Ir para conteúdo
YuriFulY

[EuroGamer] Anthem será um jogo como nunca antes vistos

Recommended Posts

Anthem-770x405.jpg

Depois da controvérsia em torno de Mass Effect: Andromeda, a BioWare apresentou Anthem na E3 2017, mas tem permanecido nas sombras, trabalhando na sua nova propriedade intelectual.

No entanto, o estúdio Canadiano decidiu começar a falar diretamente
 com os seus fãs, prometendo compartilhar notícias e informações sobre o estúdio em si, mas também sobre os seus projettos.

Casey Hudson, director da BioWare, foi a face do estúdio na hora de deixar uma mensagem de apresentação no blog oficial, onde futuramente serão publicadas várias mensagens para os fãs.

Nesta primeira mensagem, Hudson diz que 2018 será entusiasmante e que estão ansiosos por compartilhar mais sobre Anthem, que chegará às lojas  nos primeiros três meses de 2019.


"Quando voltou à Bioware no Verão passado, Mass Effect: Andromeda tinha acabado de ser lançado e os jogadores pediram um DLC de história que responderia às questões em torno do destino dos Quarians. Como sabes, não fomos capazes de entregar esse DLC de história para Andromeda - foi tão frustrante para nós quanto para os jogadores, algo que era tínhamos de resolver nos futuros lançamentos."

Hudson diz que esse momento, a controvérsia em torno de Andromeda, foi um momento que ajudou a definir quem é a Bioware actualmente, um estúdio que quer entregar experiências e inovações capazes de satisfazer os jogadores.

"Os nossos jogos devem ser pensados para continuar a oferecer novas histórias e experiências, numa relação contínua com os jogadores que estão nos mundos que iremos evoluir em conjunto."

Segundo diz, esse é o espírito em torno de Anthem -

"Um jogo desenhado para criar um novo mundo de histórias e personagens que podes conhecer com amigos numa série de aventuras contínuas. Será totalmente diferente de tudo o que já jogaste, mas se fizermos bem as coisas, será caracteristicamente BioWare."

Anthem está a caminho para PS4 em 2019.

Fonte: Eurogamer
 
 

  • Curti 2

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

"uma série de aventuras contínuas" = uma série de dlcs pagas.

Quando sair uma complete edition bem baratinha eu pego.

  • Curti 2

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Mass Effect Andromerda também foi vendido como "nunca visto antes" e tá aí a bosta feita.

  • Curti 4

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Vindo da EA? Tá bom! Infelizmente meu pré conceito de todos os jogos da EA é incrivelmente baixo. 

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Vindo da EA? Tá bom! Infelizmente meu pré conceito de todos os jogos da EA é incrivelmente baixo. 

Concordo, pode ser realmente algo nunca antes visto, mas sinceramente eu não quero mais nada da EA. Mas boa sorte pra quem for comprar.

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Mais um jogo de tiro, mais um jogo da bioware, mais um jogo com foco no multiplayer, mais um jogo com loot... é isso que vejo quando leio algo da EA. O "nunca antes visto..." fica tão na promessa. A EA perdeu a mão faz tempo. Posso queimar a lingua, mas esse jogo vai ser como o destiny, em visão de terceira pessoa, misturado com Crysis (por causa da armadura). Sei lá, está bonito, mas... tem uma cara de mais do mesmo.

  • Curti 3

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

2019...  logo quando supostamente saira o ps5... 

vamo ver se já não vai ser lançado capado esse treco..

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

A EA está totalmente queimada e desacreditada, mas acho que não vão vacilar com essa oportunidade.
Destiny e The Division apresentaram aos players de console um novo mundo dos MMO's/MMORPG's e o mercado está ávido por algo grandioso nesse gênero.

Progressão de personagem, continuidade, interatividade, cooperativo, competitivo...Esse gênero cativou o mercado de games.

 

Prova disso é que estamos recebendo relançamentos de MMORPGs consagrados no PC - como TERA, por exemplo - deixando bem claro que as empresas estão enxergando essa janela de oportunidade.

 

A grande questão é que o gap desse mercado é AGORA.

A Bungie falhou miseravelmente com Destiny 2.

The Division 2 vai ser anunciado oficialmente na E3...

