidação.

Se não aparecerem ou não tiver o suficiente, se chamava os médicos brasileiros formados no exterior (normalmente o pessoal que fez curso em algum lugar da america do sul por ser mais fácil e/ou barato) que ainda não revalidaram.

Se ainda assim não aparecer ou preencher, se chama médicos convidados, e só ai, depois que todo mundo se recusa a embrenhar-se no mato se chama os cubanos, e ainda assim, eles são quase a metade das pessoas no projeto.

Vendo como são as coisas.. yeah, eu meio que entendo o desespero da AMB \8

 

 

Vale o que falei acima pro Katsu.

 

Os dois primeiros parágrafos seus, você disse o que eu falei no meu post anterior, mas em outras palavras.

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Nenhum médico quer trabalhar no interior, se nas grandes cidades já é desmotivante.

 

O governo que ofereça condições adequadas para esse profissional fazer um bom trabalho em qualquer parte do país.

 

Uma pesquisa um tempo atrás mesmo afirmou que temos médicos suficientes para atender a população, o problema está na distribuição.

 

Mas bolar um bom plano ninguém quer, melhor pagar uma mixaria pra esses cubanos e o restante enfiar no rabo da ditadura.

 

Depois o "Coiso" que é desumano.

Eu acho que já esta além de bolar um simples plano, a situação motivacional acaba pesando demais..

Imagina ter se deslocar e principalmente, residir em uma cidadezinha no meio do nada com 10~15 mil habitantes e se você tiver sorte tem um 3g a sua disposição.

 

Um bom exemplo familiar que eu tenho é meu tio, que trabalha em um interior relativamente perto daqui (Capital), e ainda assim ele não é residente, voltando para cá em alguns fins de semana ou se deslocando 2 dias para ajudar em um interior ainda mais distante (por não ter medico), curioso é que situação é tão precária nessas regiões que o medico acaba sendo visto como a segunda pessoa mais importante da cidade, atrás apenas do prefeito que acaba se escorando no fato de que "sim, ele conseguiu um medico".

 

 

editt pq respondi o katsu no exato momento que vc respondeu e só agora eu vi huahuahua

 

Não, tá certo. Não é?

 

Vamos supor que eu te contrate e te pague 5.000 por mês. Mas você só vai receber 1.500.

 

Ficaria contente com esta notícia, seu bunda mole?

 

O seu post está correto ao meu ver.

 

Só vou discordar da 1a linha: da maneira como está o cenário sócio-econômico hoje (e isto já vem de vários anos, pra quem vive a realidade), tem muita gente que enfia a cara e a coragem e parte pro mundão pra fazer a vida e ganhar dinheiro.

 

Primeiro, porque se você souber trabalhar corretamente e aplicar bem a sua renda, você pode fazer um pé de meia e depois até abrir um consultório, numa cidade bem afastada dos grandes centros.

 

Segundo, por causa da concorrência existente nos grandes centros. Imagina você sendo um cirurgião nas capitais, ou nas cidades intermediárias, e depois nos estados menores (menos afortunados). Sempre vai haver demanda pra determinado tipo de profissional, basta você identificar isto e tentar suprir esta demanda.

 

Vale o que falei acima pro Katsu.

 

Os dois primeiros parágrafos seus, você disse o que eu falei no meu post anterior, mas em outras palavras.

Mais ou menos, você estava focando na saída de cuba pq não querem passar o dinheiro como era acordado, eu por outro lado estava apontando pro lado diplomático mesmo, que afeta o brasil desde a saída de FHC, já que o PT era um desastre, omisso & Incapaz, enquanto infelizmente, esse nem assumiu e esta se provando um tanto quanto hostil e inflexível. (Espero muito que eles mudem, paulo guedes pelo menos baixou a bola ao perceber que falou besteira pro repórter argentino ao invés de dar uma de político e mentir ou enrolar para não dar resposta \8)

 

Enfim, voltando pro assunto XD

Então, eu legitimamente não acho que o problema socioeconômico afete tanto essa classe, muito menos que seu exemplo seja o mais apropriado; ele certamente é correto, mas não se enquadra no que falamos,

Afinal, os médicos de interior tendem a funcionar como clínicos gerais, para lidar com situações emergenciais.

