Ir para conteúdo


Foto

[Bethesda] Recapitulação de RAGE e novo trailer de RAGE 2

PS4 Notícias

  • Por favor, faça o login para responder
10 respostas neste tópico

#1 eduhlopes

Postado 10 agosto 2018 - 09:53

Quando o primeiro RAGE foi lançado em 2011, ele era uma maravilha tecnológica; um jogo de tiro em primeira pessoa da melhor qualidade feito pelos gênios da id Software.
 
Ele tinha suas falhas (cof o final cof), mas foi bem recebido tanto pelo público quanto pela crítica. Agora, uma sequência sendo desenvolvida por duas lendas do setor – id Software e Avalanche Studios – está vindo aí. RAGE 2 se passa no mesmo mundo, mas 30 anos após a história do primeiro jogo. Há um novo protagonista, novas áreas para explorar, novas coisas para explodir e novas aventuras para começar. Mas a série não esqueceu suas raízes. Nós elaboramos um guia útil que explica as pessoas, os lugares e os acontecimentos mais importantes do primeiro jogo. Quer você tenha jogado o RAGE original e queira refrescar a memória, ou nunca tenha tido a chance mas deseje se informar, este guia é um ótimo ponto de partida.
 
RAGE_Rewind_Vehicles.png

 

HISTÓRIA

"A humanidade acabou. Um fim justo para alguns milhares de anos de exploração, destruição e guerra; nós merecemos. Como tudo na vida, a natureza terá sua vingança sem hesitar e com consequências devastadoras." – New York Times, 2037
 
Apophis
Ah, Apophis. O motivo de não podermos ter coisas legais. Coisas legais como sobrevivência. A introdução do primeiro jogo começa com o asteroide Apophis atingindo a Terra, causando enorme devastação. Essa catástrofe dizimou 80% da população do planeta e criou ermos sem lei onde a humanidade costumava prosperar. O primeiro RAGE se passa pouco mais de 100 anos após a colisão do Apophis e o mundo é um lugar totalmente diferente. Trinta anos depois, quando RAGE 2 começa, o mundo está começando a se recuperar. Civilização e vida começam a reemergir na Terra e as coisas parecem estar melhorando. Claro, a população ainda precisa combater gangues itinerantes brutais e a tirania da Autoridade, mas é um progresso!
 
Arquistas
Com a iminência da colisão do Apophis com a Terra, parte da população foi criogenicamente congelada e colocada em Arcas muito abaixo da superfície do planeta. Anos após a queda do asteroide, alguns desses sobreviventes começaram a acordar e a voltar à superfície, onde encontraram um mundo totalmente diferente. Conhecidos como Arquistas, estes são os únicos indivíduos na Terra capazes de utilizar as poderosas e únicas habilidades de nanotrito, o que faz deles tanto possíveis salvadores do planeta quanto possíveis alvos daqueles que desejam controlar o mundo. Tanto o herói (Nicholas Raine) quanto o vilão (General Cross) do primeiro RAGE são sobreviventes das Arcas.
 
TV Surra de Mutantes
Até as facções bárbaras dos ermos precisam de entretenimento e esse entretenimento existe na forma da TV Surra de Mutantes, um confronto sangrento e brutal entre hordas de mutantes e competidores corajosos o bastante para botar suas habilidades à prova. A TV Surra de Mutantes retorna com novos desafios em RAGE 2.
 
RAGE_Rewind_MutantBash.png
 
Feltrita
Feltrita é energia pura em forma de cristal. Quando refinada, ela pode ser usada para todo tipo de coisa, desde alimentar as armaduras de combate da Autoridade até fortalecer os armamentos mais potentes. Feltrita é o recurso mais valioso dos ermos e sua escassez faz com que as pessoas se disponham a matar e morrer para obtê-la. Se bem que, considerando as novas e sanguinárias facções de RAGE 2, poucas são as coisas nessa sociedade anárquica pelas quais as pessoas não se dispõem a matar e morrer.
 