 

É a hora ideal de alguém chegar com um grande título.

 

Estaremos de olho.

 

 

  • Curti 2

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Se usar conexão P2P (em pleno 2019) e tiver o netcode de bosta do Andromeda, pode enterrar a Bioware do lado da Visceral e de todas as outras que a EA assassinou...

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Já nem me surpreendo com esse negócio de "Nunca visto antes"

Esse é o tipo de Destiny que progride com DLC'S, isso se nao tiver foco no Multiplayer

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Se o jogo for desenvolvendo sozinho, de acordo com suas escolhas, nesse caso sim será algo nunca visto.

 

Imagino no futuro a inteligência artificial em jogos assim.

 

O core do jogo estará na mídia e o enredo será desenvolvido por IA usando processamento do videogame.

 

Os troféus nesta primeira fase de desenvolvimento e uso dessa tecnologia provavelmente serão atreladas a níveis do personagem e conquistas de capítulos.

 

Em resumo para chegarmos do Ponto A ao Ponto B poderemos fazer qualquer coisa, sem estarmos amarrados ao que foi programado. Nós faremos o nosso caminho e a IA irá validar isso no jogo.

 

Sim, esse será o futuro nos jogos de vídeo game. Imersões únicas para cada jogador.

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Se o jogo for desenvolvendo sozinho, de acordo com suas escolhas, nesse caso sim será algo nunca visto.

 

Imagino no futuro a inteligência artificial em jogos assim.

 

O core do jogo estará na mídia e o enredo será desenvolvido por IA usando processamento do videogame.

 

Os troféus nesta primeira fase de desenvolvimento e uso dessa tecnologia provavelmente serão atreladas a níveis do personagem e conquistas de capítulos.

 

Em resumo para chegarmos do Ponto A ao Ponto B poderemos fazer qualquer coisa, sem estarmos amarrados ao que foi programado. Nós faremos o nosso caminho e a IA irá validar isso no jogo.

 

Sim, esse será o futuro nos jogos de vídeo game. Imersões únicas para cada jogador.

Buguei

  • Curti 1

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Buguei

Vou simplificar:

 

Imagina a história do chapeuzinho vermelho. Ela segue uma estrada, encontra o lobo, e na casa da vovó ela é salva pelo caçador.

 

Esse roteiro foi escrito pelo autor. Começo, meio e fim.

 

Na programação de um jogo também é assim. No máximo os desenvolvedores podem dar aberturas de escolhas, mas o caminho para o fim é sempre o mesmo.

 

Inteligência Artificial nos jogos seria assim:

 

Existe começo, não existe meio porque ele vai aprendendendo com o jogador e múltiplos fins.

 

Então você inicia com seu personagem e de acordo com seu modo de jogo a IA molda os desafios e desenvolve a partir das suas escolhas. Sem limite de cenário. Ele seria criado enquanto você joga.

 

Os impeditivos disso hoje seria processamento e memória.

 

Mas acho que o No Man Sky tentou arranhar um pouco sobre esse conceito.

 

Note, tudo isso são minhas suposições, mas imagino que os jogos nas gerações futuras serão desenvolvidos assim. Com Inteligência Artificial.

 

Recomendo assistir o documentário Alpha Go no Netflix.

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

"uma série de aventuras contínuas" = uma série de dlcs pagas.

Quando sair uma complete edition bem baratinha eu pego.

 

Destiny 2.0

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Quebrei a cara com Watch Dogs.... quebrei a cara com The Division... Quebrei a cara com Destiny 2 (1 mês jogando e não aguentava mais, enquanto joguei 2 anos direto no primeiro)... Será que Anthem vai atingir minhas expectativas? Por favor, BioWare, faça algo divertido, onde o Grind seja algo a mais, e não necessário pra curtir o game. Que não tenha micro transações (HAHAHA...acho que já quebrei a cara atecipadamente).

 

Nem me importo com DLCs de história, desde que não sejam absurdamente caras e que realmente expandam a história (sem capar o jogo base).

 

Se eles conseguirem fazer isso, já tô feliz. O potencial do game é imenso.

 

PS: Cansei de ser feito de trouxa pelos desenvolvedores u.u

Compartilhe esta postagem


Link to post
Share on other sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um membro para fazer um comentário.

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...