Como eu e o katsu falamos (E que também acarretou na criação desse projeto), nós temos médicos para suprir, nós não temos médicos dispostos a ir.

Em minha opinião, o melhor exemplo disso foi a proposta de usar o pessoal do FIEIS, quase que forçando o pessoal a ir pelo simples fato de que ninguém quer \8

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

 

Não, tá certo. Não é?

 

Vamos supor que eu te contrate e te pague 5.000 por mês. Mas você só vai receber 1.500.

 

Ficaria contente com esta notícia, seu bunda mole?

 

 

O seu post está correto ao meu ver.

 

Só vou discordar da 1a linha: da maneira como está o cenário sócio-econômico hoje (e isto já vem de vários anos, pra quem vive a realidade), tem muita gente que enfia a cara e a coragem e parte pro mundão pra fazer a vida e ganhar dinheiro.

 

Primeiro, porque se você souber trabalhar corretamente e aplicar bem a sua renda, você pode fazer um pé de meia e depois até abrir um consultório, numa cidade bem afastada dos grandes centros.

 

Segundo, por causa da concorrência existente nos grandes centros. Imagina você sendo um cirurgião nas capitais, ou nas cidades intermediárias, e depois nos estados menores (menos afortunados). Sempre vai haver demanda pra determinado tipo de profissional, basta você identificar isto e tentar suprir esta demanda.

 

 

Vale o que falei acima pro Katsu.

 

Os dois primeiros parágrafos seus, você disse o que eu falei no meu post anterior, mas em outras palavras.

 

Agora conta quantos pensam assim.

 

A maioria não quer ficar longe de família, lugares pra poder se divertir, que tem um sinal de internet/telefone pior do que no centro (que já é uma bosta) só pra ajudar esses regiões.

 

Até se pagar bem não iam querer facilmente.

 

O problema não é só o salário.

 

 

Eu acho que já esta além de bolar um simples plano, a situação motivacional acaba pesando demais..

Imagina ter se deslocar e principalmente, residir em uma cidadezinha no meio do nada com 10~15 mil habitantes e se você tiver sorte tem um 3g a sua disposição.

 

Um bom exemplo familiar que eu tenho é meu tio, que trabalha em um interior relativamente perto daqui (Capital), e ainda assim ele não é residente, voltando para cá em alguns fins de semana ou se deslocando 2 dias para ajudar em um interior ainda mais distante (por não ter medico), curioso é que situação é tão precária nessas regiões que o medico acaba sendo visto como a segunda pessoa mais importante da cidade, atrás apenas do prefeito que acaba se escorando no fato de que "sim, ele conseguiu um medico".

 

 

editt pq respondi o katsu no exato momento que vc respondeu e só agora eu vi huahuahua

 

Mais ou menos, você estava focando na saída de cuba pq não querem passar o dinheiro como era acordado, eu por outro lado estava apontando pro lado diplomático mesmo, que afeta o brasil desde a saída de FHC, já que o PT era um desastre, omisso & Incapaz, enquanto infelizmente, esse nem assumiu e esta se provando um tanto quanto hostil e inflexível. (Espero muito que eles mudem, paulo guedes pelo menos baixou a bola ao perceber que falou besteira pro repórter argentino ao invés de dar uma de político e mentir ou enrolar para não dar resposta \8)

 

Enfim, voltando pro assunto XD

Então, eu legitimamente não acho que o problema socioeconômico afete tanto essa classe, muito menos que seu exemplo seja o mais apropriado; ele certamente é correto, mas não se enquadra no que falamos,

Afinal, os médicos de interior tendem a funcionar como clínicos gerais, para lidar com situações emergenciais.

Como eu e o katsu falamos (E que também acarretou na criação desse projeto), nós temos médicos para suprir, nós não temos médicos dispostos a ir.