Nanotritos
Nossa, a importância dessas micromáquinas. Talvez nada seja mais importante. Antes de entrar em seu sono gelado nas Arcas, cada sobrevivente foi injetado com esses pequenos milagres científicos. Quando os Arquistas acordam, eles recebem mais uma infusão de nanotritos, que são programados para iniciar o processo de autocura e reparação. É por isso que os Arquistas têm coisas úteis como a habilidade de desfibrilação e visão aprimorada. Esses nanotritos vão continuar fazendo hora extra pelo resto da vida dos Arquistas, reparando o corpo dos seus hospedeiros e até aprimorando-o de maneiras imprevistas. Esses nanotritos são o verdadeiro motivo por trás das poderosas habilidades de Walker em RAGE 2.

 

PESSOAS

 

General Cross/A Autoridade
Embora seja só um nome que você escuta no primeiro jogo, o general Martin Cross é o líder da opressora Autoridade, organização que busca governar os ermos à força e que caça todos os sobreviventes restantes das Arcas que encontra pelo caminho. Sob a liderança do general Cross, a Autoridade criou um exército de mutantes e supersoldados equipados com tecnologia de ponta. Você finalmente terá a chance de enfrentar o general Cross em RAGE 2.
 
RAGE_Rewind_Authority.png
 
Nicholas Raine
Nicholas Raine é um sobrevivente das Arcas e o protagonista do primeiro jogo. Nos anos que se passaram entre os dois jogos, ele aparentemente desapareceu na vastidão dos ermos, mas seu rastro de destruição deixou uma forte impressão em muitos dos habitantes de lá. Cultos que veneram Raine como uma espécie de deus da morte surgiram entre o que restou das populações que ele dizimou. Raine não tem qualquer ligação com Walker, de RAGE 2. Ou será que tem? Não tem, não. Ou será que tem?
 
Capitão John Marshall
Líder por natureza, John Marshall é o capitão das forças da Resistência no primeiro jogo, confrontando a Autoridade de maneiras que poucos ousaram confrontar. Mas os anos não foram gentis com o capitão Marshall, que agora é só um velhote dono de bar em Gunbarrel que passa os dias resmungando sobre a volta da Autoridade. Talvez devêssemos começar a dar ouvidos a atendentes de bar velhos e caducos. Vai que eles sabem de alguma coisa?
 
RAGE_Rewind_CaptainMarshall.png
 
Dr. Kvasir
O Dr. Antonin Kvasir é um antigo cientista da Autoridade que desertou para a Resistência e agora passa os dias fazendo armamentos à base de feltrita para serem usados contra seus antigos companheiros e os mutantes que ele ajudou a criar. Já quase uma múmia quando você o conhece no primeiro jogo, Kvasir agora está 30 anos mais velho (ou seja, velho pra p***) e 30 anos mais... excêntrico. Ele trocou sua cadeira flutuante do primeiro jogo por "Pernas". Não pernas de verdade para andar, isso faria sentido demais. Pernas é o nome que ele deu ao mutante que escravizou e ciberneticamente anexou a si mesmo.
 
Loosum Hagar
Loosum Hagar é a mulher responsável por ensinar a Raine a arte do Wingstick, uma das armas favoritas dos fãs do primeiro jogo. Ela terá novos truques para mostrar a Walker com o Wingstick melhorado de RAGE 2. Apesar disso, ela é a prefeita de Wellspring agora, então está sempre muito ocupada. Tente não ficar no caminho dela. Fora isso, alguns de vocês que leram o romance de RAGE talvez estejam se perguntando: "Mas espera, a Loosum não morreu no livro?" E nossa resposta para isso é: "Shhhhhhh." Quem lê livros, afinal?
 
