Ir para conteúdo
Tio_Maluco

[Meio Bit] Os escritores russos tem inteligencia e coragem - Após roteiro americanizado, filme do Metro 2033 é interrompido.

Recommended Posts

Após ver o roteirista responsável pelo filme levar a história para os Estados Unidos, autor do livro Metro 2033 recusa e projeto de adaptação volta para a gaveta.

Embora alguns fãs do jogo nem saibam disso, o Metro 2033 foi inspirado no livro homônimo escrito por Dmitry Glukhovsky e por se tratar de uma fantástica história que se passa em uma Rússia devastada por uma guerra nuclear, a impressão de muitos é de que ela poderia ser transformada em um ótimo filme.
 
20181210metro-2033.jpg
 
Foi então que em 2016 nos chegou a informação de que a adaptação iria mesmo acontecer, com a MGM ficando responsável pela produção e F. Scott Frazier (xXx: ReativadoBusca sem Limites e futuramente A Guerra dos Consoles) tendo sido escolhido para escrever o roteiro. O problema é que ao dar a sua visão sobre a história, o roteirista fez mudanças cruciais e o projeto voltou para a gaveta, fazendo com que o longa metragem não deva aparecer tão cedo.
 

“O projeto com a MGM optando por este livro e desenvolvendo um roteiro nos levou a nada e os direitos voltaram para mim,†afirmou Glukhovsky. “Então, no momento estamos conversando com novos produtores sobre uma possível adaptação, mas este é um processomuito longo e difícil. Eu ainda estou otimista. Vamos ver se o lançamento do Metro Exodus poderá empurrar a propriedade intelectual um pouco mais além dos oceanos e veremos como isso funciona.â€


O grande problema de acordo com o autor foi a ideia de levar a história contada no livro e nos games para os Estados Unidos. Assim, se o filme fosse realmente produzido ele se passaria em Washington DC e não em Moscou, o que segundo ele acabaria com toda a atmosfera. Para Glukhovsky, na América coisas como nazistas, comunistas e os Dark Ones não funcionariam.

 

Aliás, ao citar esses últimos o russo afirmou que a espécie decentemente de humanos que sobreviveu à radiação é uma alegoria para a xenofobia, problema que se encaixa melhor num enredo passado na Europa. Ou seja, como os monstros provavelmente seriam substituídas por “bestas aleatórias†que não apareceriam humanas, toda a questão da xenofobia não teria como ser abordada, fatalmente fazendo com que a história não passasse de algo genérico.

Por fim, Glukhovsky questionou as pessoas envolvidas com a adaptação por elas defenderem que os americanos gostam apenas de histórias passadas no seu país. Segundo ele, com os livros e os jogos tendo vendido tantos milhões de cópias, manter a história em Moscou seria uma ótima maneira de atrair mais pessoas, mesmo porque já cansamos de ver os estados Unidos sendo destruído no cinema.

Por não ser um americano e portanto não ter crescido com a cultura daquele país, talvez seja mais fácil defender que odiaria ver a história do Metro 2033 sendo transportada para outro país. O estúdio obviamente não estaria muito preocupado com tal mudancá, já que o importante para eles seria faturar o máximo possível, mas para a alegria de todos que adorariam ver a adaptação mais fiel possível, felizmente Dmitry Glukhovsky teve o controle necessário para impedir essa heresia.
 
Fonte Meio Bit

  • Curti 5

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

queria que os japoneses tbm tivessem essa coragem e talvez dragon ball evolution, death note e agora cdz não passaria essa vergonha.

 

Não consigo pensar em CDZ nesse modo que você citou. Mas trazer Dragon Ball e Death Note foi um erro gigante. 

 

No mais penso que americanizar tudo seja errado mesmo, a única coisa que eles conseguiram adaptar de uma forma que ficasse bacana foi No Limite do Amanhã, com o Tom Cruise. E por mais Ghost in the Shell tenha o Takeshi Kitano ainda assim ficou uma fossa.

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

queria que os japoneses tbm tivessem essa coragem e talvez dragon ball evolution, death note e agora cdz não passaria essa vergonha.

 

Jogos vorazes também ficou uma merda, a versão japonesa é bem mais fiel aos livros. Por exemplo, na versão japonesa eles usam crianças nos papeis de crianças e não adultos de 40 anos fazendo papel de criança de 16 anos.

 

á, e as armas, as armas da versão japonesa não tem viadagens, é tudo fuzil, bazuca, metralhadora, sniper, em fim, armas que existem de verdade.

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Jogos vorazes também ficou uma merda, a versão japonesa é bem mais fiel aos livros. Por exemplo, na versão japonesa eles usam crianças nos papeis de crianças e não adultos de 40 anos fazendo papel de criança de 16 anos.

 

á, e as armas, as armas da versão japonesa não tem viadagens, é tudo fuzil, bazuca, metralhadora, sniper, em fim, armas que existem de verdade.

 

vc ta falando do filme Battle Royale?

ele é bem mais antigo que o Jogos Vorazes, o livro foi escrito 9 anos antes da mulher escrever Jogos Vorazes, quando o filme saiu ela foi até acusada de ter copiado esse livro/filme japonês.

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

F. Scott Frazier? Putz, não tinha ninguém melhor para digirir o filme não?

 

Sem mencionar no cliche deveras repetitivo num EUA devastado :tabom: muito original.

 

Obrigado Dmitry por não deixar foderem está obra, tem que ter pulso firme mesmo :krumel:

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Faz logo no Brasil. Nossas linhas de metrô são pequenas e nem precisa de monstro. Tem muito canhão por aqui.

 

Ah e se quiser confusão é só colocar um punhado de esquerdistas versus direitistas tentando dominar as estações.

 

Adicione um médico cubano que vai escrever com a caligrafia típica de médico e em outro idioma, que por acaso vai ser crucial no final do filme e

 

 

... chamem o Selton Mello.

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...