Em minha opinião, o melhor exemplo disso foi a proposta de usar o pessoal do FIEIS, quase que forçando o pessoal a ir pelo simples fato de que ninguém quer \8

 

A verdade é que cada um pensa no próprio umbigo, isso de vocação para salvar e cuidar são de bem poucos, o cara que se forma em medicina mesmo que passe dificuldades no seu trabalho já tá visando juntar uma grana e futuramente montar seu consultório ou ir para rede particular (quando já não tem alguém pra bancar pra ele).

 

Qual motivação um médico vai ter de ir para uma cidade do interior, sem estrutura e material para trabalhar, sem uma escola decente para pôr o seu filho, sem lugares interessantes para o seu lazer ?

 

Só por vontade de ajudar as pessoas ? Nem ferrando!

 

O que fazer para mudar isso ? Um bom plano de carreira se faz necessário e condições de poder fazer um atendimento eficiente.

 

Essa do FIES é uma possibilidade, apesar de não me agradar o fato de você forçar alguém assim, mas diante dessa situação...

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Agora conta quantos pensam assim.

 

A maioria não quer ficar longe de família, lugares pra poder se divertir, que tem um sinal de internet/telefone pior do que no centro (que já é uma bosta) só pra ajudar esses regiões.

 

Até se pagar bem não iam querer facilmente.

 

O problema não é só o salário.

 

 

A verdade é que cada um pensa no próprio umbigo, isso de vocação para salvar e cuidar são de bem poucos, o cara que se forma em medicina mesmo que passe dificuldades no seu trabalho já tá visando juntar uma grana e futuramente montar seu consultório ou ir para rede particular (quando já não tem alguém pra bancar pra ele).

 

Qual motivação um médico vai ter de ir para uma cidade do interior, sem estrutura e material para trabalhar, sem uma escola decente para pôr o seu filho, sem lugares interessantes para o seu lazer ?

 

Só por vontade de ajudar as pessoas ? Nem ferrando!

 

O que fazer para mudar isso ? Um bom plano de carreira se faz necessário e condições de poder fazer um atendimento eficiente.

 

Essa do FIES é uma possibilidade, apesar de não me agradar o fato de você forçar alguém assim, mas diante dessa situação...

 

Como qualquer um, é realmente difícil criticar ou questionar um pensamento capitalista para sobreviver quando, bom, eu tenho esse pensamento na maior parte do tempo huahauhau.

Eu acho que isso do FIEIS vai dar merda, é pegar alguém que conseguiu o diabo do plano em uma lei e força-lo a aceitar algo que nem mesmo existia na época.

 

É um pouco trágico falar isso mas eu particularmente não vejo solução para esse problema

existe um motivo não só para essa ideia ter sido engavetada a 3 anos atrás, mas também do pq o numero de cubanos nunca caiu drasticamente não importava quantos editais fossem feitos \8

 

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Da maneira como o desemprego está atualmente, são 8.300 empregos que poderiam ir para brasileiros.

Não existe desemprego para médico.

 

Médico só fica desempregado se quiser ou se fizer uma cagada muito grande e perder o diploma.

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Parece que os que são do contra morderam a  língua mais uma vez.

 

Foi anunciado que as vagas deixadas pelos escravos da ditadura cubana para prejudicar o novo governo, já foram preenchidas com profissionais brasileiros.

 

Em vez de ser #ProgramaMenosMedico como a esquerda dizia, o programa se transformou em #ProgramaMaisMedicosBRASILEIROS.

 

No fim, mais de oito mil brasileiros vão iniciar 2019 com trabalho e bons salários. De quebra vamos economizar milhões que iam para ditadura cubana, já que o dinheiro em vez de ir para o exterior agora vai ficar e circular no Brasil.

 

O mecanismo está sendo rachado aos poucos, espero que em quatro anos ele esteja completamente destruído... Estamos no caminho certo

  • Curti 4

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Parece os que são do contra morderam a língua mais uma vez.