RAGE_Rewind_Loosum.png
 
Prefeito Clayton
Quando você lidou com o Clayton no primeiro RAGE, ele era o prefeito de Wellspring. Agora, ele é o prefeito de estar morto, então você não vai vê-lo de novo, mas vai conhecer seu filho corrupto-de-doer, Klegg.

 

LUGARES

 
Wellspring
Durante os acontecimentos do primeiro jogo, Wellspring era a maior e mais segura cidade nos ermos. Nos anos que se passaram desde então, seu crescimento foi exponencial e hoje ela prospera sob a liderança de Loosum.
 
RAGE_Rewind_Wellspring.png
 
Gunbarrel
Sussurros e rumores de Gunbarrel tiveram papel crucial no primeiro RAGE. Cidade vizinha de Wellspring, Gunbarrel era um importante parceiro comercial para o povo dos ermos. Você nunca chegou a visitar Gunbarrel no primeiro jogo, mas RAGE 2 vai retificar isso.
 
Fonte: Bethesda
 
Veja também o trailer de gameplay de RAGE 2 divulgado hoje na QuakeCon
 

Vendas - Recomendações - myPlatinas

 

Eduhlopes.png

:platinum: e :psn:

Spoiler

#2 LeoCosAffo

  • Nome:Leonardo

Postado 10 agosto 2018 - 10:32

Bethesda exagerou pra kct nessa intro uashuahsuahsuahsuahusahs

 

RAGE era um jogo problemático, esse video demonstrando o Pop-in do jogo me marcou muito. Até no PCzão tinha problema, mas eram resolvidos pela comunidade.

 

Acredito que o 2 será bem melhor, já que a id está numa fase melhor que a anterior.



#3 WhBlaze

Postado 10 agosto 2018 - 10:56


Acredito que o 2 será bem melhor, já que a id está numa fase melhor que a anterior.

 

 

Maior parte dos problemas de rage surgiam pq nada aguentava o que diabos carmack queria fazer 8X (Edditt ps: Só lembrando que a versão do 360 foi tensa pq carmack precisava de 4 dvds para que o jogo funcionasse, microsoft queria um preço exorbitante, ele para isso, ele pediu desconto, microsoft negou e ele disse que se alguém reclamasse da ruindade do jogo que fosse bater na porta da MS que não ajudou em nada 8X)
Agora sobre esse será melhor... tem noção de quem ta fazendo o jogo é a avalanche não é? (E que o trailer abandonou tudo de rage para transforma-lo em um filho bastardo de borderlands com bulletstorm...)


WhBlaze.png

WhBlaze-jogo.png


#4 LeoCosAffo

  • Nome:Leonardo

Postado 10 agosto 2018 - 12:03

Maior parte dos problemas de rage surgiam pq nada aguentava o que diabos carmack queria fazer 8X (Edditt ps: Só lembrando que a versão do 360 foi tensa pq carmack precisava de 4 dvds para que o jogo funcionasse, microsoft queria um preço exorbitante, ele para isso, ele pediu desconto, microsoft negou e ele disse que se alguém reclamasse da ruindade do jogo que fosse bater na porta da MS que não ajudou em nada 8X)
Agora sobre esse será melhor... tem noção de quem ta fazendo o jogo é a avalanche não é? (E que o trailer abandonou tudo de rage para transforma-lo em um filho bastardo de borderlands com bulletstorm...)

 

Carmack já vinha viajando quando tentou transformar o DOOM em terror... E culpar a Microsoft pelo jogo ruim em todas plataformas é desespero. uahsuahsuahsuahushausha

 

Bom, entendi que seria uma colaboração pelo que foi escrito na matéria entre Avalanche e id, inclusive a id foi citada primeiro na matéria, dando a entender que teria a maior parcela no desenvolvimento, mas ok, fornece a engine apenas... Sobre virar o filho bastardo de Border com Bulletstorm, acho até legal, pq são jogos bem melhores que RAGE no final das contas. kkkkkkk ¯\_(ツ)_/¯



