Ir para conteúdo

Tweronion

Guiador Oficial
  • Total de itens

    1.667
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

Tweronion venceu a última vez em Outubro 27

Tweronion had the most liked content!

Reputação

2.311 Platina

6 Seguidores

Sobre Tweronion

  • Rank
    Silver Hunter

Informações Pessoais

  • Nome
    Samir
  • Idade
    Belém, Pará

Últimos Visitantes

12.496 visualizações
  1. Titanfall 2 Eu havia jogado um pouco do primeiro com o meu vizinho. Tinha curtido as novidades de gameplay, e quando soube que o primeiro melhorava aquilo, além de conter um modo campanha bacanudo e sem nenhum troféu horrível de se conseguir online, peguei ele assim que ficou numa promoção marota. É um FPS bem divertido, ótima campanha e com um multiplayer que diverte.... quando tem gente. Para platinar, falando na campanha não é difícil, só ter que jogar na dificuldade mais alta que pode render alguns momentos de frustração. ....Mas o que realmente será um teste de resistência é o troféu do ...Vira Mestre. Eu passei literalmente QUATRO HORAS sem parar tentando quebrar o recorde. E nem eu mesmo acreditei quando o troféu veio. É preciso perseverar até pegar o ritmo e o tempo do percurso. Aqui o vídeo do momento da platina:
  2. Sinto cada vez mais pena de quem comprou o jogo vanilla a preço cheio. Eu até fico inclinado a jogar o SFV, mas do jeito que andam as coisas, vou esperar por mais uma revisão dele. hahahaha
  3. A parte de texto em si está finalizada, estou agora gerando um novo código de guia no portal (porque quando ele voltou, ainda não estava atualizado para o atual) e vendo como faço para ir inserindo no post original.
  4. The Legend of Korra Dei sorte de comprar o jogo antes dele sumir da PSN, e estava aguardando para ver o desenho para jogar o jogo que se passa entre as temporadas. Agora, o jogo em si é um Bayonetta com orçamento reduzido. É bem curto, com muito reaproveitamento de inimigos e fases pouco inspiradas. No que tange o combate, ele diverte e a mecânica de alternar entre os elementos que geram estilos de luta diferentes ficou legal. Pra platinar, ele é fácil para mediano. O que tira do sério é vencer a liga de Dominadores na dificuldade mais alta e coletar todos os tesouros. Eu acabei deixando passar um dos tutoriais no prólogo, naquela ação de contra-ataque durante a partida de dominadores. Eu até recomendaria jogar quem curte o desenho, mas como não tem mais como conseguir o jogo na loja, fica só pela curiosidade.
  5. Fico feliz de terem chamado o mesmo dublador da série do Walking Dead. Bela jogada!
  6. Fala, Lucas! Estou trabalho um pouco por dia nele. No momento só terminando de dar as dicas nos último troféus e pretendo aprender a como usar o esquema de jump no código atual e daí já mando para a revisão. Creio que no final dessa semana, início da outra ele fica pronto.
  7. Maravilha ter o Nioh! Tava na minha lista de desejos há um tempão. Agora só preciso ficar de olho quando a season pass entrar em promoção.
  8. Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Revolution Esse foi uma platina muito especial. Eu já tinha platinado todos os outros Ninja Storm, até o 4, mas tava segurando esse para quando estivesse em julho. É um Ninja Storm bem completão, ele só não segue a história dos jogos, então prefere contar histórias inéditas e paralelas. Pra quem não pode jogar o Ninja Storm 4 do PS4, certamente deram u mbelo presente para os finados donos de PS3. Há alguns torneio chatos de se fazer, mas não é nenhuma platina complicada. A cereja do bolo é que eu também ganhei essa badge quando platinei esse jogo:
  9. Day of the Tentacle Remastered Mais um adventurer da LucasArts no bolso! Me diverti bastante com os puzzles e humor do jogo, apesar de sua curta duração. Minha única crítica fica por conta do filtro desse remaster. Infelizmente perde muito da qualidade do pixelart do original, e os vetores até parecem amadores. Por sorte dá pra jogar no gráfico original com um apertar de botão.
  10. Parece interessante, apesar de não ser muito fã de Fairy Tail. Só o acabamento gráfico que poderia ficar melhor. Tem momentos que o sombreamento fica meio bugado nos personagens.
  11. Uncharted: The Lost Legacy Já tinha platinado os 4 primeiros Uncharted, e voltar à série no Lost Legacy foi uma boa decisão. Ele não se preocupa em ser melhor do que o 4, mas no que se propõe em fazer ele faz muito bem. É um jogo mais sucinto e direto ao ponto, e certamente um dos mais bonitos da franquia. Quem ficou órfão depois do final do Uncharted 4, o Lost Legacy nos dá mais um pouquinho da diversão da série uma última vez.
  12. Opa! Já vou mudar o jogo que tá na minha lista de desejos da PSN. Peguei a edição definitiva do segundo tomb raider, pegarei do título também.
  13. Gravity Rush é uma série incrível. Vais amar o 2 com toda certeza! E ele também é uma platina bem direta (menos a parte de comprar todos os upgrades, isso levei umas boas horas farmando cristais) E seguindo nas platinas que consegui nesse meio tempo: NieR: Automata Assim que platinei i NieR do PS3, corri para finalmente jogar o Automata e realmente ele é merecedor de todos os elogios que deram a ele. Enfim um jogo do Yoko Taro que é uma delícia de se jogar! Como fiquei macaco velho do estilo de história que ele faz, não foi muita surpresas certos acontecimentos. Ainda sim é um jogo incrível em vários aspectos. Como no Nier original, deixei que o meu último troféu fosse justamente o de terminar o último final, para ser como um verdadeiro adeus a esse jogo, para não voltar mais a ele. Sobre a platina, certamente é bem menos complicada do que o jogo original. A loja de troféus ajuda a pegar aqueles que eu não tvaa com saco de fazer (como entrar em modo Beserker 50 vezes e pescar todos os peixes), mas de resto eu fiz questão de pegar.
  14. E ainda chamaram o Gárcia Júnior para voltar a dublar o Exterminador. Acertou em cheio, Warner!
  15. Bem, hora de voltar a postar as platinas que consegui nesse meio tempo! Para não fazer posts gigantescos, vou fazendo um jogo por vez, beleza? Persona 5 Tinha o jogo físico há mais de um ano, mas com os rumores que viriam uma revisão do jogo (que acabou se tornando o Persona 5 Royal) resolvi correr e platinar o jogo que eu tinha na gaveta. Foi meu primeiro Persona desde que desisti de jogar o remake do primeiro pro PSP e rapaz, que experiência! Não só como RPG, mas para qualquer um que tivesse curiosidade em conhecer a rotina urbana de Tokyo é o título definitivo. Eu nunca joguei um jogo tão ESTILOSO em tantos aspectos quanto esse. A história dele é incrível e todos os membros dos Phantom Thieves são muito interessantes. Ele não é só flores e mostra as facetas mais podres da sociedade japonesa sem medo de ser feliz. Joguei o jogo todo jogando na dificuldade Safe (praticamente não é possível morrer jogando nela) e fui bem tranquilo no geral. Para platinar, ou você segue o guia do gamefaqs que há no Guia aqui do site, ou se prepare para catar o que deixar para trás no NG+. Eu fiquei com medo do quão pressionado pela passagem do tempo eu ficaria, mas foi até tranquilo. O problema maior é que eu fiz cagada com os Requests do Mishima e deixei um passar. Conclusão? precisei rejogar o jogo inteiro ATÉ O MÊS DE DEZEMBRO para conseguir todos os requests e assim a platina. Um jogo realmente incrível e mais do que recomendado. Procurem pegar a versão Royal assim que sair, mas eu com mais de 100 horas acho que já joguei o suficiente por hora.
×
×
  • Criar Novo...