 

Foi anunciado que as vagas deixadas pelos escravos da ditadura cubana para prejudicar o novo governo, já foi preenchida com profissionais brasileiros.

 

Em vez de ser #ProgramaMenosMedico como a esquerda dizia, o programa se transformou em #ProgramaMaisMedicosBRASILEIROS.

 

No fim, mais de oito mil brasileiros vão iniciar 2019 com trabalho e bons salarias. De quebra vamos economizar milhões que iam para ditadura cubana, já que o dinheiro em vez de ir para o exterior agora vai ficar e circular no Brasil.

 

O mecanismo está sendo rachado aos poucos, espero que em quatro anos ele esteja completamente destruído... Estamos no caminho certo

Estou contente com essa notícia. feliz em saber que não serei atendido por cubanos que NÃO são médicos e que precisam pesquisar os sintomas no Google :tabom: Editado por ToXi-Skull-
  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Estou contente com essa notícia. feliz em saber que não serei atendido por cubanos que NÃO são médicos e que precisam pesquisar os sintomas no Google :tabom:

 

Segundo o PT não precisava de Revalida pois todo cubano tem certificado da universidade de Cuba...chega até ser engraçado essa desculpa.

 

Como falou alguns especialistas, é mais seguro não ser atendido, do que ser atendido por alguém que não faz ideia do que está fazendo e no fim acaba receitando um remédio que pode agravar a doença ou até te matar.

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

 

Segundo o PT não precisava de Revalida pois todo cubano tem certificado da universidade de Cuba...chega até ser engraçado essa desculpa.

 

Como falou alguns especialistas, é mais seguro não ser atendido, do que ser atendido por alguém que não faz ideia do que está fazendo e no fim acaba receitando um remédio que pode agravar a doença ou até te matar.

Fiquei com um nojo tão grande da galerinha esquerdista de iponhe defendendo o MaisMedicos no Facebook, mas esquecem que os cubanos vem pra cá sendo obrigados até mesmo em deixar a família naquela ditadura de gente porca. Editado por ToXi-Skull-

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Posso fazer um adendo sobre o quão estranho é esse evento?

 

Quando Cuba fez o desagradável rompimento unilateral o mistério da saúde entrou em pânico, sabendo que não existia uma solução para esse problema, tanto que reviveram a ideia de enviar o pessoal do FIEIS no meio do mato, e então, completamente do nada, o site cai, sobrecarrega, "reza a lenda foi atacado por hackers" (Serio dude? site do governo cai sem nenhum esforço...) e magicamente, em apenas 1 mês, quase 8 mil médicos magicamente aparecem para ocupar as vagas que eles sempre puderam ocupar mas nunca quiseram?

 

Só eu achei isso bizarro, incoerente e contraditório? Não estou nem levando em consideração o que sempre acontece por aqui, dos nossos gloriosos vampiros que funcionam que nem juiz de interior, eu só estou citando a esquisitice dos eventos ao redor dessa "solução milagrosa de uma semana".


Editt ps: Só para não ser mal interpretado, isso não tem absolutamente nada a ver com o governo não iniciado de bolsonaro, é algo do ultimo suspiro da administração Temer.

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Posso fazer um adendo sobre o quão estranho é esse evento?

 

Quando Cuba fez o desagradável rompimento unilateral o mistério da saúde entrou em pânico, sabendo que não existia uma solução para esse problema, tanto que reviveram a ideia de enviar o pessoal do FIEIS no meio do mato, e então, completamente do nada, o site cai, sobrecarrega, "reza a lenda foi atacado por hackers" (Serio dude? site do governo cai sem nenhum esforço...) e magicamente, em apenas 1 mês, quase 8 mil médicos magicamente aparecem para ocupar as vagas que eles sempre puderam ocupar mas nunca quiseram?

 

Só eu achei isso bizarro, incoerente e contraditório? Não estou nem levando em consideração o que sempre acontece por aqui, dos nossos gloriosos vampiros que funcionam que nem juiz de interior, eu só estou citando a esquisitice dos eventos ao redor dessa "solução milagrosa de uma semana".