#5 MamyBR

  • Nome:Renata

Postado 10 agosto 2018 - 13:40

Trailer de gameplay divulgado na QuakeCon:

 



#6 WhBlaze

Postado 10 agosto 2018 - 13:49

Carmack já vinha viajando quando tentou transformar o DOOM em terror... E culpar a Microsoft pelo jogo ruim em todas plataformas é desespero. uahsuahsuahsuahushausha

 

Bom, entendi que seria uma colaboração pelo que foi escrito na matéria entre Avalanche e id, inclusive a id foi citada primeiro na matéria, dando a entender que teria a maior parcela no desenvolvimento, mas ok, fornece a engine apenas... Sobre virar o filho bastardo de Border com Bulletstorm, acho até legal, pq são jogos bem melhores que RAGE no final das contas. kkkkkkk ¯\_(ツ)_/¯

 

No no, espera, acho que me expressei mal XD

Ele não botou culpa nos consoles, mas sim na MS sobre o port capenga do 3608X

Se eu lembro bem, durante o desenvolvimento o jogo era tão pesado que não cabia em meu HD (quando li a materia), e que carmack tava brigando para retirar coisas e diminuir tudo, deixando claro que rage era mais um crysis da vida (ou far cry, se preferir), um jogo que só rodaria propriamente nos melhores pc e que todos os ports sofreriam bastante. Eu lembro que o do ps3 era Ok, ficava dando pop em textura, mas quase todos os jogos daquela geração fizeram isso (Começando por borderlands), só a situação do 360 era mais critica, por culpa do pouco espaço de HD e mídia, forçando ele a negociar com a microsoft por pelo menos 4DVD's, o mínimo necessário para o jogo rodar... E a licença da microsoft por 4 discos era exagerada, ele pedia descontos, a microsoft negava, ele se irritou e fez um port porco pro console da microsoft, logo em seguida avisando os fãs para jogar no PC ou PS3, e se alguém tivesse incomodado com a incompetência técnica no 360 que fosse reclamar com a MS por não ter colaborado (Enfim, carmack entrando em seu modo vingativo UHAHUAHUA)

 

Agora sobre o jogo, peço desculpas pq vai ficar um pouco longo pq essa mudança não só é frustrante, como perigosa a longo prazo.

Mas antes disso, eu não gosto de bulletstorm, tenho meus motivos, mas esse não é o caso XD
Por outro lado, eu adoro borderlands, respeito rage e não vou esconder, ódio a avalanche ate pq ela representa tudo que não deveria ser feito com essa sequencia, mas vamos por partes.

 

Rage tem seus problemas? Claro que tem.

Ele é um fps tradicional em uma época que todo mundo se condicionou a gostar de corridor shooting cinematográfico, ele tomou decisões esquisitas como o retorno do save manual, seu mundo é relativamente vazio por limitações técnicas que ilustram bem suas ambições exageradas e não realizas, fora que assim como qualquer jogo da ID a sua escrita é horrível, entretanto Carmack tem a mesma mentalidade de Harvey Smith (Dishonored), focando unica e exclusivamente na gameplay e ligando o foda-se para historia, cutscenes ou diálogos.
Porém, em meio a todas essas limitações rage ainda é "único", tendo conseguido forjar sua identidade e personalidade em meio a milhares de jogos idênticos, o que garantiu sucesso e uma fanbase devota que agora anseia pela sequencia de algo que agora é uma franquia.

Obviamente o jogo não poderia ser mantido exatamente nos mesmos moldes pq Carmack foi embora, mas a logica de uma sequencia dita que você vai pegar a obra original, corrigir seus erros, melhorar seus positivos, talvez realizar suas ambições e obviamente, trazendo algo novo para manter não só os seus fãs feliz, mas conseguir novos, já que um bom jogo sempre tem capacidade de atrair atenção para o novo e subsequentemente o antigo.

