Ir para conteúdo

Peace-MakerBR

Trophy Hunter
  • Total de itens

    399
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Peace-MakerBR venceu a última vez em Novembro 27 2018

Peace-MakerBR had the most liked content!

Reputação

733 Platina

5 Seguidores

Sobre Peace-MakerBR

  • Rank
    Bronze Hunter

Profile Information

  • Location
    São Paulo
  • Nome
    Allyson C.
  1. Você consegue imaginar o reboot de God of War com outro protagonista que não fosse o Kratos? Isso quase aconteceu! Em entrevista no palco da Gamelab em Barcelona (via Eurogamer), o diretor Cory Barlog revelou ter sofrido pressão para apresentar um outro protagonista. A justificativa para o corte de Kratos era em razão da sua origem. Ele surgiu como um anti-herói em uma época onde essa categoria de personagem era escassa nos videogames. Após três jogos, o curso do “brutamontes” tinha chegado ao fim e a franquia não deveria ser concentrada nele. “Nas discussões iniciais, as pessoas nos diziam a necessidade de livrar-nos dele [Kratos]. Elas falavam “Ele é irritante e está acabado”. Além disso, elas destacavam que Kratos não era God of War, mas a mitologia grega definia a franquia. Essas pessoas queriam um novo protagonista. Demorou muito tempo para convencê-las sobre esta história criada por nós.” Barlog justificou a presença do espartano por meio do seu filho, Atreus. De um anti-herói sanguinário para um pai em uma jornada de autodescoberta, o filho tornou-se a bússola moral de Kratos. Contudo, nem mesmo Atreus foi bem recebido no início. Havia uma pressão para eliminar ele da trama. Segundo o diretor, a velha-guarda da Sony Santa Monica estava preocupada com o jogo se tornando uma “escolta de carga até o destino”. No entanto, Cory listou o exemplo de The Last of Us e como a história de Ellie e Joel apresenta um relacionamento verdadeiro. “Houve um momento que íamos cortar Atreus completamente. Ele quase foi eliminado. Eu tinha um roteiro de back-up sem ele, mas não precisamos ter recorrido a isso.” Um novo God of War? A persistência do diretor gerou resultados positivos. Hoje o sucesso do game é incontestável e o público espera por uma sequência. Apesar de nenhuma informação oficial, estúdio pode até estar se preparando para isso, como aponta a lista de vagas aberta recentemente. Fonte: MeuPS4
  2. Mas não irá desenvolver para iOS só pelo fato de que você usa Android? Muito usuários utilizam o sistema iOS, eu mesmo utilizei bastante até partir para o Galaxy S8 e Note 8... Não vejo nenhum problema em haver versões para ambos os sistemas.
  3. Ontem estava acompanhando alguns gameplay's no youtube e realmente está espetacular. Meu filho de 1 ano e 8 meses tomou o celular da minha mão e ficou assistindo junto... Pelo jeito terei que tirar a poeira do PS4 e gastar uma graninha este mês para deixar o garotão feliz.
  4. Peace-MakerBR