Editt ps: Só para não ser mal interpretado, isso não tem absolutamente nada a ver com o governo não iniciado de bolsonaro, é algo do ultimo suspiro da administração Temer.

 

Os médicos cadastrados já estão chegando aos seus postos de trabalho.

 

O ataque hacker provavelmente foi para prejudicar a inscrição dos interessados e impedir que a farsa dos escravos cubanos viesse a tona.

 

Um detalhe, esse edital foi o primeiro, só para médicos Brasileiros, as vagas já foram todas preenchidas praticamente, e caso não fosse, ainda teria edital para estudares do FIES, e depois teria um terceiro para estudantes estrangeiros que estão implorando por esse tipo de vagas.

 

Caiu por terra a retorica que brasileiro não quer trabalhar no interior ou em comunidades pobres, o que os candidatos falam, é que eles queriam escolher o local onde trabalhar em vez de ser enviado de modo aleatório pelo governo.

 

Brasileiro é guerreiro, não teme o trabalho, não é a toa que boa parte do mundo, como canada por exemplo, da visto de moradia para brasileiros que queiram ir morar lá.

 

Fico feliz por saber que algumas pessoas já vão começar em seu primeiro emprego ganhando razoavelmente bem. Até eu to pensando em fazer uns cursos técnicos e tentar uma vaga no futuro, já que pelo que entendi, futuramente, dependendo da localidade não vai ser necessário ser médico para ocupar as vagas, mas sim ter uma certa noção do trabalho. O que para mim, já é mais o que esses escravos cubanos sabiam fazer.

Porque vocÊs acham que a maioria vai voltar para cuba em vez de tentar passar pelo Revalida? Tirando os espiões e soldados cubanos, a maioria é pessoa comum com diploma falsificado, um ou outro deve ser médico de verdade.

 

Brasil para brasileiros!

  • Curti 3

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Os médicos cadastrados já estão chegando aos seus postos de trabalho.

 

O ataque hacker provavelmente foi para prejudicar a inscrição dos interessados e impedir que a farsa dos escravos cubanos viesse a tona.

 

Um detalhe, esse edital foi o primeiro, só para médicos Brasileiros, as vagas já foram todas preenchidas praticamente, e caso não fosse, ainda teria edital para estudares do FIES, e depois teria um terceiro para estudantes estrangeiros que estão implorando por esse tipo de vagas.

 

Caiu por terra a retorica que brasileiro não quer trabalhar no interior ou em comunidades pobres, o que os candidatos falam, é que eles queriam escolher o local onde trabalhar em vez de ser enviado de modo aleatório pelo governo.

 

Eu não acredito nessa conversa de ataque hacker, tipo, todo mundo aqui sabe o quão inepto são os sites do governo, não só em sua estrutura, mas em servidores. Basta um fluxo mediano de pessoas e ele desmorona, ficando dias fora do ar. Não é necessário sequer um ataque DDOS para derruba-lo, e se um hacker quisesse mesmo sabotar o governo, tenha certeza que ele estaria fora do ar ate agora, se é que ele retornaria... (Com o mesmo sabendo que só por ter cutucado vai ser caçado... E pelo que o pessoal fala, esse é tão bom que nem deixou traços, o que torna tudo ainda mais surreal, absurdo e ao mesmo tempo ridículo.)

 

 

sobre o edital... Tio, ele sempre teve prioridade para brasileiros, com a ordem sendo:

Médicos brasileiros formados aqui.

Médicos brasileiro que se formaram fora e fizeram revalida.

Médicos de fora que fizeram revalida.

Médicos brasileiros que se formaram fora e não fizeram revalida.

Médicos internacionais convidados

Cubanos como tapa buraco.

 

Mesmo que se fosse usar a possibilidade remota de que o PT protegeu os médicos cubanos para coloca-los no lugar dos brasileiros, ela não desceria, já que estamos a 2 anos no governo do MDB que é anti-pt e absolutamente ninguém se interessou.