 

Sabendo de tudo isso eu levando um simples questionamento: pq escolheria a avalanche se você sabe que vão fazer o oposto? Os membros da Avalanche (Ate mesmo ex membros) não respeitam a obra original de ninguém (tecnicamente nem os fãs), eles funcionam como o governo da minha cidade, ou melhor dizendo, uma dinastia egípcia, eles são tão desesperados para mostrar que são "algo ou alguém" que apagam todo o legado de seu antecessor com o intuito de criar algo com a cara deles, o que é hilário e perturbador, pq a única coisa que eu consigo atrelar a "cara" da avalanche é bugs, incompetência técnica e falta de originalidade, afinal, todos os jogos deles são clones cínicos, exagerados e que se levam muito a serio de jogos melhores, algo que o trailer de rage 2 deixou bem claro que será.

 

 

É similar a situação de Lords of the fallen 2, se você quer criar um clone de borderlands com Bullestorm, crie, mas faça um jogo novo, não use o nome de uma serie querida como escudo, pq você vai perder o publico original para ganhar um temporário e na hora que você retornar é bem provável que ele te deixe na mão, assim como aconteceu com a capcom em breath of fire IV, que foi criado na marra para pegar dinheiro fácil no boom de final fantasy VII, conseguiu um publico novo e quando ela foi tentar reaver o original ela se deu conta que todo mundo tinha ido embora e os novos não entendia os valores da serie... touche...

 

 

PS: Sabe o que é mais triste? Eu tenho um amigo que é fã de Borderlands e Rage, mas não viu a E3 pq estava muito ocupado.
NO dia seguinte ele passou aqui em casa e eu muito troll fui mostrar o metal farofa da bethesda e o trailer de Rage2... digamos que olhar a cara dele murchando enquanto ele me perguntava "que que eu fiz pra ti para merecer ver esse trailer?" foi de partir o kokoro uhahuahu


WhBlaze.png

WhBlaze-jogo.png


#7 eduhlopes

Postado 10 agosto 2018 - 15:10

Update 1: Trailer de RAGE 2 gameplay, divulgado hoje, adicionado na notícia.


Vendas - Recomendações - myPlatinas

 

Eduhlopes.png

:platinum: e :psn:

Spoiler

#8 Peace-MakerBR

Postado 10 agosto 2018 - 16:56

Trailer dublado:

 


|

Peace-MakerBR.png


#9 LeoCosAffo

  • Nome:Leonardo

Postado 10 agosto 2018 - 18:16

Sabe o que é mais triste? Eu tenho um amigo que é fã de Borderlands e Rage, mas não viu a E3 pq estava muito ocupado.
NO dia seguinte ele passou aqui em casa e eu muito troll fui mostrar o metal farofa da bethesda e o trailer de Rage2... digamos que olhar a cara dele murchando enquanto ele me perguntava "que que eu fiz pra ti para merecer ver esse trailer?" foi de partir o kokoro uhahuahu

 

uahsuahsuahsuahsuaushaush Coitado do cara... O metal tava bem lixo mesmo, não sei pq insistem nesses shows aleatórios pra encher linguiça. Até por isso parei de acompanhar a E3 na integra.

 

--------

Ah, Carmack tbm é foda... ahushauhsuahsuahsuhas  Só pra constar, fui dar uma caçada na internet, até pra achar o rage que não é o jogo pra cima da MS, e vi que lá em 2006 ele deu umas "pistoladas" pra cima do CELL e do PS3. Não entrando no mérito da razão, do CELL realmente ser complicado pros desenvolvedores, mas acho que ele não é bom em lidar com frustração ou ser contrariado, não filtra bem o emocional. kkkk

 

Antes de mais nada, esse negócio da performance ruim do RAGE, mesclado com notas não lá muito relevantes (no tempo que eu levava notas em consideração), não tive interesse no jogo. O preço dele na plataforma que eu queria, PS3, já não era lá muito agradável pro meu bolso. Posso pensar em dar uma chance pra essa versão cagada do 360 agora que ele entrou no Game Pass... Não sei se tenho coragem. aushauhsuahsuahsuasuh