    Temas do Fórum

    Era exatamente o que iria perguntar... Haverá alguma opção para fundos personalizados neste tema Black?
  5. A CD Projekt RED está totalmente focada no desenvolvimento de Cyberpunk 2077 para a atual geração de consoles. O level designer, Miles Tost, garantiu o jogo de aventura/RPG para o PlayStation 4, Xbox One e PC, enquanto um port para a próxima geração ainda não é uma das áreas de interesse do estúdio. Em entrevista ao GamerHubTV (via PlayStation LifeStyle), o desenvolvedor explicou a situação. Obviamente, como empresa, a CD Projekt RED está atenta às movimentações da indústria e como acontecerá a próxima geração, mas para garantir a qualidade da produção, o desenvolvimento do jogo é concentrado no tempo presente. “Estamos de olho na indústria e pensamos adiante. Mas ao mesmo tempo, somos um estúdio comprometido com o foco no presente. Então nossa atenção total está nesta geração de consoles e PC. Quem sabe? Quando o tempo chegar, talvez faremos este port. Contudo, até Cyberpunk 2077 chegar em abril de 2020, nós temos isso a fazer. Por enquanto, não é uma preocupação para nós porque a próxima geração chega após o lançamento do nosso jogo.” A CD Projekt RED mantém a mesma postura até mesmo nos componentes in-game. Por exemplo, o estúdio ainda não sabe se o título contará com multiplayer por estar totalmente focada na construção da narrativa. Fonte: MeuPS4
  6. Há algum tempo estou pensando em montar um PC e deixar o PS4 apenas para exclusivos, se realmente cumprir está promessa irá me ajudar muito.
  7. eduhlopes, qual tema você está utilizando? O meu é o Dark, dependendo do tema o local é alterado.
  8. Ou ele pode seguir o caminho abaixo:
  9. Recentemente, os rumores da participação de Ash Williams (The Evil Dead) em Mortal Kombat 11 ficaram mais fortes. No entanto, outro personagem também pode aparecer no jogo de luta. Trata-se de Terminator, da franquia Exterminador do Futuro. A informação, como destaca o site Bloody Disgusting, veio de uma fonte inusitada. Um usuário notou que, ao digitar “Mortal Kombat Terminator game” no site de buscas Google, o resultado trazia uma propaganda do site oficial caracterizando Terminator como lutador a chegar por meio de DLC. Ao clicar no link, contudo, o jogador era simplesmente redirecionado à página oficial de MK 11. Veja a imagem: Hoje de manhã, o “erro” já havia sido corrigido, e não é possível mais ver tal referência. Mas o rumor parece ter força, uma vez que o personagem faz parte do panteão de jogadores extras, a serem adicionados posteriormente em Mortal Kombat 11, que vazou no site ComicBook. Até agora, as informações são 100% precisas. A lista é composta de: Shang Tsung Joker Nightwolf Sindel Terminator Spawn Ash Williams Fujin Sheeva Esta seria a terceira confirmação do personagem em jogos neste ano. Uma delas será em Gears 5. A outra, em Ghost Recon Breakpoint. Dado que um novo filme da franquia deve estrear este ano, não seria surpresa sua inclusão. Mas, por ser um rumor, tais informações devem ser observadas com a cautela de sempre. Fonte: MeuPS4
  10. O mesmo aqui, nada de opção para alterar o tema.
  11. Ashley Johnson, atriz conhecida por fazer a voz de Ellie em The Last of Us, comentou em uma entrevista com Brain Foster do canal no YouTube “Critical Role” que The Last of Us Part II será lançado em fevereiro de 2020. Ashley diz “fevereiro” baixinho em um dado momento da entrevista sobre a data de lançamento do jogo. O insider conhecido como ZhugeEX confirmou no ResetEra que essa data de fevereiro de 2020, apesar de não ser oficial, é o que a equipe da Naughty Dog planeja internamente alcançar. The Last of Us Part II está em desenvolvimento para o PS4. Fonte: PSX
  12. Square Enix sabe que vai ganhar rios de dinheiro com este remake na atual geração, não perderá a chance de lançar para a próxima e aumentar seus lucros. Sou um dos que irão aposentar o PS4 com o lançamento do PS5, o porquinho já começou a ser alimentado para o abate!
  13. Marcin Iwinski, um dos fundadores da CD Projekt RED, de The Witcher 3: Wild Hunt e Cyberpunk 2077, concedeu entrevista durante a E3 2019. Nela, destaca a ambição da empresa em tentar sempre algo novo. Essa foi a razão pela qual, segundo o executivo, eles não desenvolveram um “The Witcher 3.5”. No entanto, a parte mais interessante da entrevista foi a sugestão de que as histórias de Geralt de Rivia não estariam terminadas. Iwinski explicou, durante o E3 Coliseum, que eles [a CPR] gostariam de contar mais histórias de The Witcher em um certo momento, mas “quando e como não poderia comentar agora”. O executivo sugeriu, ainda, que trabalhar em Cyberpunk 2077 deu ao time desenvolvedor a oportunidade de aprender muito sobre fazer novos jogos. E que algumas dessas ideias podem ser “potencialmente aplicadas em um novo The Witcher”. Não custa sonhar, não é? Jogos como arte Uma vez que o The Witcher 3 foi um grande sucesso, uma “versão 3.5” traria ainda mais retorno financeiro à empresa, como destaca o site GameSpot. No entanto, o estúdio decidiu buscar caminhos diferentes, já que essa escolha vai contra a filosofia da desenvolvedora. “Não somos uma fábrica de jogos. Os tratamos como arte”, destaca. “Queremos sempre superar os limites anteriores, a cada jogo lançado. Não que isso [The Witcher 3.5] fosse fácil – óbvio que seria bem complicado. Usar o mesmo motor gráfico, contar as mesmas histórias; a tecnologia já está lá. E ganhar uma grana fácil. Mas não é isso que fazemos. ” O executivo comenta ainda que a empresa tentou criar dois times de desenvolvimento simultâneos, para trabalhar em projetos diferentes, após The Witcher 3. Apesar de não entrar em detalhes, essa decisão não foi implementada, por uma variedade de motivos diferentes. O time desenvolvedor de The Witcher 3 migrou para Cyberpunk 2077. Iwinski finalizou a entrevista falando sobre a atual fase de Cyberpunk 2077. Nesse momento, o jogo passa por seu polimento final. Ele diz que esta é a parte mais complicada. Por fim, ele espera que o time desenvolvedor possa deixar o jogo “tinindo” ao terminarem. Fonte: MeuPS4
  14. Estão ajustando as coisas aos poucos, quem sabe esse layout fique parecido com o antigo..
  15. Sim, está aberto para postagem direta... Até achei estranho, só vi depois que postei e lembrei das aprovações... Achei que fosse levar uma chamada sua MamyBR!
×
×
  • Criar Novo...