 

Logo me desculpe, mas eu vou discordar completamente de você, admito que adoraria se fosse verdade, mas a simples noção de que mais de 8000 medicos pipocaram magicamente naquele site, provavelmente ao mesmo tempo para se cadastrar (o que acarretaria a queda desses servidores de merda), justamente quando esse governo estava em pânico e tentando reviver a ideia de forçar os formandos pelo fieis para serem fixados em regiões que sequer tem energia elétrica (Quando tem é solar) sabendo que por anos eles nunca geraram interesse é tão "mágica, poética, missionária e contraditória" que assusta, e bom, se existe algo que eu aprendi em minha curta vida é que "se algo parece muito certo, é porque tem algo errado", principalmente se envolver a AMB que abertamente odeia esse projeto, nunca ajudou ninguém e poderia estar incentivando sim pessoas a se cadastrarem apenas para dizer que o projeto nunca precisou dos tapa buracos (Curiosamente, eu já ouvi que isso esta acontecendo de uma pessoa do setor que eu confio...), não importa muito se o pessoal vai firmar contrato ou aparecer depois, só tem que terminar o governo bem em um periodo de calmaria (Já que os animos estão exaltados bagaraio...)

 

Sendo bem sincero, eu não duvido que tenham médicos interessados, assim como suspeito que existem muitos cubanos casados com brasileiros(as) que já fizeram revalida e provavelmente decidiram ficar, também creio veemente que tem muito vampiro nessa lista, já que 8200 não é um numero cabível e falamos de uma profissão que para não ir em certos lugares, cria impressão digital de silicone e entrega para enfermeiros baterem ponto pra eles (por isso comparei com juiz de interior em outra hora)

Novamente para não ser mal interpretado: Essa anomalia não tem nada a ver com o governo que ainda não começou...

isso é problema do governo de Vlad Teppes Lugosi...

 

 

PS: Isso de se deslocar você ta falando de uns 10~15 em regiões próximas, correto? pq se inscrever não significa que você vai direto trabalhar, o edital ainda tem que ser finalizado, ter processo de avaliação e por fim, assinar contrato dos que realmente vão ficar (bom lembrar que pré mais médicos já tivemos esse incidente no provab) e esses contratos demoram...

  • Curti 2

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Eu não acredito nessa conversa de ataque hacker, tipo, todo mundo aqui sabe o quão inepto são os sites do governo, não só em sua estrutura, mas em servidores. Basta um fluxo mediano de pessoas e ele desmorona, ficando dias fora do ar. Não é necessário sequer um ataque DDOS para derruba-lo, e se um hacker quisesse mesmo sabotar o governo, tenha certeza que ele estaria fora do ar ate agora, se é que ele retornaria... (Com o mesmo sabendo que só por ter cutucado vai ser caçado... E pelo que o pessoal fala, esse é tão bom que nem deixou traços, o que torna tudo ainda mais surreal, absurdo e ao mesmo tempo ridículo.)

 

 

sobre o edital... Tio, ele sempre teve prioridade para brasileiros, com a ordem sendo:

Médicos brasileiros formados aqui.

Médicos brasileiro que se formaram fora e fizeram revalida.

Médicos de fora que fizeram revalida.

Médicos brasileiros que se formaram fora e não fizeram revalida.

Médicos internacionais convidados

Cubanos como tapa buraco.

 

Mesmo que se fosse usar a possibilidade remota de que o PT protegeu os médicos cubanos para coloca-los no lugar dos brasileiros, ela não desceria, já que estamos a 2 anos no governo do MDB que é anti-pt e absolutamente ninguém se interessou.