 

Em todo caso, o trabalho da Avalanche, pelo pouco que conheço, fez um jogo muito bom e que muitas pessoas gostam, que é o Just Cause, embora o 3 tenha seus problemas que não me fizeram ter interesse na compra, mesmo custando 21 reais atualmente na XBL, tbm posso incluir o Mad Max, que por sinal deu uma mão ai no combate de carros desse novo RAGE (sim, eu vi o video novo), digamos, na "dirigibilidade". Tem um jogo que eu vi e achei muito ruim deles, que é o theHunter. Esse chega a dar catarata ver muito tempo... kkk  Não acho um péssimo portifólio, apesar dos bugs existirem em toda parte. Daria até pra perdoar ao ver que a maioria dos jogos é de mundo aberto...

 

Não sei como é a comunidade que gosta de RAGE, mas não creio que seja tão maior quanto a que torce o nariz. Isso só levando em conta o original. De certa forma, apesar de continuar a história, pode ser um novo começo aqui pra essa franquia, que, na boa, eu não imaginava que teria continuação, visto os 7 anos passados do original. Espero que seu amigo supere aí a tristeza no coração, jogue o jogo novo e receba um bom jogo. Eu realmente espero que seja bom, pq há boas ideia ali...

 

PS.: Esse trailer novo me remeteu mais a Mad Max e FarCry, Borderlands nos inimigos... Não vi tanto de Bulletstorm.



#10 talespagni

Postado 10 agosto 2018 - 19:34

Trailer dublado:

 

 

Rá, peguei a referência na tattoo:

 

Cat_Ass_Navel_Tattoo_original.jpg



#11 WhBlaze

Postado 10 agosto 2018 - 20:57

 
uahsuahsuahsuahsuaushaush Coitado do cara... O metal tava bem lixo mesmo, não sei pq insistem nesses shows aleatórios pra encher linguiça. Até por isso parei de acompanhar a E3 na integra.

 

--------

Ah, Carmack tbm é foda... ahushauhsuahsuahsuhas  Só pra constar, fui dar uma caçada na internet, até pra achar o rage que não é o jogo pra cima da MS, e vi que lá em 2006 ele deu umas "pistoladas" pra cima do CELL e do PS3. Não entrando no mérito da razão, do CELL realmente ser complicado pros desenvolvedores, mas acho que ele não é bom em lidar com frustração ou ser contrariado, não filtra bem o emocional. kkkk

 

Antes de mais nada, esse negócio da performance ruim do RAGE, mesclado com notas não lá muito relevantes (no tempo que eu levava notas em consideração), não tive interesse no jogo. O preço dele na plataforma que eu queria, PS3, já não era lá muito agradável pro meu bolso. Posso pensar em dar uma chance pra essa versão cagada do 360 agora que ele entrou no Game Pass... Não sei se tenho coragem. aushauhsuahsuahsuasuh

 

Em todo caso, o trabalho da Avalanche, pelo pouco que conheço, fez um jogo muito bom e que muitas pessoas gostam, que é o Just Cause, embora o 3 tenha seus problemas que não me fizeram ter interesse na compra, mesmo custando 21 reais atualmente na XBL, tbm posso incluir o Mad Max, que por sinal deu uma mão ai no combate de carros desse novo RAGE (sim, eu vi o video novo), digamos, na "dirigibilidade". Tem um jogo que eu vi e achei muito ruim deles, que é o theHunter. Esse chega a dar catarata ver muito tempo... kkk  Não acho um péssimo portifólio, apesar dos bugs existirem em toda parte. Daria até pra perdoar ao ver que a maioria dos jogos é de mundo aberto...