 

Logo me desculpe, mas eu vou discordar completamente de você, admito que adoraria se fosse verdade, mas a simples noção de que mais de 8000 medicos pipocaram magicamente naquele site, provavelmente ao mesmo tempo para se cadastrar (o que acarretaria a queda desses servidores de merda), justamente quando esse governo estava em pânico e tentando reviver a ideia de forçar os formandos pelo fieis para serem fixados em regiões que sequer tem energia elétrica (Quando tem é solar) sabendo que por anos eles nunca geraram interesse é tão "mágica, poética, missionária e contraditória" que assusta, e bom, se existe algo que eu aprendi em minha curta vida é que "se algo parece muito certo, é porque tem algo errado", principalmente se envolver a AMB que abertamente odeia esse projeto, nunca ajudou ninguém e poderia estar incentivando sim pessoas a se cadastrarem apenas para dizer que o projeto nunca precisou dos tapa buracos (Curiosamente, eu já ouvi que isso esta acontecendo de uma pessoa do setor que eu confio...), não importa muito se o pessoal vai firmar contrato ou aparecer depois, só tem que terminar o governo bem em um periodo de calmaria (Já que os animos estão exaltados bagaraio...)

 

Sendo bem sincero, eu não duvido que tenham médicos interessados, assim como suspeito que existem muitos cubanos casados com brasileiros(as) que já fizeram revalida e provavelmente decidiram ficar, também creio veemente que tem muito vampiro nessa lista, já que 8200 não é um numero cabível e falamos de uma profissão que para não ir em certos lugares, cria impressão digital de silicone e entrega para enfermeiros baterem ponto pra eles (por isso comparei com juiz de interior em outra hora)

Novamente para não ser mal interpretado: Essa anomalia não tem nada a ver com o governo que ainda não começou...

isso é problema do governo de Vlad Teppes Lugosi...

 

 

PS: Isso de se deslocar você ta falando de uns 10~15 em regiões próximas, correto? pq se inscrever não significa que você vai direto trabalhar, o edital ainda tem que ser finalizado, ter processo de avaliação e por fim, assinar contrato dos que realmente vão ficar (bom lembrar que pré mais médicos já tivemos esse incidente no provab) e esses contratos demoram...

 

Sua falta de esperança é perturbadora.

  • Curti 3

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Sua falta de esperança é perturbadora.

 

HUAHUAHUAH

Apesar de ser pessimista para com mim mesmo, esse caso não é falta de esperança, mas sim um pouco de realismo.

Verdade seja dita, eu já vi muita merda, não me dou bem com médicos e não tem nem uma semana que meu irmão bateu na UTI pq uma maluca deu um chilique dizendo que não ia cuidar dele no home care home care (por isso ando mais desatento e ranzinza que o normal por aqui).

Mas fora isso, bom, essa é uma classe predominantemente dominada por mulheres de classe media alta para cima, ou seja, pessoas que tem dinheiro e suporte financeiro sem muitos problemas, pessoas que em sua maioria, não são missionárias ou precisam se deslocar para o meio do nada, lugares cujo qual os próprios pais incentivariam a não ir.

 

Eu legitimamente acredito que esse problema pode ser resolvido, e torço para que consigam

Mas para fazer isso não se pode acreditar nesse band-aid mágico, deixar a historia morrer ou simplesmente jogar o pessoal do FIEIS no meio do mato na primeira oportunidade que eles tiverem. É preciso encontrar alguma forma de incentivar aquela ida naturalmente e criar algum tipo de infraestrutura para os poucos médicos dispostos a se enfiarem em um lugar que provavelmente não terá nem esparadrapo para segurar a gaze, talvez assim não vivenciáramos folhas cheias de vampiros que nunca pisaram lá, ou como tragicamente acontecia no mais médicos: os brasileiros abandonando o projeto com menos de 1 ano \8.

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

O programa Mais Médicos foi criado porque os médicos brasileiros:

 

Meme-Medicos-Cubanos-Mais-Medicos.png

 

 

Tirando o humor, o Brasil é muito grande e não possuímos infraestrutura adequada fora dos polos.

 

Esses profissionais que cuidam da nossa vida, “sofrem†por não terem apoio, material e equipamentos.

 

Se são cubanos ou brasileiros, não importa. Merecem nosso respeito antes de tudo.

 

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um membro para fazer um comentário.

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...