 

Não sei como é a comunidade que gosta de RAGE, mas não creio que seja tão maior quanto a que torce o nariz. Isso só levando em conta o original. De certa forma, apesar de continuar a história, pode ser um novo começo aqui pra essa franquia, que, na boa, eu não imaginava que teria continuação, visto os 7 anos passados do original. Espero que seu amigo supere aí a tristeza no coração, jogue o jogo novo e receba um bom jogo. Eu realmente espero que seja bom, pq há boas ideia ali...

 

PS.: Esse trailer novo me remeteu mais a Mad Max e FarCry, Borderlands nos inimigos... Não vi tanto de Bulletstorm.

 

 Se vc rever o show. (se bem que não vale a pena)
Tem um sujeito (se não me engano é um japa) com uma cara de "i'm not amused" tão hilária que era impossível de se manter serio uhahuahua

Sobre o pistola, mais ou menos, a entrevista original é bem engraçada e ainda conseguiu prever o futuro.
Se eu me lembro bem foi nessa ordem

 

Papa do doritos pergunta o que carmack acha do ps3

carmack diz que o ps3 era um console impressionante mas que a decisão do cell soava como ruim pq era um processador muito difícil de se trabalhar.
Doritos pergunta se isso significa que ele não vai fazer jogos pro ps3
E carmack se vira com uma cara de "ta me tirando?" e diz: eu faço pq eu sei trabalhar com cell, mas vão ter muitas pessoas que correrão do console pq é difícil e aqueles que decidirem aprender vão sofrer um pouco.
Comicamente, foi o que aconteceu no inicio da geração, onde tudo era feito pro 360, boa parte dos jogos ficavam lá e os ports eram bem intensos HUAHUAHUAHU

No posso criticar o cara nisso XD

 

-----------

 

Agora tipo, eu não disse que o portfólio do estúdio era ruim, ate pq eu tenho noção de que eles conseguiram algum sucesso com just cause 2, que pode não ter se repetido no 3, mas ele ainda foi bem sucedido.

 

Eu fui mais direto e objetivo, dizendo que odeio o estúdio huahuahua

Algo que assim como meu "amor" por star ocean, eu nunca fiz questão de esconder, vide minhas criticas pesadas para quando postaram que um ex funcionário deles ia fazer lords of the fallen 2 (onde eu disse que eles iriam destruir o pouco legado da serie para deixar sua marca e... horray, eles já anunciaram que vão começar do zero e fazer algo totalmente diferente do primeiro jogo... uhu...), sendo mais preciso, minha antipatia com o estúdio começou ainda no primeiro just cause, que era um frankenstein barulhento, irritante, bizarro e sem alma que sugava ideia de outros lugares de uma forma bem cínica enquanto se levava perturbadoramente a serio, algo que foi quase que inteiramente repetido em sua sequencia.

Eu ate cheguei a dar uma chance para mad max (ao ponto de ter conseguido platinar...), mas admitia que já havia chegado com uma senhora má fé, afinal,  era uma das minhas franquias cinematográficas favoritas sendo adaptada por um dos estúdios que eu mais antipatiza, mas nunca passou pela minha cabeça que eu pegaria um jogo tão bugado, caótico e não mad max, já que no fim, ele era um just cause no deserto que usou a IP de mad Max para propulsionar seu nome (Não sei se funcionou pq mad max já vendeu menos que JC2 e JC3 não repetiu o sucesso do 2...). Sem sacanagem, foi tão irritante e desrespeitoso que a pequena chama de boa fé presente em meu coração foi apagada por um caminhão com toneladas de areia do deserto, mais irritante ainda era ver o pessoal dando passe livre pro excesso de bugs e problemas do jogo só pq mad max estava na crista da onda e "supostamente" isso era o mais parecido possivel com a serie... jesus... se é pra ficar em combate de carro que vá jogar twisted metal ou vadiar em borderlands 2...
PS: Nunca dei chance pra JC3 e não pretendo. Possibilidade de me agradar agora é nula.

 

Enfim, perdi um pouco o foco UHAHUAHUA

Voltando ao assunto, minha opinião é o total oposto da sua, e bate um pouco com essa atitude destrutiva, cínica e arrogante da avalanche.

Vamos ser sinceros por um minuto, rage não era rápido, não tinha gameplay arcade que focava em prender inimigos no ar para cair de bala, muito menos era barulhento, escandaloso, derp e selfaware, na verdade, ele era atmosférico e ate mesmo um pouco solitario, com uma gameplay mais antiga e morosa, enquanto você vagava por cenarios escuros e depredados, relembrando um pouco fps dos primórdios do gênero, transformando rage em uma capsula do tempo, ou melhor dizendo, um elo perdido entre o novo e o antigo (basicamente o que anarchy reigns foi para os beat'n ups na geração passada.

Foi por isso que levantei o "pq a avalanche"?
Ate porque a atitude deles é destrutiva, cínica e arrogante, afinal, a eles foi entregue um jogo relativamente popular e novo, mas ao invés deles entenderem a obra original eles decidiram destruir o pequeno legado de RAGE, abandonando sua personalidade para criar algo completamente diferente, que tragicamente é uma amalgama sem alma de outros jogos populares, visivelmente com um intuito imediatista e usurpador.

 

Eu por outro lado não consigo ver isso como um recomeço, ate porque temos um exemplo diferente na própria bethesda. Veja o que aconteceu com Wolfenstein. A serie estava ilhada, um estúdio novo viu ela parada e depois de muitos fails se deu conta que uma serie que eles amavam estava esquecida. Eles perguntaram se podiam usar, a bethesda aceitou a possibilidade de um projeto e deu no que deu, um jogo que não era um reboot ou remake, mas sim uma progressão natural feita por pessoas que amavam a serie, uma verdadeira carta de amor aos fãs que abraçava tudo que a serie representava enquanto trazia todas as suas mecanizas e novas ideias para os tempos modernos com um ar mais satírico, e subsequentemente, mais humano (ainda tenho que jogar wolfenstein 2 õ-o).
Se rage 2 fizesse isso eu conseguiria, mas no fundo no fundo? é um jogo cínico e sem identidade que usa o nome de rage apenas como um escudo de name branding por temer a ideia de que seria ridicularizado se fosse apenas mais um borderlands wanna be...

 

 

Sobre o trailer novo... eu ainda não vi, e sinceramente não devo ver por não ter interesse no jogo, pelos motivos obviios acima, besides, esse jogo esta bizarramente desagradável, quase como um extreme dos anos 90.... oh... espera...VR, Chacal, ben riley, jurassic park... fuck... cada minhas camisas de flanela? Acredito que nos estamos começando a viver a nostalgia dos anos 90... HUAHUAHUA

 

 

PPS: Rage tinha uma continuação planejada assim como doom estava sendo feito. O problema é que durante esse período, carmack se tornou obcecado pela ideia de fazer o VR funcionar e foi embora, matando o novo jogo de Doom e a sequencia de rage no processo. Sendo completamente honesto, eu não me surpreenderia que essa versão anos 90 e irritante de RAGE2 fosse apenas uma vingança bem planejada da bethesda...

 

PPPS: Só pra deixar claro. Eu posso odiar os jogos da avalanche (E o estúdio), mas não estou questionando seu gosto por JC2

Diferente do que críticos de VG querem fazer, ninguém é dono da razão, e excluindo aspectos técnicos bem básicos, nenhum jogo pode ser julgado objetivamente como bom ou ruim, muito menos quantificado como melhor ou pior que algo, tudo é apenas uma questão de opinião e perspectiva e você pode gostar o quanto quiser dos jogos da avalanche, eu por outro lado vou continuar odiando ele e no máximo posso expor meu ponto de vista para explicar o pq não desceu pra mim huahuaha


WhBlaze.png

WhBlaze-jogo.png






0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos